Conecte conosco

CIDADES

FAVELA NÃO É MONARQUINA, NÃO TEM REI NEM RAINHA E NEM PRINCIPE

Publicado

em

Simões Filho tá Mudando

Do Tudo é Pólítica – O carnaval é a época em que praticamente toda a população baiana desfruta de dias de alegria e curtição ao som dos trios elétricos conduzidos por centenas de artistas. Quase todos conscientes do seu dever e responsabilidade social.

Desde que o prefeito ACM Neto e o Governador Rui Costa, decidiram resgatar o carnaval sem cordas, muita coisa mudou, principalmente, na segurança da festa que fica a cargo das Polícias Militar e Civil da Bahia.

É possível que o atento navegante, tenha uma história desagradável vivida com a polícia.

É possível que muitos tenham uma observação negativa da atuação de policiais que agem com excessos em muitas situações cotidianas.

Mas não é aceitável que o trabalho dessas corporações, tão necessárias à nossa segurança, ao nosso dia-a-dia, sejam aviltadas, por pseudoartistas que dizem que, por “serem mensageiros de Deus” têm como missão, falar pela periferia, pelas favelas, pelo gueto dos quais se autodeclaram príncipes.

Não é aceitável que venham os globais, que nunca tiveram a coragem de enfrentar, sem seguranças particulares, 100 metros de asfalto, atrás de um trio, na Barra ou no Campo Grande, tentarem desmoralizar via redes sociais e com posts descontextualizados o trabalho de mais de 25 mil homens que arriscaram suas vidas para manter segurança de milhares de foliões e turistas que visitam a capital baiana incentivados, justamente, pela beleza e segurança do nosso carnaval.

Não é porque somos das periferias, que devemos ser colocados como súditos de irresponsáveis, que por vezes se noticiam nas paginas policiais por envolvimentos com crimes.

Não é porque somos das favelas que devemos extravasar de forma violenta contra outros de outras periferias, ao som de gritos e músicas que incitam a violência gratuita.

Não é porque somos dos guetos que devemos ser conduzidos por políticos sem escrúpulos, que são capazes de promover e levar marginais aos parlamentos para supostamente representarem o povo em troca de acesso aos mais desamparados.

Quem vende e quem compra a miséria das favelas nesse jogo?

O assassinato gratuito de um jovem que ao voltar para casa, depois de curtir horas de alegria com amigos no carnaval, teve como argumento do suspeito ou súdito, o desejo de “descontar no primeiro que encontrar” a agressão sofrida num dos circuitos do carnaval.

Pode-se dizer, por esta explicação, que temos uma morte com vários culpados e apenas um suspeito preso.

Não! Não somos súditos!

O povo do gueto não pode ser ocultamente negociado como uma manada de bois por homens inescrupulosos, que visam Brasília como porto seguro.

A favela não é monarquia, não tem rei nem rainha, tão pouco príncipe.

Vivemos numa democracia, e como todo cidadão queremos ver a polícia proteger e servir, com a energia necessária e com os excessos investigados e punidos.

Parabéns às polícias Militar e Civil por mais um brilhante trabalho desenvolvido no carnaval mais seguro do Brasil.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E

CIDADES

Simões Filho: Prefeitura realiza abertura da Copa Interbairros de Futsal Feminino

Publicado

em

Copa de futebol de salão interbairros (5)
Simões Filho tá Mudando

Alegria e grandes emoções entraram em quadra neste sábado (14), na ab

ertura da Copa Interbairros de Futsal Feminino, campeonato realizado pela Prefeitura Municipal de Simões Filho, por meio da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude (Sejuv).

Copa de futebol de salão interbairros (5)O evento contou  com apresentação das alunas da Ginástica Rítmica, jogo de futsal masculino mirim e o jogo das mulheres da administração municipal, com os times Boa Gente e A Força da Mulher, que finalizou em um empate de 2×2.

Com os jogos da Copa bem disputados, marcados pela garra e lances de muita qualidade técnica, o torneio foi um sucesso devido ao talento das equipes e união das atletas. O time Simões Filho venceu o Unidas Pela Bola (UPB), em um placar de 11×0 e o Águia Futebol Clube saiu a frente do Pitanga Futebol Clube por 5×1.

Copa de futebol de salão interbairros (5)A Secretária de Esporte, Sirliane Ribeiro, parabenizou as jogadoras que participaram e enfatizou a importância de incentivar o futsal feminino. “A atual gestão vem valorizando o esporte, apoiando e respeitando a modalidade feminina. Com este evento, pudemos apreciar muitos talentos e equipes organizadas. Parabéns a todas as mulheres boleiras”, ressaltou Sirliane.

A próxima partida está marcada para o dia 28 de julho, no Ginásio de Esportes.

Confira os confrontos: 

Águia Futebol Clube x Simões Filho

Unidos Pela Bola (UPB) x Pitanga Futebol Clube.

Continuar Lendo

CIDADES

Simões Filho: Ações de manutenção acontecem simultaneamente

Publicado

em

Simões Filho tá Mudando
A cidade de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), se transformou em um amplo canteiro de obras e entre as atividades desenvolvidas estão, recapeamento asfáltico e operação tapa buracos, limpeza de canais, construção de Unidades de Saúde e contenção de encostas, além de ações de limpeza urbana e sinalização de trânsito.

“A cidade está com outra cara, tem muita coisa boa e que beneficia o coletivo acontecendo e para a gente que circula pelas ruas, fica fácil perceber isso, claramente. A galera chegou tá jogando duro e botando a mão na massa real”, destacou Alexnaldo Santos, mototaxista.

As ações estão acontecendo simultaneamente no Engenho Novo, Km 25, Cia 2, Cova da Gia, Ilha de São João, Luís Eduardo Magalhães (Barreiro), Santa Fé, Centro, Santo Antônio do Rio das Pedras, entre outras localidades.
“Encontramos uma cidade com muitos problemas, mas estamos colocando a mão na massa e construindo uma nova Simões Filho. Estamos cumprindo as metas estabelecidas pela nossa administração para com a nossa Boa Gente”, pontuou o prefeito Dinha Tolentino.
As intervenções acontecem com o objetivo de promover o bem estar da população, além da manutenção da cidade, que há um ano e meio, sente os efeitos positivos e o cuidado de uma administração plural e participativa, que ouve e atende as necessidades do seu povo.

Por

ASCOM/PMSF

Continuar Lendo

CIDADES

Proerd forma 450 alunos da rede pública municipal

Publicado

em

Simões Filho tá Mudando
Em parceria com a Polícia Militar, a prefeitura de Simões Filho, através da Secretaria de Educação (Semed), realizou a solenidade de formatura da turma 2018.1, do Programa Educacional de Resistência às Drogas (PROERD), que acontece nas escolas da rede municipal de ensino da cidade.
“A nossa administração acredita no poder de transformação social, através da educação e esporte, e o nosso gestor, Dinha Tolentino, sabendo da seriedade e comprometimento do projeto, juntos aos jovens e suas famílias, fez a doação um veículo para dar suporte nas atividades da equipe”, destacou Sid Serra, vice-prefeito.
O projeto foi desenvolvido em 07 (sete) escolas, foram elas: Municipal de Simões Filho, Clarice Ferreira, Centro Educacional Santo Antônio, Vereador João de Oliveira Campos, Professora Juciete Souza Mota Soares, Castro Alves e Hermelina Souza, atendendo cerca de 450 alunos em 17 turmas.
“O Proerd funciona como um mecanismo de alerta para crianças e adolescentes, sobre os riscos das drogas. Essas crianças e jovens acabam agindo como multiplicadores da informação em suas casas e comunidade. O projeto realizado com total apoioda prefeitura e do prefeito Dinha”, disse o Capitão PM Marcio Alcântara, Sub-Comandante da 22ª CIPM e Coordenador do Proerd.
O Proerd é a versão brasileira do programa DARE (Drug Abuse Resistence Education), implantado inicialmente nos Estados Unidos e, atualmente, desenvolvido em mais de quarenta países conveniados. A iniciativa é considerada pela Organização das Nações Unidas (ONU), como um dos maiores programas de prevenção as drogas e a violência do mundo.

“O projeto é muito bom e proporciona aos alunos um olhar de cuidado, sobre assuntos de suma importância como as drogas. Durante as aulas, os meninos são alertados e incentivados a assumir um comportamento de resistência quando colocados em situação de risco e vulnerabilidade”, pontuou Ednalva Barreto, professora da Escola Municipal Ver. João de Oliveira Campos
Participaram do evento, o vice prefeito Sid Serra, a vereadora e primeira dama Kátia Oliveira, o Comandante da 22ª CIPM – Major PM Fábio Dias, Sub-Comandante da 22ª CIPM – Capitão PM Marcio Alcântara dos Santos, Cabo PM João Ferreira Lino, Soldado PM Felipe, secretário de Educação Manoelito Damasceno, além dos vereadores Adailton Caçambeiro e Elimário Lima.

Por ASCOM/PMSF

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho