Conecte conosco

Brasil

Apesar de Temer ter cedido às reivindicações, paralisação dos caminhoneiros continua

Publicado

em

Greve dos caminhoneiros continua
Simões Filho tá Mudando
56 anos de emancipação

Vários postos de combustíveis em São Paulo e na Grande São Paulo estão com grandes filas, algumas com mais de um quilômetro, em razão de informações falsas de que teriam combustível. Motoristas dormiram na fila, como em um posto da rua Clodomiro Amazonas, no Itaim, bairro nobre de São Paulo.

Um posto na Vila Madalena tem gasolina, mas a fila é grande.

A situação de abastecimento continua crítica.

Enquanto isso, a Raposo Tavares, na cidade de Cotia, sentido capital, teve protesto com pneus queimando.

O tráfego foi interrompido por por menos de uma hora, o que causou fila quilométrica. Não havia, entretanto, caminhoneiros por perto.

Houve protesto deles na rodovia Presidente Dutra, com congestionamento quilométrico. Houve protesto na rodovia Bandeirantes,  também na Régis Bitencourt.

Ou seja, em todas as rodovias que dão acesso a São Paulo há protestos, alguns com bloqueio.

Não há ainda movimentação que indique o fim da paralisação, apesar do pronunciamento de Michel Temer ontem à noite, em que cedeu às reivindicações dos caminhoneiros.

As medidas que reduzem em R$ 0,46 o preço do livro do diesel já foram publicadas em uma edição extra no Diário Oficial da União.

Nem assim, até agora, a paralisação terminou.

 

DCM

P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E

Copyright © 2017 Página Simões Filho