TEM UMA SIMÕES FILHO MELHOR
TV & FAMOSOS

Famosos na mira da Polícia Federal.

Famosos na mira da Polícia Federal. 9 de outubro de 2011Leave a comment

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Os carros importados do atacante do Corinthians, Emerson Sheik, Diguinho, do Fluminense, o meio-campista Kleberson, do Atlético-PR e dos cantores Latino e Belo, foram apreendidos pela Polícia Federal.

Os veículos foram contrabandeados, entrando ilegalmente no país, conforme destacou o jornal Lance!. Ao todo, 102 veículos foram recolhidos pela Polícia em conjunto com a receita Federal na sexta-feira (7).

Em nota, o jogador Kleberson diz que comprou o Jip Hummer em abril do ano passado, “em uma empresa em regular funcionamento e o valo devido foi integramente pago, da forma justa, e consta em nota fiscal emitida em seu nome. O advogado de Latino declarou que “repudia qualquer insinuação sobre seu envolvimento ou participação em negócios de importação e comercialização de veículos”. O advogado complementou ainda que o cantor vai colaborar com as investigações.  E o advogado do pagodeiro Belo, também negou que o cantor estivesse envolvido em irregularidades. “Ele adquiriu o veículo mediante o recebimento de toda a documentação”.

A Operação Black Ops foi criada para detalhar a entrada de veículos de luxo no país. A investigação constatou que apenas esses 102 autos recolhidos podem ter causado prejuízo ao erário de R$ 30 milhões. A 3ª Vara Federal Criminal determinou o recolhimento desses veículos e acredita que o número de autos irregulares pode dobrar. Os investigadores apontaram uma série de irregulares na entrada desses veículos no país. Os carros chegavam com falsas documentações declarando como 0km, quando na verdade eram semi-novos. Os valores recolhidos de impostos eram subfaturados.
Os clientes conseguiam comprar os automóveis por até 30% mais barato, evitando também a fila de interessados na aquisição de veículos em concessionárias de importados. Além disso, esses veículos contrabandeados entravam no país com todos acessórios pedidos pelo cliente, atraindo compradores.
Segundo o Lance!, um dos mentores do esquema fraudulento foi preso na sexta-feira, no Rio de Janeiro. A Polícia investiga se os compradores sabiam da fraude ou se foram enganados pelos vendedores. O carro de Diguinho teria sido vendido pelo atacante corintiano Emerson Sheik.
Fonte: bocaonews.com.br
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *