TEM UMA SIMÕES FILHO MELHOR
CIDADES

Fogo consome mil hectares da biodiversidade da Chapada.

Fogo consome mil hectares da biodiversidade da Chapada. 6 de outubro de 2011Leave a comment

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A área atingida pelo fogo, que teve início na tarde de segunda-feira, é de cerca de mil  hectares. Mas, segundo o comandante da operação, tenente-coronel Carlos Miguel de Almeida Filho, a situação está quase controlada.

Até o final da tarde desta quarta, dia 05,  o fogo na Serra do Bode, entre os municípios de Mucugê e Andaraí, na Chapada Diamantina (a 500 km de Salvador), continuava intenso apesar de toda a estrutura montada. O combate  conta com cerca 96 homens, sendo 70 brigadistas e 26 do Corpo de Bombeiros, vindos de cidades vizinhas, como Lençóis, Ibicoara, Palmeiras, Andaraí e Feira de Santana.

A área atingida pelo fogo, que teve início na tarde de segunda-feira, é de cerca de mil  hectares. Mas, segundo o comandante da operação, tenente-coronel Carlos Miguel de Almeida Filho, a situação está quase controlada.

“O importante é que estamos conseguindo preservar as áreas de reserva florestal, como o Parque Nacional da Chapada e o Projeto Sempre Viva, além de diminuirmos o risco de atingir a cidade, principalmente fumaça e fuligem”, informou.

Reforço – Na manhã desta quarta, a operação, que também conta com a participação do Instituto Chico Mendes e da Secretaria de Meio Ambiente de Mucugê, ganhou um reforço considerado primordial: o helicóptero da Polícia Militar, que está fazendo o transporte dos brigadistas, além de levar água e alimentação para os locais apontados como focos do incêndio.

“O acesso é muito difícil, não passa carro, e temos de andar cerca de quatro horas para chegar aos focos. Com a aeronave, o trabalho melhora, já que ganhamos tempo”, afirmou o secretário de Meio Ambiente e Turismo de Mucugê, Euvaldo Ribeiro Júnior.

A área atingida é uma reserva particular do patrimônio natural (RPPN). Mas, mesmo assim, estão sendo tomadas todas as medidas para que o combate ao fogo seja feito o mais rápido possível, para que  não se propague e atinja outras áreas.

O vento é o maior inimigo segundo a coordenação dos trabalhos, já que facilita a propagação das chamas. “Estamos fazendo barreiras com equipamentos manuais, como abafadores, bombas costais (mochilas com capacidade para 30 litros de água), e temos a favor barreiras naturais, como os rios, que  são três  cobrindo a região”, explicou Bruno Lintomen, chefe do Parque Nacional da Chapada e representante do Instituto Chico Mendes.

Causas – Vegetação seca, baixa umidade do ar, altas temperaturas e a falta de chuvas estão sendo os principais motivos apontados como causa do incêndio, que é uma constante nesta época do ano. “Temos dificuldades como o número reduzido de brigadistas e equipamentos, mas o pior é não haver  aeronave de combate a incêndio na Chapada  Diamantina”, destacou Ribeiro Júnior.

O local do incêndio fica a  três quilômetros da sede de Mucugê e, apesar da variedades de fauna e flora, como veados, onças, pássaros, répteis, tatus, coelhos, raposas, orquidários naturais e campos de sempre-viva (flor da região), não é atrativo turístico.

O último incêndio na área ocorreu há 15 anos, mas o local foi totalmente regenerada. Em 2008, outro no Parque Nacional da Chapada Diamantina destruiu cerca de 1/3 da área e foram 40 dias para conseguir controlar as chamas. “Este foi o maior incêndio ocorrido na região pela proporção que atingiu, ele não sai da nossa lembrança”, frisou Bruno Lintomen.

 

Fonte:atarde.com.br

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *