TEM UMA SIMÕES FILHO MELHOR
Especiais ÚLTIMAS NOTÍCIAS

[ PRONTO FICOU FAMOSA!] Se você não viu… O Mundo descobre o que a Mulher-Ketchup tem.

[ PRONTO FICOU FAMOSA!] Se você não viu… O Mundo descobre o que a Mulher-Ketchup tem. 26 de setembro de 2011Leave a comment

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Jornal britânico publica, em seu site, matéria sobre a Mulher-Ketchup

Ela nunca ouviu falar em David Beckham, conhece a princesa Diana de nome, nunca escutou os tais dos Beatles e não sabe que Manchester United é time de futebol. Questionada sobre Londres, é categórica: “Só sei que é longe”.

Apesar da enorme distância que separa a pequena Pindobaçu – a 377 quilômetros de Salvador – da Inglaterra, Erenildes Aguiar Araújo, a Mulher-Ketchup, acabou virando manchete do site do jornal The Guardian, uma das principais publicações do mundo e, às 20h30 de ontem, aparecia como a notícia mais lida de assuntos internacionais, à frente inclusive de notas sobre a Assembleia Geral da ONU. O Daily Mail, outra importante publicação britânica, também contou a história. E não foi só lá.

A história de Erenildes, que usou ketchup para forjar a própria morte com a ajuda do seu algoz e recebeu parte da recompensa do crime, exportou Pindobaçu e a espalhou no Mapa Mundi. O fato também teve espaço nos canais de TV ABC (EUA) e Telecinco (Espanha), em sites de Itália, Argentina e Peru, em rádios de Bolívia, Chile e Venezuela, e até em publicações de países como Rússia, Nigéria, Turquia, Suécia, Grécia e Tailândia.

Se Londres é longe para a Mulher-Ketchup, imagine o Cazaquistão e o Azerbaijão, onde ela também foi notícia. Quase todos reproduzem a foto bizarra da dona de casa ensopada de condimento, amordaçada e com a faca presa à axila. Mas o Guardian, segundo lugar em acessos no mundo entre os sites de jornais de língua inglesa (atrás apenas do New York Times), contou tudo em detalhes. Citando como fonte o CORREIO, o repórter Tom Phillips assina matéria do Rio de Janeiro com o seguinte título: Ketchup killing proves sauce of fun for Brazilian town (algo como: Assassinato com ketchup dá molho divertido a cidade brasileira).

O texto traz passagens cômicas. Pillips compara o caso com dois seriados de TV: “Está mais para Monty Python do que para CSI Miami”, escreveu, referindo-se a dois programas, o primeiro de comédia e o outro sobre investigações criminais.

Além de Erenildes, são citados na reportagem o “town’s mayor” (prefeito), Hélio Palmeira, o “police chief” (delegado) Marconi Almino, o “killer” (matador) Carlos Roberto de Jesus e a mandante do crime, a “housewife” (dona de casa) Maria Nilza Simões. Ela é amante do marido de Erenildes e encomendou o crime para se livrar da rival.  Segundo moradores, Maria Nilza está trancada em casa. “A vizinha disse que ela não para de chorar”, conta Erenildes.

 


Erenildes pode entrar para a política no município baiano de Pindobaçu

O site do jornal Daily Mail publica até um mapa do Google localizando Pindobaçu. Como um dos 20 jornais de maior circulação do mundo, foi a partir dele que o fato foi “copiado” para vários países.

Da Inglaterra para a maior emissora de TV dos EUA. Um telejornal da Rede ABC deu nota com foto do caso. Durante os 32 segundos da nota, a apresentadora não conseguiu esconder o sorriso.

Enquanto o planeta transborda ketchup, Erenildes continua em casa. Até porque seu marido anda ciumento. “Já se estressou sério com um”. Quando soube da fama mundial, ela  brincou: “E o cachê vai ser quanto?”.

 

Fonte: correio24horas.com.br

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *