Conecte conosco

MUNDO

BRASIL SE IGUALA AO PAQUISTÃO AO DESRESPEITAR LIMINAR DA ONU SOBRE LULA

Publicado

em

Simões Filho tá Mudando
56 anos de emancipação

Ao se tornar signatário do decreto 311/2009, promulgado pelo então presidente José Sarney, portanto dando-lhe força de lei, o Brasil abriu mão da soberania nos assuntos que tratam de direitos humanos.

A Organização das Nações Unidas (ONU) publicou na manhã de hoje, sexta-feira, 17 de agosto, determinação ao Estado Brasileiro para que tome todas as medidas cabíveis para permitir que o ex-presidente Lula – PRESO POLÍTICO – participar das eleições deste ano, com todos os seus direitos políticos preservados até o final do julgamento.

O Ministro da Justiça, Torquato Jardim e o chanceler do golpe, Aloizio Nunes, tentam diminuir o impacto da decisão da ONU, dizendo que a mesma tem caráter apenas de orientação.

Se posicionando contrário a determinação da ONU e não obedecendo-a o Brasil estará se igualando ao único país que tomou tal decisão, o Paquistão.

Com a decisão, as eleições de 2018 correm o risco de não serem reconhecidas internacionalmente.

P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E

Copyright © 2017 Página Simões Filho