Conecte conosco

Euclides da Cunha

Presos destroem carceragem do Complexo Policial Civil de E. da Cunha

Publicado

em

Simões Filho tá Mudando
 

Detentos recolhidos ao xadrez da carceragem do Complexo Policial Civil de Euclides da Cunha (CPC) à disposição da Justiça da Comarca de Euclides da Cunha, por pouco não provocaram uma fuga em massa nas primeiras horas da noite desta quarta-feira (10), ao provocarem uma rebelião que culminou com colchões queimados, celas com as portas arrebentadas, câmeras de segurança destruídas, entre tantos danos causados ao patrimônio público.

A situação era previsível, diante da quantidade de presos que superlotava as oito celas que compõem a carceragem que abriga pessoas acusadas de práticas criminosas que aguardam julgamento de processo criminal que corre na Comarca de Euclides da Cunha, pelos mais diversos crimes, desde tentativa de homicídio, homicídio, assalto, tráfico de drogas, furtos e roubos de automóveis, motocicletas, etc.

Na manhã desta quarta-feira (10), este repórter esteve no Complexo Policial Civil e ouviu do Dr. Miguel Vieira – delegado titular da 25ª Coordenadoria de Polícia do Interior, sediada em Euclides da Cunha, e ouviu do delegado o relato de preocupação com a quantidade de presos recolhidos às celas, número que caracterizava uma superlotação.

Na ocasião, a autoridade reclamava sobre o pedido de transferência de dez presos para o Presídio Regional de Serrinha, que se encontravam sem despacho há vários meses, por falta de juiz titular na Vara Criminal.

A situação que já não era boa ficou mais difícil ainda, com a transformação da carceragem do CPC em verdadeiro “depósito de presos” vindos das mais diversas cidades da região, onde as delegacias não estão capacitadas, e muitas até por falta de segurança para manter acusados e/ou criminosos-confesso sob sua responsabilidade.
O fato se agrava à medida que o tempo passa e as unidades de segurança pública, principalmente do interior do estado, cada vez mais esquecidas pelas autoridades governamentais, continuam desaparelhadas e até mesmo exposta a ataques de criminosos, funcionam mais pela vontade dos seus delegados, agentes e servidores do que propriamente por ações positivas governamentais voltadas para o fortalecimento e valorização desses agentes públicos que são responsáveis pela segurança dos cidadãos, em especial a Polícia Civil, que atua preventivamente e tem como principal missão investigar e desvendar crimes praticados contra a sociedade, mas que tem sido muito pouco prestigiada pelo Governo.
Há 12 anos, desde que o site euclidesdacunha.com iniciou suas atividades, este repórter acompanha de perto o trabalho desenvolvido em Euclides da Cunha e em algumas cidades da região e conhece muito bem as dificuldades que delegados, agentes, escrivães e servidores enfrentam no dia a dia para oferecer o mínimo de segurança pública à sociedade.
O problema se agrava com a ausência de juízes titulares e a constante mudança de promotores de justiça na comarca, que nem sempre tem magistrados e servidores suficientes para atender a demanda e os processos se acumulam no cartório criminal e sobre a mesa das autoridades que, sem as condições de trabalho necessárias não dão conta de tantos processos em sua comarca de origem e ainda tem que atender em outras comarcas em regime de plantão ou como juízes substitutos.
Euclides da Cunha não é muito diferente de muitas comarcas do interior do estado que vivenciam este tipo de problema que afeta tanto a vida dos cidadãos comuns e contribui para aumentar o grau de insegurança que toma conta da população e a intranquiliza.
Aliás, saber escolher representações políticas com força e prestígio é muito mais importante e interessante do que ficar depois a reclamar da ausência da polícia, da justiça, especialmente. Mas, parece que a população assim prefere e a paixão político-partidária torna-se mais forte que a razão.
O que aconteceu no CPC de Euclides da Cunha na noite de quarta-feira poderia ter tido consequências gravíssimas para toda a cidade e circunvizinhança, caso não houvesse o reforço policial disponibilizado pelo comando do 5º Batalhão de Polícia Militar, que fica ao lado do CPC, para conter uma possível fuga em massa de mais de 70 detentos que já se aglomeravam no pátio da carceragem, depois de quebrar cadeados e arrancar várias portas das celas, tentar quebrar o reboco que fixa a grade de ferro que dá acesso à sala dos delegados e à porta da frente do CPC, além de os danos citados no início desta reportagem.
rebeliao-detentos_03Já imaginaram mais de 70 criminosos ávidos por liberdade em pleno mês de dezembro, sem dinheiro, às margens da rodovia BR 116/Norte, tendo como vizinhos os populosos bairros das Casas Populares (Urbis), Nova América, Jardim Nova Esperança, postos de combustíveis, chácaras residenciais, entre outros?
A rebelião que começou por volta das 19h, foi contida quando já passavam das 22h, momentos de tensão e medo vividos pelas pessoas que se encontravam de serviço naquele momento, onde tudo de ruim poderia acontecer caso os detentos resolvessem desobedecer à ordem de não tentarem a fuga e praticassem a ação desesperadora conhecida como *“cavalo doido”. (Ação desesperadora e sem comando que avança sobre quem os tentam conter, inclusive sob o apontamento de armas).
Poderíamos, hoje, estarmos lamentando uma grande tragédia que com certeza escureceria os festejos natalinos em Euclides da Cunha, se não fosse o bom senso e o equilíbrio de Dr. Miguel Vieira e equipe no controle dos revoltosos nesse momento, que pode até ter sido idealizado por quem se sente injustiçado por não ter sido ainda julgado ou até mesmo para provocar uma fuga em massa e assim ganhar liberdade sem o aval da Justiça.
Os detentos rebeldes “justificaram” a rebelião alegando a falta de água nas celas e, principalmente, a morosidade da justiça no julgamento dos processos aos quais respondem e se arrastam há meses, sem decisão, por falta de magistrado na comarca.
Hoje, pela manhã, o local foi visitado pela Promotoria de Justiça, que também recebeu uma lista de todos os presos que, desde a noite de quarta-feira, sob escolta, deram início ao processo de transferência para unidades prisionais de Serrinha, Paulo Afonso e Juazeiro, já que a carceragem não oferece condições de continuar com os detentos e será totalmente esvaziada até que os reparos sejam feitos e volte a oferecer condições de receber a população carcerária dentro da capacidade oferecida.
Fonte: euclidesdacunha.com

P U B L I C I D A D E

Euclides da Cunha

Pedra rola de serra e mata mulher no Município de Euclides da Cunha

Publicado

em

mulher euclidenseA dona de casa Elenice Andrade de Santana, 50 anos, teve morte instantânea no fim da tarde deste domingo, 19, depois que uma pedra rolou da serra conhecida como Pedra Furada, que fica entre as localidades de Brejinho e a serra das Sete Curvas, região do povoado de Lagoa do Guedes, distante cerca de 20 km de Euclides da Cunha.
De acordo com o repórter José Dílson Pinheiro do site euclidesdacunha.com, a vítima estava na companhia de familiares e amigos num momento de lazer ao pé da serra, quando uma pedra rolou serra a baixo e atingiu a vítima.
Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica de Euclides da Cunha esteve no local do acidente para procedimentos periciais e remoção do corpo para o IML.
Portal Euclidense com informações euclidesdacunha.com

Continuar Lendo

Euclides da Cunha

Gusttavo Lima encerra o são joão de Euclides da Cunha

Publicado

em

Gustavo LimaUm dos maiores nomes da música sertaneja, o cantor e compositor Gusttavo Lima vai encerrar a festa de São João em Euclides da Cunha, no dia 23 de junho. O tradicional Arraiá do Cumbe, que terá início no dia 20, contará ainda com a participação de Targino Gondim, Estakazero, Caviar com Rapadura, entre outras atrações, além do autêntico forró pé de serra.   
A programação de uma das mais tradicionais festas juninas da Bahia foi anunciada na manhã de hoje, pela prefeita Fátima Nunes. “Estamos com uma grade de atrações que atende a todos os gostos, valorizando nossa festa, atendendo sugestões da comunidade. Gusttavo Lima é um artista que dispensa apresentações, estando sempre nos primeiros lugares entre os mais tocados, com shows que atrai multidões”, afirma a prefeita Fátima Nunes.
arraiá do cumbeA festa também contará com o forró tradicional de Targino Gondim, com raízes sertanejas, tendo como inspiração o eterno Luiz Gonzaga. Estão confirmados também nomes importantes do forró como Estakazero e Caviar com Rapadura. “Estamos nos esforçando muito para fazer uma São João inesquecível. Nossa proposta é oferecer ao povo euclidense uma festa digna das nossas tradições, atraindo turistas, aquecendo o comércio e fortalecendo a nossa economia”, completa Fátima.
Este ano, o Arraiá do Cumbe irá homenagear a Copa do Mundo com o tema: "No Ritmo da Copa". 
Confira a grade de atrações já confirmadas. A Prefeitura ainda espera anunciar outros artistas nos próximos dias.
 
Gusttavo Lima (Segunda-feira – 23/06)
Caviar com Rapadura (Domingo – 22/06)
Estakazero (Sábado – 21/06)
Targino Gondim (Sexta-feira – 20/06)

Menina Faceira

Brega & Vinho
Zack Mariano
Página Virada
Cézar Figueiredo
Chico D'Oliveira
Desejo de Mulher
Forró do Ponto
Coração Zabumbeiro
Rabelo Gonzaga
Antonio Rocha
Zé Costa
 

Fonte: ASCOM PMEC

Continuar Lendo

CIDADES

Trecho recuperado da BA 220 beneficia região de Euclides da Cunha

Publicado

em

Ba-220-300x336Trecho recuperado da BA 220, ligando Euclides da Cunha a Aribicé, será inaugurado nesta quarta-feira, dia 18, pelo governador em exercício e secretário de Infraestrutura, Otto Alencar.

A cidade de Euclides da Cunha, localizada a 331 quilômetros da capital baiana, receberá na próxima quarta-feira, 18, a comitiva do governador em exercício e secretário estadual de Infraestrutura, Otto Alencar, para entrega do trecho recuperado da BA 220, O serviço executado contempla um trecho de 29 quilômetros, entre Euclides da Cunha a Aribicé.

Com investimento de R$ 13 milhões, as obras foram realizadas pelo Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba) e vão beneficiar, aproximadamente, 80 mil habitantes dos municípios de Euclides da Cunha, Banzaê, Cícero Dantas, Monte Santo e Ribeira do Pombal.

Tendo a Leão Engenharia Ltda, como empresa responsável pela implantação e pavimentação da rodovia, com asfalto de alta qualidade, tipo TSS, as condições de trafego dos 520 veículos que circulam diariamente na rodovia vão melhorar e facilitar o escoamento da produção agrícola.

Cidade

A cidade de Euclides da Cunha teve participação direta na Guerra de Canudos. O nome do município é em homenagem ao jornalista-escritor, que narrou a saga de Antônio Conselheiro, através do livro “Os Sertões”. Atualmente, Euclides Cunha destaca-se na agricultura, na produção de feijão, milho e mandioca. Como também, na pecuária, além de ser produtor de galináceos e de mel de abelhas.

 

Fonte: opiniãobahia

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho