Conecte conosco

Dicas & Macete

Aprenda a fazer unhas e seja sua própria manicure

Publicado

em

possível fazer as próprias unhas e deixá-las tão bonitas quanto as feitas por uma manicure. Por isso, confira nossas dicas e alguns segredos que conseguimos desvendar com uma profissional de uma badalada rede de salões de beleza.

Mirian Aparecida de Carvalho é formada em podologia pela Universidade Anhembi Morumbi e fez curso de manicure no Senac. Ela atende uma clientela exigente que frenqüenta o salão Jacques Janine do bairro de classe média alta da Vila Nova Conceição, em São Paulo. Segundo ela, é preciso alguns itens básicos para poder fazer as unhas em casa.

Os produtos necessários são simples. Em um “kit manicure” deve ter:

  • – lixa de unha
  • – alicate (para remover o excesso de cutícula)
  • – alicate para cortar unha ou tesoura
  • – espátula (para empurrar a cutícula)
  • – pauzinho de laranjeira (para limpar o esmalte)
  • – algodão
  • – removedor de esmaltes
  • – base de unha (pode-se optar por base fortalecedora)
  • – oléo secante ou spray secante
  • – creme hidrante (para retirar cutículas ou aquele que é usado nas mãos)
  • – esmaltes

 

Dicas:

Mirian explica que não se usa mais aqueles potes ou bacias cheios de água para deixar as mãos ou os pés mergulhados com o objetivo de amolecer a cutícula. “Usamos pedaços de algodão em cada dedo e umedecemos com água. É só deixar uns três minutos e pronto. Tem o mesmo efeito e é muito mais higiênico”, ensina.

Outra dica é nunca remover toda a cutícula das unhas, principalmente, porque elas são uma proteção. “Se aprofundar muito a cutícula você acaba abrindo as portas para a contaminação e, quanto mais se tira, mais cutícula se tem”, diz. Por isso, o ideal é empurrar a cutícula com a espátula, sem machucar.

Para deixar a superfície das unhas uniforme, sem aquelas ondulações ou descamações, Mirian ensina a passar um pouco de óleo secante ou óleo de cravo (que fortalece, lubrifica e tem efeito fungicida) nas unhas – após a retirada do excesso de cutícula – e passar, levente, a parte mais fina da lixa sobre as unhas.

Antes do esmalte é bom caprichar na base e passá-la em torno das unhas. “Passse a base uns dois milímetros no dedo. Isso facilita na remoção do excesso de esmalte”, conta.

Na hora de pintar as unhas, o ideal é dar duas demãos bem finas – esmalte suficiente no pincel para cobrir toda a unha – para ter um acabamento melhor, mais bonito e conseguir obter a cor exata do esmalte.

Quando for retirar o esmalte, em especial cores escuras, para evitar que os dedos e unhas fiquem manchados, Mirian recomenda passar um pouco de óleo secante antes do removedor de esmaltes.

 

 

 

 

Fonte: TerraBeleza