Conecte conosco

Últimas do Dia

Saída do acordo nuclear iraniano ‘custará caro’ aos EUA, adverte ex-chefe da CIA

Publicado

em

Casa Branca

AGÊNCIA SPUTNIK -A saída dos EUA do acordo nuclear iraniano levará a um confronto com a Europa, afirmou o ex-diretor da CIA, Michael Hayden, em entrevista ao jornal Spiegel. Na terça-feira (8), Trump anunciou a saída dos EUA do acordo nuclear com o Irã, acusando Teerã de violar os termos do acordo.

O líder americano ordenou imediatamente a reintrodução das sanções contra o país que abrangerão setores de importância crítica da economia iraniana, incluindo energia e finanças.

Os restantes signatários do acordo (Rússia, China, Reino Unido, França a Alemanha) se expressaram contra a decisão norte-americana. Os parceiros europeus dos EUA afirmaram que seguirão leais aos termos do acordo.

“O confronto principal teremos não com o Irã, mas com nossos amigos da Europa. Os europeus têm direito legítimo de levantar questões, tais como: ‘Nossa opinião é importante? Será que os americanos levam nossa visão em consideração?’ Nós deixaremos nossos melhores amigos bravos, e então ocorrerá colapso das relações transatlânticas”, afirmou Hayden.

“O presidente dos EUA, Donald Trump, impôs sua vontade ao Reino Unido, à França e à Alemanha, e agora vai celebrar essa ‘vitória’ […] Esta ‘vitória’ efêmera custará muito caro”, advertiu o ex-diretor da CIA.

O JCPOA, assinado em 2015 entre o Irã e Grupo 5+1 (EUA, Rússia, Reino Unido, França, China e Alemanha) e considerado histórico, limitou o programa nuclear de Teerã em troca do cancelamento das sanções internacionais contra o país. Desde sua campanha presidencial, o atual presidente dos EUA vem criticando o JCPOA, qualificando-o como o pior acordo da história dos EUA, e ameaçou abandonar o JCPOA se ele não fosse “corrigido”.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Saúde

VEREADOR DEL PROPÕE DIA MUNICIPAL DE COMBATE À DOENÇAS RENAIS

Publicado

em

Simões Filho tem um grande número de pacientes renais que, dia sim dia não, precisam passar pela tortura da hemodiálise.

Já passou da hora de se implantar um centro de hemodiálise para atender a grande demanda de pacientes do município.

Na sessão da câmara de vereadores desta terça-feira(18), o vereador Delvaldo [DEL] apresentou um projeto que cria O DIA DE PREVENÇÃO E COMBATE À DOENÇAS RENAIS.

O prjeto foi aprovado por unanimidade e de acordo com o mesmo, a data escolhida é o dia 9 de março.
Projeto será encaminhado para o executivo sanção do prefeito Dinha.

Em tempo;

A cidade baiana de Ribeira do Pombal, com cerca de 55 mil habitantes tem um centro de hemodiálise e atende pacientes de diversos municípios da região.

Continuar Lendo

Simões Filho

AO VIVO: ACOMPANHE A 60º SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES

Publicado

em

Continuar Lendo

TEXTÍCULOS DO MÁRIO

ATRÁS DE GALINHA MORTA

Publicado

em

O rumo da prosa é outro.

Com muito custo, “nois vai atrais”.

Sobre a reunião da comissão e o prefeito. Leia aqui.

Foi dito que não queriam tratar um assunto tão sensível com viés político. Muito bem!

Já descobrimos que o prefeito ouviu um “breve relato” das ações do seu maior opositor na câmara municipal e que um certo deputado – candidato a reeleição –  quer uma audiência para destinar verba de uma ambulância para o município.

Sobre esse ponto da prosa, também sabemos que o prefeito teve que intervir e se sentiu forçado, obrigado a dar uma aula sobre como deve ser a destinação de recursos financeiros por parte de deputados a municípios do estado.

Se foi dito que “…não queriam tratar um assunto tão sensível com viés político…”  Por que então, fizeram questão de falar da posição de dois opositores do prefeito?

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho