Conecte conosco

Eleições

AFINAL, QUEM SÃO OS CANDIDATOS DE SIMÕES FILHO EM 2018

Publicado

em

Qeum são os candidatos de Simões Filho

Ao contrário do que muitos pensam, a definição dos nomes para candidatos a deputados estaduais representando o município de Simões Filho, ainda é incerta.

Três nomes estão postos, mas nenhum dos três provou, até o momento, que serão de fato e de direito, candidatos.

A vereadora Katia Cerqueira é mais cotada para ser a representante do grupo Dinha, no entanto, a mesma já declarou que não quer entrar na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa.

A decisão pela vereadora já teria sido feita, mas os acordos políticos que valeram para as eleições municipais de 2016, colocam sérios entraves para o lançamento da candidatura Katia Cerqueira.

O que teria sido “combinado” como o pré-candidato José Tude – ex-prefeito de Camaçari e Paulo Azi – deputado federal – candidato a reeleição, pode ser a razão pela demora na decisão do nome do candidato simõesfilhense, representante do Grupo Dinha.

Pelo lado oposto está o ex-prefeito Eduardo Alencar, o qual tem pendência jurídica que o colocou como inelegível.

A eleição do ex-prefeito, é dada como certa e a previsão é de que o mesmo obtenha algo próximo dos 90 mil votos, isso é claro, se até lá, conseguir se desvencilhar dos problemas jurídicos que fazem o mesmo perder o sono.

Por fim, temos o nome de Denyson Santana – ex-secretário de transportes de Simões Filho.

Denyson pretende sair candidato pelo PODEMOS, mas articulações de bastidores fizeram com que o mesmo ficasse sem seu nome lançado na relação de filiados ao partido.

Há quem diga que tais articulações teriam sido conduzidas pelo ex-prefeito juntamente com o atual presidente do partido, Danilo Gonçalves, para impedir que o mesmo consiga ser candidato. Se isso for verdade, algumas perguntas precisam de respostas:

Por que o ex-prefeito, que sempre foi aliado de Denyson, não iria querer que o mesmo concorrendo nas próximas eleições, em 2018, uma vez que estão em bases partidárias diferentes?

Seria esse, um ardiloso plano para que Danyson se visse, ao final, forçado a apoiar a provável candidatura do ex-prefeito, Eduardo Alencar?

Essas perguntas ainda não foram respondidas por nenhum dos lados e provavelmente não serão.

Das três pré-candidaturas, talvez a mais fácil de se concretizar seja, exatamente, a de Denyson Santana, caso o mesmo consiga resolver sua situação jurídica junto ao partido, o que ainda não está claro.

Em conversa com o mesmo, Denyson demonstrou confiança na decisão da justiça e afirmou que em breve, irá responder aquilo que todos querem saber: Denyson Santana, será candidato a deputado estadual?

Conclusão: Estamos a pouco mais de cinco meses das eleições e nada está definido no que diz respeito aos candidatos que irão concorrer para deputados estaduais, representando Simões Filho.

Nos resta, aguardar…

 

Eleições

E em Simões Filho, só se fala em 2020

Publicado

em

E em Simões Filho, só se fala em 2020

O Yaweh Shammah teve como tema este ano: O DESAFIO DO NOVO.

Coincidência ou não, esse foi o mote principal das eleições de 2016 que deram a vitória ao atual prefeito Dinha.

A população viu o resultado de 2016 como sendo a renovação tão sonhada.

2020 está logo ali.

Os QG’s estão sendo montados.

Mas a ideia do NOVO continua mais viva do que nunca na cabeça do eleitorado simõesfilhense.

No momento, apenas Jomar Paraky, Cezar Diesel e Gilson GS2 têm condições de entoarem o discurso de ser O NOVO.

Gilson GS2, representa um radicalismo que vem se mostrando equivocado desde 2018.

Cezar Diesel, já viu vários “cavalos celados” passando à sua frente e ao que parece, não soube aproveitar as chances.

Dos três, Jomar Paraky é quem reúne mais chances de encarar O DESAFIO de convencer o eleitor a apostar nele, a apostar NO NOVO.

É bom lembrar que o discurso do NOVO, torna-se cada dia mais conflitante para um dos lados.

Continuar Lendo

ALBA

VÍDEO: Prefeito Dinha e lideranças políticas acompanham deputada Kátia Oliveira em ato de posse

Publicado

em

Deputada Kátia e Prefeito Dinha na posse na ALBA

O prefeito de Simões Filho (Grande Salvador), Dinha Tolentino, o vice-prefeito, Sid Serra, vereadores da base e diversas lideranças políticas acompanharam a primeira deputada estadual da cidade, na posse na Assembleia Legislativa da Bahia – Alba, na manhã desta sexta-feira (1).

O gestor aproveitou a oportunidade para fazer os agradecimentos. “Só temos a agradecer a Deus e ao povo baiano. Kátia se reúne a mais 62 deputados e irá trabalhar em prol de Simões Filho e da Bahia. O projeto nasceu no coração de Deus e foi aprovado pelos baianos. Vitorioso é todo homem que confia nas promessas do Senhor”, disse.

O vice-prefeito falou que Kátia seguirá trabalhando pelos simõesfilhenses.

“Hoje, a Bahia, em especial Simões Filho, celebra a vitória desta que será a nossa voz na Alba. Kátia reúne características que são fundamentais para defender e conquistar benefícios para o nosso município. Na oportunidade, quero mais uma vez reafirmar o nosso compromisso de luta em prol do nosso povo ”, afirmou.

Dentre os vereadores estavam Orlando de Amadeu – presidente da Câmara, Eri Costa, Adailton Caçambeiro, Neco Almeida, Everton Paim, Arnoldo Simões, Elimário Lima, Del, Manoel Carteiro, Vel e Jailson Jajai.

 

Continuar Lendo

Eleições

Simões Filho: Cadastramento biométrico segue até 22 de fevereiro

Publicado

em

Simões Filho: Cadastramento biométrico segue até 22 de fevereiro

Cadastramento biométrico segue acontecendo em Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador, e os eleitores terão até 22 de fevereiro para comparecer a uma das unidades e realizar a atualização dos dados com a biometria.

O atendimento está sendo realizado no Mini Shopping Nilmar, na Rua C, número 60, no Loteamento Encanto das Árvores – Centro (próximo ao Tabelionato de Notas) e no Fórum, Av. Altamirando de Araújo Ramos – S/N, das 8h às 16h, por ordem de chegada. Quem já se cadastrou não precisa comparecer.

Os eleitores devem comparecer ao posto de atendimento, tendo em mãos: RG, CPF, Título de Eleitor e comprovante de residência (água, luz ou telefone).

O cadastramento é obrigatório e caso o eleitor não o compareça poderá ter o título cancelado, o que provoca impedimento da realização de atos civis, como: obter passaporte, se matricular em instituição oficial e tomar posse em cargo público.

O cadastramento biométrico faz com que o eleitor seja reconhecido pelas digitais na hora do voto. Na oportunidade, os técnicos realizam a atualização dos dados pessoais, promovendo maior transparência no processo eleitoral.

Continuar Lendo

Eleições

2019 É O ANO DECISIVO PARA O GOVERNO DINHA/SID

Publicado

em

2019 É O ANO DECISIVO PARA O GOVERNO DINHA/SID

A avaliação do governo Dinha para muitos está no caminho certo. Está correspondendo a todas as expectativas de quem votou nele.

Para muitos outros, o governo Dinha é decepcionante e não merecerá mais um voto de confiança nas próximas eleições.

Fato é, que do plano de governo apresentado em campanha, muito já foi executado.

Talvez por questões de topografia e desordem estrutural da cidade, as várias intervenções executadas em diversos bairros não sejam tão visíveis.

No entanto essa explicação não convence nenhum eleitor ou cidadão crítico e as razões são várias.

Aliado a essa situação, compromissos de campanha impedem que o prefeito Dinha possa pôr em prática uma reforma administrativa que lhe dê condições de corrigir alguns equívocos dentro de várias secretarias.

Outro ponto a ser observado, é o fato de se avaliar opositores como inimigos mortais ao mesmo tempo em que afaga supostos aliados sem que se dê atenção ao que estes estão murmurando pelos corredores sobre a gestão.

2019 é o ano decisivo para o prefeito Dinha.

Se o mesmo não prestar atenção ao relógio, poderá perder o momento ideal para iniciar obras  importantíssimas para a população e para a campanha à reeleição.

Se não ficar atento às novas regras eleitorais poderá cometer equívocos irreparáveis à sua futura campanha.

Se não comunicar, se não publicitar de forma profissional, não só eficiente, mas também eficaz, poderá não conseguir superar o trabalho dos seus opositores que não estão dispostos a dar a menor trégua nos próximos meses.

2020 está logo ali!

O plano de realizar diversas inaugurações de obras que sequer começaram, no início de 2020 pode se mostrar um plano amador e desastroso.

É importante lembra que em 2018 o Grupo Dinha obteve uma grande vitória com a eleição da agora, deputada estadual, Kátia Oliveira. Coisa que, sem dúvidas, fortaleceu o grupo.

Mas não se pode deixar de reconhecer que o Grupo Alencar também se fortaleceu com a eleição do ex-prefeito Eduardo Alencar para deputado estadual e Otto Filho para federal.

Só amadores não irão considerar o Plano do senador Otto Alencar para o governador da Bahia na próxima disputa.

Tal plano tem Simões Filho como cidade estratégica em 2020 ou seja, não será uma disputa fácil.

Na próxima campanha eleitoral o prefeito Dinha, naturalmente, partirá em vantagem, mas precisa se programar para não permitir que seus adversários se aproximem e o ultrapassem.

Numa corrida têr fôlego é fundamental.

Dinha está a dois anos correndo.

Nesse mesmo tempo, o grupo adversário está em descanso e não sabemos como estará a capacidade respiratória no momento decisivo da corrida.

Gritar é, em muitos casos, uma forma eficaz de comunicar-se.

Resta saber o que se está gritando: se “pra cima!” ou “sai da frente!”

Continuar Lendo

Eleições

Eleitores simõesfilhenses devem realizar cadastramento biométrico até 22 de fevereiro

Publicado

em

Os eleitores simõesfilhenses têm até o dia 22 de fevereiro de 2019 para fazer o cadastramento biométrico. O atendimento está sendo realizado no Mini Shopping Nilmar, na Rua C, número 60, no Loteamento Encanto das Árvores – Centro (próximo ao Tabelionato de Notas), das 8h às 16h, por ordem de chegada. Quem já se cadastrou não precisa comparecer.

Os eleitores devem comparecer ao posto de atendimento, tendo em mãos: RG, CPF, Título e comprovante de residência (água, luz ou telefone).

O cadastramento é obrigatório e caso o eleitor não o compareça poderá ter o título cancelado, o que provoca impedimento da realização atos civis, como: obter passaporte, se matricular em instituição oficial e tomar posse em cargo público.

O cadastramento biométrico faz com que o eleitor seja reconhecido pelas digitais na hora do voto. Na oportunidade, os técnicos realizam a atualização dos dados pessoais, promovendo maior transparência no processo eleitoral

Continuar Lendo

Brasil

Eleitor de Bolsonaro toma batida policial e conta seu “arrependimento de ter votado nele”

Publicado

em

Douglas Barcellos contou levou um dia para se arrepender de votar em Jair Bolsonaro. Ele contou sua história no Twitter:

 

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho