56 anos de emancipação
Especiais Polícia

Guerra entre supostos estudantes no pátio da prefeitura de Simões Filho

Guerra entre supostos estudantes no pátio da prefeitura de Simões Filho 30 de setembro de 20114 Comments

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
Supostos estudantes motivaram nesta terça-feira (27) um dia de terror no pátio do estacionamento da prefeitura de Simões Filho.Por volta das 3 da tarde iniciou uma verdadeira guerra entre cinquenta supostos alunos dos colégios que ficam próximo a prefeitura.
Briga essa que feriu um adolescente de 15 anos. A briga ocorreu nas proximidades da escola, o que vem se tornando rotina, inclusive com ameaças de morte. O estudante sofreu lesão no corpo, provocadas por socos, chutes pontapés, mas passa bem. Testemunhas disseram que os alunos envolvidos, todos são estudantes dos três colégios que ficam próximo a prefeitura.
– Geralmente as brigas que acontecem são disputas entre grupos de bairro. A briga que aconteceu foi entre os moleques e não estudantes. Mas é comum ocorrer brigas entre gangues desses bairros – disse um estudante.

 

Um outro aluno disse que um dos estudantes envolvidos na briga de terça, o morador do Ponto de Parada , foi ameaçado de morte. “Ele é ‘brigão’ e está jurado por uns moleques do bairro dele. Eles tinham marcado o moleque há algum tempo, mas ele nem é de briga e acabou apanhando”, relatou o estudante.

 

Uma aluna disse que as brigas no pátio da prefeitura já se tornaram comuns. “Já estamos ficando com medo de tantas brigas. Além de homens, as brigas envolvem também mulheres. A gente (estudante) sempre fica sabendo que a maioria das brigas é combinada antes. Os grupos são sempre de bairro contra bairro. “A prefeitura tem que tomar uma atitude sobre a situação desse pátio, onde ,alem de brigas existem assaltos e tentativas de estupros”, contou a estudante.
Fonte:falasimoesfilho.com
Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

4 comments

  1. Lamentável que o nosso governo não tome providências… os alunos ficam soltos no pátio. Numa horas dessas não podemos contar com o juizado nem com a polícia. É verdade que existem muitos “moleques” no pátio, porém a maioria é composta por estudantes, filhos do povo, que não têm segurança nenhuma naquele pátio. Não foram poucas as vezes que vi absurdos como o citado… quem não está lá não imagina o desespero que as crianças ficam mediante situações rotineiras como esta. Cabe também citar o estado crítico em que os escolares se encontram, colocando em risco a vida de estudantes e professores. As vezes tenho a impressão de que não vou viver para ver a educação de Simões Filho se emancipar!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *