TEM UMA SIMÕES FILHO MELHOR
Política

João Henrique comprou briga com evangélicos

João Henrique comprou briga com evangélicos 29 de setembro de 2011Leave a comment

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

As dificuldades de relacionamento entre o prefeito João Henrique e a base aliada na Câmara Municipal de Salvador vão além da falta de “trato” do chefe da Casa Civil com os vereadores. Já há algum tempo foi evidenciado o desgaste do Thomé de Souza junto à bancada evangélica. Mas, só agora o Bocão News conseguiu descobrir a gênese do problema: ao contrário de anos anteriores, a prefeitura não auxiliou a realização da Marcha para Jesus, promovida por diversas igrejas evangélicas no último 2 de julho. A informação foi confirmada, nesta quarta (28), pelo vereador Isnard Araújo (PR), um dos representantes do segmento no Legislativo.

“De fato, isso aconteceu. Nas edições anteriores, a Saltur e outros órgãos do município deram apoio estrutural, financeiro e institucional. Entretanto, desta vez, nos deixaram na mão. Inclusive, a igreja Batista e a Renascer tiveram que arcar com despesas adicionais e estão com dificuldades até para pagar fornecedores e prestadores de serviços. Só para você ter ideia, este ano reunimos três mil igrejas e mais de um milhão de pessoas. Apesar da importância do evento, a Marcha está realmente ameaçada”.

Além da fonte citada, a bancada evangélica é composta por Pastor Luciano (PMN), Tia Eron (PRB) e Héber Santana (PSC). Apesar do número reduzido de integrantes, o grupo tem grande influência na Câmara e respaldo de diversos setores sociais.

Por conta do “incidente”, a expectativa é de que o governo não conte com o apoio do bloco parlamentar nas votações que estão por vir, com destaque para os projetos relacionados com a Copa do Mundo e a revisão da Lei de Ordenamento do Uso e Ocupação do Solo do Município (LOUS). “Não tenha dúvida que isso tudo vai gerar implicações políticas. Afinal, como está escrito na Bíblia, uma casa dividida não se sustentará”, profetizou Isnard.

O mais inusitado é que o prefeito João Henrique também é evangélico.

 

 

Fonte: bocaonews.com.br

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *