Conecte conosco

Brasil

“Querem ganhar as eleições no tapetão”, diz líder do PT sobre julgamento de Lula

Publicado

em

Simões Filho tá Mudando
56 anos de emancipação

Líder do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Joseildo Ramos saiu em defesa do ex-presidente Lula em entrevista concedida na manhã desta segunda-feira (22) para uma rádio de Alagoinhas. De acordo com o parlamentar, a antecipação do julgamento para a próxima quarta-feira (24) é uma forma de, por meio da “judicialização da política”, manipular o cenário das Eleições 2018. “O que está acontecendo é um arbítrio contra a democracia, é a plena execução de um processo político. Querem ganhar no tapetão, destituindo o poder do povo. É a antidemocracia”, afirmou.

 

Durante a entrevista, Joseildo também destacou a inexistência de provas no processo, já que o apartamento que o ex-presidente é acusado de ter recebido foi recentemente penhorado, em outro processo judicial, como sendo de propriedade da construtora OAS para o pagamento de credores. “Como Lula está sendo acusado de ter um imóvel que está sendo penhorado em outra ação? Isso não é prova, nem pode ser aceito como tal. Além disso, ele foi condenado por um objeto diferente da denúncia inicial. Como nada acharam, extrapolaram os limites do processo”, acusou o parlamentar.

 

Joseildo disse ainda acreditar que o processo representa uma ameaça à democracia e à liberdade no país. “A elite está vindo pra cima com o aparato do Estado para poder penalizar aqueles que estão abrindo as oportunidades para a maioria da população. Isso vai sair caro para as futuras gerações”, alertou. Questionado sobre o futuro do seu partido no processo eleitoral deste ano, caso a condenação do ex-presidente seja confirmada no julgamento, Joseildo foi enfático: “Não existe plano B. Absolvido, condenado por unanimidade ou por maioria, Lula será o nosso candidato”, afirmou.

 

P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E

Copyright © 2017 Página Simões Filho