Conecte conosco

Eleições

ACM NETO SENDO ACM NETO, DECLARA APOIO A BOLSONARO

Publicado

em

Atordoado com a fragorosa derrota nas urnas no primeiro turno de 2018, o prefeito de Salvador ACM Neto declarou que irá apoiar o candidato a presidente Jair Bolsonaro.

O posicionamento de ACM Neto revela o oportunismo escancarado do prefeito de Salvador uma vez que, tendo  declarado apoio ao movimento das Mulheres Contra Bolsonaro, que aconteceu em várias cidades do pais, no último dia 29 de setembro, marcado pela hastag #Ele Não, deixa claro que estava apenas tentando SURFAR NA ONDA para se beneficiar politicamente.

O anuncio foi feito hoje (10) em coletiva de imprensa no hotel Golden Tulip, no Rio Vermelho, ao lado do também derrotado, José Ronaldo que disputou a vaga de governador com Rui Costa.

ACM Neto tentou diminuir o peso de apoiar um candidato que se declara favorável à tortura, contra os direitos das minorias, dos negros, direitos do trabalhador, contra a valorização da mulher no mercado de trabalho, contra o estado laico, dizendo que não concorda 100% com os posicionamentos do candidato Jair Bolsonaro.

“Quero justificar nesse momento a minha posição já fazendo ressalvas. Eu não concordo 100% com os pensamentos, bandeiras e pregações dele. A democracia não é feita de concordar com 100%. Eu discordo 100% do governo do PT no Brasil. Se estamos vivendo uma crise de natureza econômica, moral e social é graças ao PT. Ao que Dilma e o PT fizeram no nosso país”, disse ACM Neto.

O posicionamento, segundo Neto, é de coerência com um partido que sempre se opôs ao PT. “O DEM deixou claro qual sua linha de pensamento, uma posição que guarda coerência com sua história. Não tinha cabimento um partido que combateu o PT deixarmos de dizer toda nossa posição clara de que nosso campo não é o do PT”, afirmou.

ACM Neto só esqueceu de lembrar que ao lado de Aécio Neves, Geddel Vieira Lima, Eduardo Cunha, Romero Jucá e outros, apoiou o golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff na implantação das chamadas pautas bombas, na câmara dos deputados, levando o pais a uma situação de ingovernabilidade, mergulhando o pais numa crise sem precedentes apenas por não aceitar mais uma derrota nas urnas, nas eleições de 2014.

A decisão de Neto vai de encontro ao que disse o próprio prefeito no mês passado. Confira: 

 

Em tempo;

O apoio de ACM Neto soa como um: “Dane-se o Brasil, desde que a gente derrote o PT”