TEM UMA SIMÕES FILHO MELHOR
Dinheiro & Negócios

Presidente mundial do Carrefour está no Brasil.

Presidente mundial do Carrefour está no Brasil. 15 de agosto de 2011Leave a comment

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Lars Olofsson chegou ao Brasil na manhã desta segunda-feira (15) para tranquilizar os funcionários do Carrefour. Desde o anúncio da possível fusão com Pão de Açúcar, há dois meses – que praticamente se desfez com a saída do BNDES do acordo –, e os rumores de uma possível venda da operação brasileira para o Wal-Mart,  o quadro de diretores da empresa vive um clima de forte insegurança.

Segundo relato de pessoas próximas à diretoria-geral do Carrefour no Brasil, Olofsson, sueco que comanda a empresa desde 2009,  vem dizer aos brasileiros que o grupo não está à venda e que o país é estratégico para o negócio dar certo. O encontro está sendo em São Paulo, na sede da matriz brasileira.

O Carrefour no Brasil vem passando por uma reestruturação há dois anos, sob o comando de Luiz Fazzio. O executivo trocou a maioria quase absoluta da diretoria executiva que estava na empresa com o ex-dirigente, Jean-Marc Pueyo. Fazzio é conhecido por sua aversão à imprensa e tem se recusado a dar qualquer declaração sobre a situação da empresa no Brasil.

A reestruturação provocou muitas demissões e redução de quadros. Mas, segundo fontes, muitas cadeiras de diretoria de segunda linha continuam vazias porque não está fácil encontrar quem queira trabalhar na empresa. O motivo é a insegurança com o futuro do Carrefour no país.

Essa insegurança vem sendo alimentada pela falta de comunicação dentro do próprio grupo. Lars Olofsson estava de viagem marcada para o Brasil há dois meses, mas acabou desistindo quando o acordo de fusão com Pão de Açúcar ganhou repercussão muito negativa em função da participação do BNDES no processo, com investimento de mais de R$ 4 bilhões.

A assessoria de imprensa de Olofsson afirma que o presidente mundial do grupo enviou para a filial brasileira, há três semanas, duas cartas e um vídeo se dirijindo aos funcionários  para “manter o contato com os brasileiros” e com a promessa de vir visitá-los o mais rápido possível. Ainda assim, não conseguiu aliviar o clima de tensão entre eles.

A assessoria também nega que ele terá qualquer encontro com Abilio Diniz ou alguém ligado ao acordo de fusão com grupo Pão de Açúcar. Lars Olofsson fica no Brasil dois dias e volta para a França, onde ainda tem o enorme desafio de manter o Carrefour operando acima do vermelho.

Portal g1.com.br

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *