Conecte conosco

Últimas do Dia

Deputados baianos consumiram cerca de R$ 16,2 milhões com transporte

Publicado

em

deputados baianos
Tudo é Política –  Os deputados federais baianos consumiram ano passado cerca de R$ 16,2 milhões em recursos públicos repassados pela cota parlamentar, destinada a cobrir custos com atividades do mandato, como passagens aéreas, locação de carros e gasolina. O ranking dos cinco campeões de gastos, todos na faixa dos R$ 460 mil, foram Mario Negromonte Junior (PP),  Benito Gama (PTB), Bebeto Galvão (PSB), José Carlos Aleluia (DEM) e Afonso Florence (PT). Como os parlamentares têm até 60 dias para prestar contas das despesas realizadas a cada mês, ainda não é possível informar de modo preciso qual a posição de todos os parlamentares na lista e o volume exato das verbas gastas com a cota em 2017.

Outra ponta

João Gualberto (PSDB) e José Rocha (PR) apresentaram as menores despesas – R$ 293,1 mil e R$ 293,6 mil, respectivamente. Abaixo vêm Jutahy Junior (PSDB), com R$ 315 mil, seguido por Lúcio Vieira Lima (MDB), com R$ 319 mil, e Félix Mendonça Jr (PDT), com R$ 351 mil.

Vitrines e viagens

As despesas com divulgação do mandato  em 2017 foram as maiores entre os parlamentares baianos, com volume de R$ 4,3 milhões. Em segundo lugar, estão as passagens aéreas, que custaram R$ 3,3 milhões aos cofres públicos. Somadas, ambas representam quase metade dos recursos usados pela bancada baiana. Uldurico Júnior (PV) foi quem mais gastou com divulgação (R$ 270 mil), seguido por Mário Negromonte Júnior (R$ 255 mil) e Alice Portugal (R$ 204 mil). Deputada do PCdoB, Alice foi campeã em despesas com passagens de avião – R$ 142 mil.  Em segundo e terceiro, estão Valmir Assunção (PT) e Uldurico,  com R$ 128 mil e R$ 115 mil, respectivamente. Os baianos ainda gastaram R$ 2,1 milhões com locação de automóveis e R$ 1,7 milhão em consultorias.

Tanque cheio

Os parlamentares da Bahia na Câmara usaram R$ 1,4 milhão do cotão para comprar gasolina em 2017. Levando em conta o preço médio de R$ 4, os deputados da bancada gastaram quase 360 mil litros de combustível ao longo do ano. Claudio Cajado (DEM)  e Jorge Solla (PT) lideram, com R$ 68 mil cada. O ranking inclui só quem esteve em atividade em todos os meses.

Rejeição recorde

O índice de rejeição de contas de prefeituras baianas em 2017 é o maior já registrado. Das 349 julgadas peloTribunal de Contas dos Municípios (TCM) no ano passado, referentes ao exercício de 2016, 215 foram reprovadas – cerca de 62%. Ainda restam 68 contas na fila. Mesmo que elas sejam aprovadas, o índice continuará o mais alto da série histórica iniciada em 1999. Antes, 2008 detinha o recorde.

Briga de seis

Cinco empresas estrangeiras e uma nacional disputam a concorrência para elaborar o plano de marketing turístico de Salvador. A decisão deve sair em fevereiro, informou o secretário de Turismo e Cultura da capital, Claudio Tinoco. “São R$ 17 milhões do Prodetur para investir no plano, com foco na promoção”, emendou.

 

“Quem tem sede, tem pressa! Meu amigo bonitão sabe disso e aqui somos um time”, Rui Costa, governador, em referência ao apelido do vice, João Leão (PP), durante entrega de sistemas de abastecimento de água no interior.

Pílula


Som no silêncio
  Dentre as novas  regras de campanha para este ano, o veto a carros de som é o que mais preocupa os políticos. Agora, só poderão ser usados em carreatas e caminhadas com a presença do candidato. Circular pelas cidades com propoganda sonora em carros, prática muito comum, não pode mais.

Publicado originalmente Por Jairo Costa Jr., com Luan Santos  no Correio24h

 

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

P U B L I C I D A D E

Tecnologia

Instagram elimina #sextou após pornografia

Publicado

em

CCM – Hashtag foi usada por estrangeiros para disseminar imagens de nudez e sexo explícito na rede social.

Muito utilizada por brasileiros para comemorar a chegada da tão aguardada sexta-feira, véspera do final de semana, a hashtag #sextou acabou sendo utilizada por estrangeiros para disseminar imagens de nudez e sexo explícito no Instagram.

O fato ocorreu por um simples mal-entendido fonético. O que lemos em português como ‘Sextou’, em alusão à sexta-feira, lá fora fica algo como ‘Sex to u’, ou ‘Sexo para você’, em tradução livre. Pois é, e isso bastou para que a comunidade estrangeira do Instagram começasse a utilizar a hashtag para o uso sexual.

A rede social, que pertence ao Facebook, limitou a hashtag no aplicativo e ao procurar por #sextou, o usuário verá uma informação: ‘Nenhuma hashtag encontrada’. Em comunicado divulgado pelo Instagram, a companhia agradece a comunidade da rede por revelar o problema. “Agradecemos nossa comunidade por trazer o problema com a hashtag #sextou à nossa atenção. Publicações com essa hashtag foram limitadas enquanto tomamos a ação apropriada. Postar ou compartilhar conteúdo pornográfico é contra as políticas do Instagram. Pedimos a todos que usem as ferramentas dentro do aplicativo para reportar e bloquear conteúdo que acreditem violar nossas Diretrizes da Comunidade para que possamos investigar e agir rapidamente”, informa o comunicado.

As regras do Instagram e do Facebook são bem claras em relação à publicação de pornografia. Pelas diretrizes das duas plataformas, os usuários que publicarem conteúdo que infrinjam essas regras, além de terem o conteúdo delatado, podem ser excluídos da rede social. A identificação de material pornográfico é feita automaticamente, tanto que mesmo imagens de nudez consideradas artísticas podem ser banidas da rede.

Continuar Lendo

Eleições

PF DESMONTA TEORIA CONSPIRATÓRIA SOBRE FACADA EM BOLSONARO

Publicado

em

pf-desmonta-conspiração-da-facada-em-bolsonaro

Reportagem de Rubens Valente, publicada há pouco na Folha de S. Paulo, desmonta as teorias conspiratórias em torno da facada em Jair Bolsonaro. Um trecho da reportagem:

A Polícia Federal afastou a suspeita de que Adélio Bispo de Oliveira, que no último dia 6 tentou matar o candidato Jair Bolsonaro (PSL-RJ) em Juiz de Fora (MG), tenha recebido pagamento em sua conta bancária para executar o crime.

A investigação concluiu que o dinheiro localizado com Oliveira tem apenas “origem sustentável”, como uma rescisão recente pelo trabalho em um escritório de advocacia, e remuneração pelo trabalho de garçom, pelo qual recebia cerca de R$ 70 por dia.

A PF apurou que o cartão de crédito internacional encontrado em poder de Oliveira na verdade nunca foi utilizado e foi emitido automaticamente pelo banco logo após o valor da mesma rescisão trabalhista ter sido depositado em sua conta.

Em teorias conspiratórias compartilhadas em redes sociais, o cartão também foi citado como suposta evidência de que Oliveira teria recebido dinheiro de origem suspeita.

O ex-delegado da Polícia Federal Fernando Francischini, hoje deputado federal aliado de Bolsonaro, é o que mais tem divulgado essas versões delirantes, assim como a jornalista Joyce Hasselmann, candidata a deputada federal pelo partido de Bolsonaro.

O site O Antagonista, de extrema direita, também dá vazão a essas versões fantasiosas e diz que, ao concluir o inquérito, a PF pode definir a eleição de Bolsonaro no primeiro turno.

Fez um carnaval em cima de uma informação de que Adélia tem registro de entrada na Câmara dos Deputados em agosto de 2013. A Câmara dos Deputados tem mais gente circulando diariamente do que muitas cidades médias do Brasil.

A reportagem de Rubens Valente, feita com base em fontes da PF, desmonta outros pontos da teoria da conspiração, veiculadas em posts no Facebook:

A PF também concluiu que o computador pessoal localizado com Oliveira não era recente nem caro, ao contrário do propagado em redes sociais. O aparelho era antigo e estava quebrado, tendo sido usado pela última vez no ano passado. Dos quatros telefones celulares encontrados com Oliveira, apenas dois estavam em atividade, e nenhum foi comprado nas semanas anteriores ao crime.

Segundo outra conclusão da PF, em razão dos acertos trabalhistas recentes Oliveira tinha condições financeiras próprias de pagar adiantado R$ 400 por hospedagem numa pensão em Juiz de Fora, onde ele disse que procurava emprego. Foi apreendido com Oliveira um recibo que comprova o pagamento.

Também foram investigadas todas as pessoas citadas em redes sociais como supostos cúmplices que teriam repassado a faca a Oliveira no dia do atentado. A PF descartou todas as informações, que eram falsas. Pelo menos uma mulher inocente marcada em redes sociais foi perseguida, recebeu ameaças e teve que procurar a PF para obter proteção.

A opção de Oliveira por usar uma faca para tentar matar o presidenciável pode ser explicada por outro aspecto da vida do preso levantado durante a investigação da PF.

Em um açougue em que Oliveira trabalhou em Curitiba (PR), a PF apurou que Oliveira era conhecido por manejar muito bem facas. Normalmente um novo contratado recebia um “padrinho”, responsável por tutelar o novo cortador de carnes. No caso de Oliveira, o próprio açougue dispensou o uso do “padrinho”, ao constatar que ela sabia usar as lâminas.

Oliveira também teria trabalhado como sushiman, preparador de carnes de peixe em restaurantes japoneses, o que também demanda um bom uso de facas.

(…)

O presidente do inquérito e também delegado regional de Combate ao Crime Organizado da PF de Minas Gerais, Rodrigo Morais, informou que o inquérito que trata do ato do crime em si deverá ser finalizado até a próxima sexta-feira (28), mas ao mesmo tempo será aberto um novo inquérito para investigar supostos mandantes ou pessoas que teriam instigado o crime, ainda que não exista nenhuma indicação sobre isso até o momento.

.x.x.x.x.

Com o novo inquérito, se houver, a especulação vai continuar.

DCM

Continuar Lendo

Eleições

Haddad no debate da CNBB: “Deus distribuiu talento democraticamente, cabe aos homens distribuir as oportunidades”

Publicado

em

No debate, Fernando Haddad deu uma mensagem inicialmente religiosa para falar sobre a necessidade de combater as desigualdades sociais:
Deus distribuiu talento democraticamente, cabe aos homens distribuir as oportunidades. Quanto mais oportunidades aos jovens, mais alternativas à violência.
Confira o Tweet de @Haddad_Fernando: https://twitter.com/Haddad_Fernando/status/1042977255427919872?s=09

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho