Conecte conosco

Eleições

O Dia Em Que o Morro Descer e Não For Carnaval

Publicado

em

O dia em que o morro descer e não for carnaval

Do Página Simões Filho 

Em 1996, o genial e elegante sambista Wilson das Neves, falecido aos 81 anos em agosto de 2017, compôs uma profecia em forma de samba:

O dia em que o morro descer e não for carnaval
ninguém vai ficar pra assistir o desfile final
na entrada rajada de fogos pra quem nunca viu
vai ser de escopeta, metralha, granada e fuzil
(é a guerra civil)

No dia em que o morro descer e não for carnaval
não vai nem dar tempo de ter o ensaio geral

e cada uma ala da escola será uma quadrilha
a evolução já vai ser de guerrilha
e a alegoria um tremendo arsenal
o tema do enredo vai ser a cidade partida
no dia em que o couro comer na avenida
se o morro descer e não for carnaval

O povo virá de cortiço, alagado e favela
mostrando a miséria sobre a passarela
sem a fantasia que sai no jornal
vai ser uma única escola, uma só bateria
quem vai ser jurado? Ninguém gostaria
que desfile assim não vai ter nada igual

Não tem órgão oficial, nem governo, nem Liga
nem autoridade que compre essa briga
ninguém sabe a força desse pessoal
melhor é o Poder devolver à esse povo a alegria
senão todo mundo vai sambar no dia
em que o morro descer e não for carnaval.

Letra de samba escrita por Wilson das Neves

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E

Eleições

DOLAR A QUASE 4 REAIS; AGORA ENTENDI A FOTO DE LULA

Publicado

em

Lula tem mais votos que os principais candidatos somados.

Somando Bolsonaro, Marina, Alckmin, Ciro, Álvaro Dias e Boulos dá 37%. Lula tem 37,3%.

O Dólar voltou a fechar, ontem, segunda-feira, 20, a R$ 3,956.

A última vez que o Dólar fechou acima dessa cotação foi em 29 de fevereiro de 2016, a R$ 4,0036.

A ascensão do Lula (que já chega aos 37,3%, contrasta com a estagnação do candidato do “mercado” Geraldo Alckmin, que não consegue sair dos 4%.

Do jeito que vai, a Casa Grande [Mídia golpista] vai cair no colo do Bolsonaro… Ou o Bolsonaro vai cair no mictório da Casa Grande.

A saída para deles?

Tentar dereubar a CHAPA do PT – LULA/HADDAD, para forçar um segundo turno com Alckmin e Bolsonaro.

A pergunta que nao quer calar:

Não era só tirar a Dilma?

A soberania do voto popular que se dane!

Todo poder “HERMANO” o mercado.

Continuar Lendo

Eleições

Rui Costa recebe Haddad nesta terça-feira (21)  

Publicado

em

O candidato ao Governo da Bahia, Rui Costa, recebe o candidato a vice-presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, nesta terça-feira (21), em Salvador. O primeiro compromisso conjunto será uma reunião – fechada à imprensa – com as lideranças políticas e movimentos sociais, às 9h30, no Hotel Fiesta, no bairro do Itaigara. O atendimento à imprensa será imediatamente após a reunião, às 11h, no local. Participam do encontro, os também candidatos a vice-governador da Bahia, João Leão, e a senador, Jaques Wagner e Angelo Coronel.

No mesmo dia, às 16h, Haddad, Rui e a chapa majoritária da Coligação Mais Trabalho Por Toda a Bahia participam da “Grande Caminhada da Liberdade”, também em Salvador. A concentração será às 15h30 na Senzala do Barro Preto, no bairro da Liberdade.

Continuar Lendo

Eleições

“JUSTISSA ÇEGA” NÃO, CAOLHA

Publicado

em

justiça-cega-não-caolha

Então: se quem é réu em processo criminal não pode ficar na linha de sucessão, quem é réu em processo criminal pode concorrer ao cargo?

A pergunta é importante!

A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, no dia 3 de Novembro de 2016, que réus com processos na corte não podem ocupar cargos na linha sucessória da presidência da República.

Isso é: quem é réu em processo criminal, sendo julgado pelo STF, não pode permanecer na linha de sucessão da presidência.

Para quem não sabe, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ), é réu em dois processos criminais – por incitação ao crime de estupro e por uma queixa-crime por injúria, apresentada pela deputada Maria do Rosário.

O nome disso?

INSEGURANÇA JURÍDICA.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho