Conecte conosco

Simões Filho

PRESIDENTE GENIVALDO LIMA PROMETE FIRMEZA NO COMBATE AO COMÉRCIO ILEGAL DE ANIMAIS

Publicado

em

presidente da câmara muicipal de Simões Filho, Genivaldo Lima
Simões Filho tá Mudando
 

No Mapele News – Foi aprovado na Câmara de Vereadores de Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o projeto de lei que determina a proibição da venda de animais em locais públicos da cidade.

Durante a sessão desta terça-feira (22) os parlamentares fizeram a apreciação e votação do parecer conjunto das Comissões Permanentes de Justiça, Finanças e Meio Ambiente e em primeira discussão e votação do Projeto de Lei de nº005/2018 que dispõe sobre a proibição da venda, comercialização, exposição de animais silvestres e domésticos nas ruas, avenidas, praças, centros comerciais municipais e Mercado Municipal, de autoria do Vereador e presidente da Câmara, Genivaldo Lima.

A proposta do presidente é respaldada na Lei 9605/98, conhecida como a Lei dos Crimes Ambientais, que dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências.

Em sua justificativa, o vereador disse que cabe ao poder público promover a educação ambiental nos níveis de ensino e conscientização pública para preservação do meio ambiente, proteger a fauna e a flora, vetando na forma da lei as práticas que coloque em risco a função ecológica e que provoque a extinção de espécies.

“Em primeira mão aqui eu estou pedindo para que nós impeçamos aquelas pessoas que pegam os cães, vão para a rua, pegam aquelas caixinhas de madeira ou de papelão e colocam a exposição do sol e da chuva, maltratando o animal. Estamos aqui dando armas para a guarda que está aqui coibir essa ação. Assim também estamos proibindo aquele desmando, aquela crueldade que se encontra em nossa feira com a venda de animais silvestres. Na maioria dos municípios da Bahia isso é coibido”, declarou Lima.

COMBATE AO COMÉRCIO ILEGAL DE ANIMAIS EM SIMÕES FILHO

Genivaldo disse que, embora a preservação dos animais seja resguardada por lei federal, no município ainda não existia nenhum projeto que proibisse a prática abusiva da venda de animais, assim como coibisse os mal tratos.

“Aqui nós estamos estabelecendo neste projeto que o município também é responsável por esta questão. Nós temos já a Secretaria de Meio Ambiente, mas não tínhamos um projeto que regulamentasse essa questão. Que punisse os infratores, que mesmo sem arma a guarda municipal vai poder apreender esses animais e dá liberdade”, ressaltou.

Lima também explicou que não tem intenção de ser visto como o criador do projeto, mas que zela para que a iniciativa seja chancelada por todo o parlamento, independente de posição partidária.

“Esse projeto está sendo trazido para todos, eu sou o autor sim, mas não estou aqui para ser o pai da criança não, aqui será subscrito por todos os vereadores, independente de situação ou oposição, todos os 19, porque isso aqui é um direito que nós devemos proteger. É obrigação nossa”.

Genivaldo concluiu dizendo que, a partir de hoje o município pode intervir com relação à prática abusiva e que os descumpridores da lei sofrerão multa e ficarão vulneráveis a perder seus equipamentos.

“Você chega e está uma gaiolinha de um metro por vinte centímetro ou coisa assim com centenas de animais. Tomaremos a partir de agora providências, soltaremos e quebraremos todas as gaiolas e vamos imputar a multa compulsória a todos aqueles que acham que aqui não tem lei”, concluiu.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

P U B L I C I D A D E

Vereadores

AO VIVO: SESSÃO DA CÂMARA

Publicado

em

Continuar Lendo

Últimas do Dia

E NA CÂMARA DE VEREADORES… MEXE COM QUEM ESTÁ QUIETO!

Publicado

em

“O ciúme lançou sua flecha preta e se viu ferido, justo na garganta.[Caetano Veloso]

Alguns vereadores eleitos pela base do prefeito Dinha passaram a apontar “supostos privilégios no governo”, para com aqueles que mudaram de lado após o resultado das urnas, em 2016.

Vereador Jajai lamentou a não realização da sessão ordinária da Câmara, ontem, por falta de quorum, pois seria o momento ideal para uma higienização dos caríssimos ternos em micro-fibra, um tanto suados pela árdua atividade parlamentar.

Seria um bom exercício de memória para lembrar o intenso pula-pula que aconteceu durante o processo eleitoral de 2016.

A coisa tá tão séria que já há uma “turma do deixa disso” empenhada em acalmar os ânimos do enciumados.

Continuar Lendo

Simões Filho

AO VIVO: ACOMPANHE A 60º SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES

Publicado

em

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho