Conecte conosco

Brasil

Apesar de decisão do STF, Planalto mantém sob sigilo gastos com cartão corporativo

Determinação entrou em vigor no dia 11; governo confirma já ter sido notificado

Publicado

em

Metro1 – Quase um mês depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que derrubou o sigilo de alguns gastos do presidente da República, inclusive os feitos por meio de cartão corporativo, nada mudou: boa parte das despesas da Presidência e da vice-presidência com o cartão continuam sob sigilo.

Segundo o UOL, pelo menos até ontem (4), o Portal da Transparência mantinha em segredo a forma como foram gastos R$ 9,8 milhões do cartão corporativo na Presidência da República e em órgãos como o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e a Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Na vice-presidência, outros R$ 468,5 mil continuavam em sigilo.

Procurado pela reportagem, o STF voltou a afirmar que a decisão está em vigor desde 11 de novembro, quando foi publicada a ata do julgamento ocorrido quatro dias antes. O Planalto também confirmou ter sido notificado da decisão do Supremo no dia 20 de novembro.

P U B L I C I D A D E