56 anos de emancipação
Política ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Ministro do Turismo entrega carta de demissão nesta quarta.

Ministro do Turismo entrega carta de demissão nesta quarta. 14 de setembro de 2011Leave a comment

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Desde que assumiu o Ministério do Turismo, em janeiro, Novais virou foco constante de denúncias.

O ministro do Turismo, Pedro Novais, vai entregar o cargo ainda nesta quarta-feira (14). Não lhe resta outro caminho, após a reunião das lideranças do PMDB, pela manhã, na qual ficou decidida a retirada do apoio do partido à sua permanência à frente da pasta.

Desde que assumiu o Ministério do Turismo, em janeiro, Novais virou foco constante de denúncias. Na última, publicada nesta quarta pelo jornal Folha de São Paulo, o Palácio do Planalto soube que o ministro usa um servidor da Câmara, Adão dos Santos Pereira, como motorista particular da mulher dele, a aposentada do serviço público Maria Helena de Melo.

Adão servia no gabinete de Novais, quando ele era deputado federal pelo PMDB do Maranhão. Quando Novais deixou o cargo para assumir o ministério, o motorista foi transferido, em um jogo cruzado de favores políticos e fisiológicos comum no Congresso, para o gabinete do deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA) – ambos, Novais e Escórcio, são aliados incondicionais do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP).

Explicações – Também pela manhã, a presidente Dilma Rousseff disse que conversará ainda hoje com o ministro para ouvir explicações e avaliar a situação após as denúncias publicadas pela imprensa de que ele pagou o salário de uma governanta com recursos da Câmara, na época em que era deputado federal, antes de assumir o cargo no Executivo.

“Primeiro a gente pede as explicações cabíveis. Eu voltei hoje de São Paulo e hoje vamos encaminhar isso, avaliar qual é a situação, e avaliar as medidas cabíveis de forma muito tranquila”, disse a presidente, antes de participar da abertura do Seminário Gestão de Compras Governamentais – a Experiência da Educação, em Brasília.

Outras denúncias – Na terça-feira (13), foi a vez da Folha de S. Paulo publicar reportagem mostrando que o ministro teria usado dinheiro da Câmara dos Deputados para pagar o salário da governanta de seu apartamento em Brasília. Em nota da assessoria, o ministro afirmou que ela era lotada no seu gabinete de deputado até dezembro de 2010. Seu trabalho era dar “apoio administrativo ao deputado e aos outros funcionários”.

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, disse que a denúncia da Folha poderá ser investigada e que o episódio, por se tratar de suposto caso de improbidade, não é protegido pelo foro privilegiado. “Eu vi apenas a notícia divulgada na imprensa, mas isso vai se somar a toda aquela série de procedimentos que já se encontram no Ministério Público”, afirmou.

 

A denúncia de pagamento irregular à governanta surge pouco mais de um mês depois da operação da Polícia Federal que denunciou o desvio de recursos do ministério. Ao todo, 36 pessoas foram presas, oito delas integrantes da pasta. Novais também ficou marcado pela denúncia feita pelo Estado de S. Paulo, em dezembro de 2010, com repercussão em toda a imprensa nacional, de que pedira à Câmara o ressarcimento por despesas em um motel de São Luís (MA).

Fonte: bahiatodahora.com.br

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *