56 anos de emancipação
Profissão ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Greve paralisa os Correios.

Greve paralisa os Correios. 14 de setembro de 2011Leave a comment

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Os funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ETC) paralisaram as atividades, por tempo indeterminado, em todo o país, a partir desta quarta-feira (14). Na Bahia, a decisão foi aprovada numa assembleia realizada na noite de terça (13), na Praça da Inglaterra, no Comércio, em Salvador, que reuniu cerca de mil trabalhadores.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos da Bahia (Sincotelba), Simone Soares Lopes, informou que a categoria está em campanha por reajuste salarial. Há 44 dias, os trabalhadores tentam negociar um acordo com a empresa.

O vice- presidente do sindicato, Apolinário Joaquim, disse que a adesão à greve foi total. Com isso, praticamente todas as agências estão fechadas. Estão funcionando apenas as agências franqueadas, cujos funcionários não integram o quadro da empresa.

A direção dos Correios na Bahia não se pronunciou sobre a questão. Segundo a assessoria de comunicação, em Salvador, o diretor regional, Cláudio Moras Garcia, “não está autorizado a falar sobre a greve”.

Reivindicação – Os grevistas reivindicam piso de 3,5 salários mínimos, ou um aumento real de R$ 400, reposição das perdas salariais referente ao período de 1994 a 2010 (24,76%), cesta alimentação e refeição no valor de R$ 300, cada, e redução da jornada de trabalho de oito para seis horas para quem trabalha no atendimento.

Dos 5.200 funcionários da ECT na Bahia, 3.000 trabalham em Salvador, nas funções de carteiros (são 1.068), supervisores, atendentes, operadores de triagem, motoristas, motociclistas, além do pessoal administrativo. A última greve da categoria foi em 2009.

Em Brasília, os Correios informaram que já está em andamento um plano de contingência, com o remanejamento de funcionários internos para o setor de correspondência, a fim de dar prioridade à entrega.

Na Bahia, por dia, os Correios encaminham 1,2 milhão de objetos simples; 50 mil objetos registrados são entregues pelos centros de distribuição domiciliária; 30 mil Sedex (14 mil em Salvador); 10 mil encomendas PAC (4 mil na capital); e 5 mil malotes (2 mil em Salvador).

 

Fonte: bahiatodahora.com.br

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *