TEM UMA SIMÕES FILHO MELHOR
Especiais Polícia

Câmeras flagram tentativa de assalto a colégio em Feira de Santana (BA).

Câmeras flagram tentativa de assalto a colégio em Feira de Santana (BA). 24 de agosto de 2011Leave a comment

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Ação dos criminosos ocorreu no sábado (20). Colégio estava sem aulas.
Porteiro e merendeira presenciaram o crime. Ninguém ficou ferido.

As câmeras de segurança de uma escola em Feira de Santana, a 100 km de Salvador, registraram uma tentativa de assalto no último sábado (20). As imagens foram liberadas na terça-feira (23). O Colégio Estadual do Rotary, onde ocorreu o crime, existe desde a década de 60 no bairro Capuchinhos e hoje tem mais de 300 jovens matriculados. A unidade já foi arrombada três vezes.

A ação dos bandidos foi gravada pelo sistema de câmeras de segurança. As imagens mostram os dois assaltantes chegando quando o porteiro e a merendeira estão indo embora. Um dos criminosos saca a arma, mas o funcionário consegue fechar o portão, enquanto a colega foge. Os bandidos roubam a bicicleta dele.

“A primeira reação foi a proteção do patrimônio do colégio e da minha vida também. Eu fechei o portão e ele levou os meus pertences”, conta o porteiro José Roberto Amorim. A merendeira Dulce Chalegre relata que correu assim que viu o revólver com o ladrão. “Nem lembrei que deixei o porteiro e nem voltei para entrar na escola”, diz.

Os estudantes se sentem intimidados pela ação dos marginais. “Eu fiquei com medo, isso podia ter acontecido em um dia em que estivéssemos aqui”, diz uma das alunas.

Outras escolas da rede pública também já foram alvos dos bandidos nos anos anteriores, como a Escola Jeorgina Rrisman, no Jardim Acácia, que já foi sofreu 11 arrombamentos até 2008 e até hoje só tem grades de proteção. A escola não câmeras ou outro sistema de segurança.

De acordo com o policial civil Dalilo Ferreira, a polícia já fez um diagnóstico dos problemas enfrentados pelas escolas. “Disponibilizamos um número de telefone para que os diretores das escolas mantivessem contato com esses policiais e sempre que houvesse qualquer tipo de suspeita nós atuamos. Também fazemos visitas ordinárias, que não necessitam de suspeita para que ocorram”, explica.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *