Conecte conosco

Brasil

Com fama de vingativo, perseguidor e herói, Joaquim Barbosa realizou sua última sessão hoje, 1 de julho de 2014

Publicado

em

Programas Sociais

Depois de 11 anos como membro do Supremo Tribunal Federal, o ministro Joaquim Barbosa realizou sua última sessão no tribunal nesta terça-feira (1).

joaquim barbosaBarbosa declarou que foi privilégio poder ficar tanto tempo atuando pela suprema corte do País. “Saio absolutamente tranquilo, como eu disse, com a alma leve, aquilo que é fundamental para mim, o cumprimento do dever. É exatamente aquilo que eu disse hoje na sessão: é importante que o brasileiro se conscientize da importância, da fundamentalidade, da centralidade da obrigação de todos cumprirem as normas, ouvirem a lei, cumprirem a Constituição. Esse é o norte principal da minha atuação. Pouca condescendência com desvios, com essa inclinação natural a contornar os ditames da lei, da Constituição.”

Joaquim Barbosa se tornou conhecido da população pela condenação dos envolvidos com o caso do Mensalão Petista.

Outro episódio recente no STF, também foi um marco na atuação do agora ex-ministro, quando expulsou o advogado do ex-presidente do PT José Genoíno, do plenário. “Com relação a agressões de advogados, essa foi uma das coisas mais chocantes desses 11 anos. (…) [O advogado] perde no argumento e quer ganhar no grito, desmoralizar a autoridade“, comentou Barbosa.

O julgamento de outro processo, conhecido como “mensalão tucano”, também é um marco na carreira do ex-ministro, uma vez que, segundo críticos, deveria ser tratado com o mesmo “rigor” demostrado por Barbosa no julgamento do “mensalão petista”, o que não aconteceu, tornando-se assim alvo de inúmeras críticas daqueles que o veem como vingativo e perseguidor.

P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E

Copyright © 2017 Página Simões Filho