Conecte conosco

Especiais

Respeitar as MANAS, AS MINAS e AS MONAS

Publicado

em

Simões Filho tá Mudando
 

Por: Valéria Possadágua

O Brasil continua marginalizando, excluindo e executando uma parcela da sociedade. Somos o país no topo do ranking de mortes por homofobia.

Me indigna o fato dessa gente intitulada do “bem” ligada a certas religiões, que se sente ofendidíssima com a luta dos Trans., das lésbicas, dos homossexuais e até dos heteros, sim porque também somos alvos da violência moral, por conta das nossas roupas, cabelos e comportamentos. Daqui a pouco estaremos sendo incluídos numa espécie de lista, parecida com a “Lista Schindler” (Lista que os Nazifascistas na Alemanha de Hitler, utilizavam para incluírem os Judeus condenados a morte na câmara de gás).

Tempos difíceis estes, onde estamos tendo que defender o óbvio. Quando poderíamos estar avançando no debate por uma educação não sexista, mais inclusiva, participativa, menos preconceituosa e discriminadora. Aliás, temo por nosso tempo, pois os preconceitos estão sendo destilados por religiões e pastores que se intitulam donos da moral e dos bons costumes, alheios ao Estado Democrático de Direito (O Estado democrático de direito é um conceito que designa qualquer Estado que se aplica a garantir o respeito das liberdades civis, ou seja, o respeito pelos direitos humanos e pelas garantias fundamentais, através do estabelecimento de uma proteção jurídica. Em um estado de direito, as próprias autoridades políticas estão sujeitas ao respeito das regras de direito).

Incitam ódio e violência, e, esta violência tem elevado o número de mortes de seres humanos que não se encaixam num padrão e regras estabelecidos por uma minoria.

E por que matam?

Matam porque estão cegos, cheios de ódio, de preconceitos.

Estigmatizam os diferentes, interpretam as palavras contidas na BIBLIA como melhor os convém.

Se, Jesus foi o maior revolucionário da sua época, em nenhum momento ou passagem bíblica ele incitou ódio ou preconceito contra nações ou pessoas. Andava com os pobres, os doentes, os ladrões e as prostitutas. Aqueles que a sociedade excluía, ele acolhia com ternura e amor. Não tinha muito que comer, não tinha um teto, não carregava nada consigo a não ser suas próprias vestes. Mas tinha, conforme relato bíblico, um olhar bondoso e acolhedor. E certa feita quando caminhava deparou-se com uma cena dantesca e cruel, o apedrejamento de uma mulher adultera. Foi inclusive questionado sobre o que ele pensava sobre a pena da pobre mulher, com palavras simples e direta respondeu: QUEM NÃO TIVER PECADO QUE ATIRE A PRIMEIRA PEDRA. E assim sendo um a um foi se retirando até que não restou nenhum acusador, e ele então se dirige a mulher e diz a ela que vá, mas não peques mais. Que grande e bela lição de amor e justiça pregou Jesus. No entanto hoje, estamos vendo os fariseus da igreja, os julgadores das vestes e dos corpos alheios portando numa mão um fuzil, e na outra a bíblia, incitando ódio e destilando preconceito, contra um comercial de TV onde uma perfumaria com grande sacada comercial para vender os seus produtos para o dia dos namorados (as). Então, estes senhores farisaicos disseram numa certa Marcha para Jesus(Pois duvido que Jesus ali estivesse) que os fieis deveriam boicotar a tal perfumaria e escrachar os seus produtos pois, era capaz da “irmã” ou do “irmão” que usasse o capeta faria ele ou ela sentir vontade de beijar e abraçar pessoas do mesmo sexo…. rs

Desde dos tempos da inquisição se matou em nome de Deus (Inquisição, ou Santa Inquisição foi uma espécie de tribunal religioso criado na Idade Média para condenar todos aqueles que eram contra os dogmas pregados pela Igreja Católica, mandou para as fogueiras milhares de pessoas que eram consideradas hereges, praticantes de doutrinas ou outras religiões).

Não há relatos, oU passagens bíblicas onde Jesus tenha incitado alguma forma de preconceito ou praticado algum tipo de discriminação contra qualquer pessoa, mas sempre foi questionado por hipócritas e farisaicos, que testavam sua visão humanística e passiva, como quando foi questionado se os Romanos deveriam pagar os impostos a César, e com tal sabedoria, digna de um grande líder e socialista que foi respondeu: DAI A CESAR, O QUE É DE CÉSAR.

Nunca li passagem alguma na Bíblia, que ele tenha rechaçado qualquer pessoa que tenha se aproximado dele, muito menos os desvalidos, os doentes, negros, homossexuais ou prostitutas, muito menos tenha incitado ódio contra as nações, desmerecendo esta ou aquela condição humana.

Hipócritas e farisaicos são os que hoje se intitulam de pastores da boa fé, daqueles que creem em Deus, manipulam e interpretam a bíblica da maneira como melhor lhes convém, e claro que sempre voltada para as questões financeiras. Perigosos mesmos são os tempos que estas idolatrias permanecem nos meios de comunicação para servirem aos interesses financeiros desta ou daquela Congregação e prestam verdadeiros desserviços, além de serem mecanismos de alienação e cegueira coletiva.

Um povo cego e alienado é muito fácil de ser levado ao matadouro, por isso vemos aumentar ainda mais o tempo destas programações intituladas de religiosas. E, em tempo de ódio e destilação de veneno, temo pelo nosso direito de “ir” e “vir”, pelo cidadão que não segue as orientações sexuais e reprodutivas que pregam diuturnamente sobre os nossos corpos.

Sejamos livres e sejamos respeitados por nossas escolhas.

Mais amor e gentileza, e menos ódio e preconceito.

Por uma sociedade, com menos MALACHEIAS, IN- FELICIANOS e BOLSONAROS.

E vivam as propagandas que tem a sensibilidade de registrar todas as formas de amor!

P U B L I C I D A D E

Transportes e Trânsito

Trânsito será alterado durante Concurso de Bandas de Fanfarras em Simões Filho 

Publicado

em

O trânsito será modificado no Centro de Simões Filho devido à realização do 12º Concurso Intermunicipal de Bandas e Fanfarras (Cinfansim), que sediará a Final do 24º Campeonato Baiano de Bandas e Fanfarras, no próximo domingo (18), às 13h, na Praça da Bíblia.

De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob), as vias serão interditadas a partir das 10h e os bloqueios estarão localizados nas ruas: Manoel Bonifácio (lateral ao Fórum); José Tolentino Álvares (em frente ao Bradesco); Francisco Almeida (lateral do SAC);Rui Barbosa (em 4 pontos: via de acesso a Praça da Bíblia e rotatória dos emancipadores).
Durante o evento, os condutores de veículos poderão transitar pela lateral da Praça 7 de Novembro, acesso a ladeira da Prefeitura, Avenida Eduardo Magalhães (sentido Irmã Dulce e Mercado Municipal) e Luiz Eduardo Magalhães (sentido Praça Noêmia Meireles Ramos).
O trânsito será liberado ao término do evento e o embarque e desembarque de passageiros acontecerão nos pontos de ônibus das vias de acesso.

Continuar Lendo

Saúde

Simões Filho: Equipe da UPA participa de capacitação

Publicado

em

Simões Filho: Equipe da UPA participa de capacitação

Profissionais de saúde da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do CIA 1, Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), participaram, nesta quarta-feira (14), da primeira etapa, da capacitação sobre Tuberculose e Hanseníase.

A ação foi promovida pela direção de enfermagem da unidade com o objetivo de aprimorar os conhecimentos da equipe sobre a prevenção, promoção, cuidado e recuperação de pacientes.

“Essa é mais uma ação que visa capacitar e ampliar os conhecimentos específicos da nossa equipe, além de funcionar como um mecanismo de aproximação e alinhamento da rotina e das práticas de humanização”, pontuou Marilian Fernandes, diretora de Enfermagem.

A capacitação faz parte do Programa de Educação Continuada, da unidade de saúde, que proporciona palestras bimestralmente para os profissionais. Participaram do encontro, a equipe técnica, além da Secretária de Saúde, Bethânia Pinto.

Continuar Lendo

Educação

Alunos do Coral Infantil de Simões Filho participam de Festival Internacional de Cinema

Publicado

em

Alunos do Coral Infantil de Simões Filho participam de Festival Internacional de Cinema

As crianças do Coral Infantil de Simões Filho participaram, nesta segunda-feira (29), da 16ª edição do Festival Internacional de Cinema Infantil (FICI), no Cinermark, Shopping Salvador. A ação foi uma parceria da prefeitura de Simões Filho, por meio da Secretaria de Educação e Secretaria de Cultura.

Professoras e mães dos alunos acompanharam a sessão “Por meus Bigodes’’, do diretor Manuel Caramés Chaparro. O festival já soma mais de mil filmes exibidos e um público superior a 1,5 milhão de espectadores. Em 2018, a programação reúne 100 filmes de curtas e longas, brasileiros e internacionais, de 25 países.

“Estou muito realizado, a aula de música teve um novo cenário, muitas crianças aqui nunca foram ao cinema. Então o que queremos é apresentar essa arte que produz conhecimento de forma lúdica e ajuda no desenvolvimento musical dos alunos”, disse o professor Ozenildo Ramos, regente do coral.

A aluna Samile Fiuza, 11 anos, revelou que foi a primeira vez no cinema e ao ser questionada sobre o sentimento de estar ali ela definiu em uma frase: “foi lindo”. E detalha a experiência um pouco mais: “achei legal quando as luzes acenderam e vi uma televisão bem grande, estou feliz. Eu gosto muito de assistir filme.”

Por ASCOM/PMSF

Continuar Lendo

Mulher

Simões Filho: Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres se reúne com Comitê de Homens

Publicado

em

Simões Filho: Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres se reúne com Comitê de Homens

A Prefeitura de Simões Filho, cidade da Região Metropolitana de Salvador (RMS), através da Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres (SPM), promoveu mais um encontro para diálogo, reafirmação e construção de políticas públicas, com o Comitê de Homens.

“O comitê de homens continua na luta por igualdade de direitos e apoiando as ações afirmativas em valorização e defesa da mulher”, pontuou o coordenador do Comitê, Denivaldo Oliveira.

Durante o encontro, foi debatido ações afirmativas sobre a rede de proteção às mulheres e a importante parceria dos homens na luta contra todos os tipos de violência, que atingem as questões de gênero e raça.

Além disso, a secretária Andréa Almeida, destacou as ações desenvolvidas em parceria com a Polícia Militar, na execução da Ronda Maria da Penha, que vem atendendo o município uma vez por semana, fazendo valer os direitos das mulheres, além de prestar serviço de atendimento na proteção, fiscalização e orientação das ocorrências policiais que envolvem as vítimas de violência doméstica.

“A luta é diária e não podemos vacilar e as parcerias vêm para somar e fortalecer a rede de proteção às mulheres. Vamos continuar mobilizando e conscientizando sobre a importância do empoderamento feminino, com o seu real significado, o de ser uma ação social coletiva de luta para potencializar a conscientização da sociedade, sobre os direitos sociais e civis do gênero e raça”, destacou Andréa Almeida.

A secretaria realiza atendimento multidisciplinar com psicólogo e assistente social, além de acompanhamento e orientações jurídicas, à população, em especial às mulheres e o seus familiares, vítimas de violência sexual, patrimonial, moral, física e psicológica.

Por ASCOM/PMSF

Continuar Lendo

Educação

Empossado novo secretário de Educação em Simões Filho

Publicado

em

O prefeito de Simões Filho, Diógenes Tolentino, em ato realizado na Prefeitura Municipal de Simões Filho, na tarde desta segunda-feira, 29, deu posse a Reginaldo Paiva de Barros, novo secretário de Educação, que substituiu Manoelito Damasceno.

 

Durante a solenidade de posse, o gestor enfatizou o carinho especial pela pasta e pelo excelente trabalho que foi desenvolvido por Manoelito.

 

“Nós estamos trabalhando para alcançarmos as metas traçadas em todas as áreas em nosso município, e na educação é a mesma coisa, daremos continuidade ao trabalho de Manoelito e todos os objetivos que foram planejados serão alcançados, pois iremos nos empenhar para devolver e idealizar um sonho que estamos sonhando juntos”, disse o prefeito.

 

Para o novo secretário Reginaldo, esse é um momento de muita felicidade e oportunidade de continuar trabalhando por uma educação de melhor qualidade.

 

“Esse é um momento muito feliz! Já fui aluno do professor Manoelito e sei o trabalho que ele efetivou aqui no município. Nesse momento eu conto com o trabalho de todos aqueles, que com ele elaboraram a educação que hoje nós temos. Naturalmente que a gente vai oferecer um toque de gestão, tendo em vista a fazer com que essa educação seja cada dia melhor e que possa trazer para o cidadão, para o aluno, para o pai, para todos envolvidos nesse processo, uma melhor educação.”

Acompanharam o pronunciamento vereadores, secretários municipais, servidores e imprensa local.

Perfil – Reginaldo Paiva de Barros

Possui graduação em Direito pela Universidade Católica do Salvador (1994) e graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual de Feira de Santana (1982). Mestre em Direito Público pela Universidade Estácio de Sá. Professor de Direito Financeiro na Faculdade Anísio Teixeira, Professor de Direito Tributário da UNIRB, Controlador Geral, Secretario de Administração, Secretario da Saúde, Professor da disciplina Direito Tributário da Universidade Estadual de Feira de Santana e auditor fiscal – Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia. Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Financeiro, Direito Tributário e Direito Administrativo.

Continuar Lendo

Dinheiro & Negócios

Em 2017, salário médio dos homens foi 17% maior do que o das mulheres

Publicado

em

Com evolução de 2,1%, a remuneração média dos trabalhadores brasileiros subiu para R$ 2.973, de acordo com dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), divulgada hoje (28) pelo Ministério do Trabalho. O salário dos cerca de 46 milhões trabalhadores com empregos formais no setor público e privado, porém, mantém a discrepância de anos anteriores na divisão por gênero.

Embora apresente um crescimento maior do que o dos homens, o salário médio feminino fechou o ano passado em R$ 2.708, enquanto o dos homens ficou em R$ 3.181. Os números representam, respectivamente, variação positiva de 1,8% e 2,6% na comparação com 2016. De acordo com o Ministério do Trabalho, em 2017 a remuneração média das mulheres era 85,1% o valor da remuneração masculina, em média.

Em outras palavras, o salário dos homens encerrou o ano passado 17,46% acima do das mulheres, representados pelos R$ 473,16 a mais pagos, em média, aos trabalhadores do sexo masculino. Os dados indicam que o rendimento está caminhando para uma menor desigualdade entre os gêneros, porém a passos lentos. Em 2016, a remuneração básica recebida pelas mulheres correspondia a 84,3% do salário dos homens. Em 2015, o valor da remuneração feminina era 83,4% o da masculina e, em 2014, 82,39%.

Divulgada anualmente para elaborar estatísticas sobre o perfil dos trabalhadores, a Rais contém informações sobre criação de empregos formais, classificação das vagas de trabalho por setor econômico, região do país e divisão em categorias como sexo, faixa etária e escolaridade. Para a remuneração, o Ministério do Trabalho já divulga dados corrigidos pela inflação relativa a dezembro de 2017.

De uma forma global, os números que foram a público nesta sexta-feira (28) indicam uma lenta recuperação no número de empregos formais, pois foram criadas 221 mil novas vagas em 2017, após perda de 3,5 milhões no estoque de vínculos trabalhistas nos dois anos anteriores. Hoje também foi divulgada a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD), segundo a qual o Brasil tem 12,7 milhões de pessoas desocupadas.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho