TEM UMA SIMÕES FILHO MELHOR
Especiais Polícia

Esposa de sargento morto em Salvador confessa crime, diz polícia

Esposa de sargento morto em Salvador confessa crime, diz polícia 13 de agosto de 20111 Comment

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Mulher do policial depôs na tarde desta sexta-feira (12). Polícia vai dar detalhes do depoimento em coletiva de imprensa.

Do G1 BA, com informações da TV BA

imprimir

A esposa do sargento da Polícia Militar morto na quinta-feira (11), em Salvador, confessou a autoria do crime na tarde desta sexta-feira (12). Em depoimento, a mulher disse que baleou o marido durante uma briga do casal. Segundo o relato, ela era agredida frequentemente por Fábio Cintra.

Antes do crime, o casal teria discutido, quando o sargento ameaçou matar a mulher com um revólver. Segundo ela, ele chegou a colocar a arma em seu pescoço, mas não atirou e deixou o revólver em uma cômoda do quarto. As agressões teriam recomeçado, quando a mulher conseguiu pegar a arma. O sargento teria disparado a arma contra o próprio abdômen quando tentou tomá-la da esposa.

De acordo com a mulher, Fábio Cintra persistiu tentando reaver o revólver, mesmo baleado, tendo disparado a arma mais uma vez, atingindo a própria cabeça.  A esposa disse que tentou colocá-lo na cama para tentar reanimá-lo, mas ele morreu.

Desde o início das investigações a polícia apontou a mulher do policial como principal suspeita do crime. Na quinta-feira (11) ela foi submetida a exames de lesão corporal e a Microscópio de Varredura Eletrônica (MEV), este último para detectar vestígios de chumbo em sua roupa ou pele. A mulher vai ficar custodiada à disposição da Justiça na carceragem da Delegacia de Repressão a Crimes Contra a Criança e o Adolescente (Derca).

Crime

O policial militar foi morto na manhã de quinta-feira (11), no apartamento no qual morava com a mulher e um filho, no condomínio Arvoredo, no bairro de Tancredo Neves. O sargento atuava na Rondesp (Rondas Especiais da Polícia Militar) há 13 anos e foi baleado com dois tiros, que atingiram sua cabeça e abdômen.

Principal suspeita do crime, a mulher da vítima prestou depoimento na delegacia, e disse à policia que dois homens encapuzados teriam invadido o apartamento e trancado ela e o filho no quarto.

Em seguida, eles teriam matado o policial. Mas como não foram encontrados sinais de arrombamento no apartamento e o tiro que matou o sargento partiu da arma dele, para a polícia ela é a principal suspeita do crime. Ela está presa depois de ter feito exames no Departamento da Polícia Técnica que vão determinar se ela tinha vestígios de pólvora nas roupas e no corpo, principalmente nas mãos.

fonte: g1.com.br/bahia

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *