Conecte conosco

Educação

[AUDIÊNCIA PÚBLICA] Segurança nas escolas, violência e drogras foram os temas que nortearam o debate

Publicado

em

Foi realizada na manhã desta terça-feira (10), uma Audiência Pública para tratar da violência nas escolas do município.

O evento, histórico em Simões Filho contou com a participação do Ministério Público, Autoridades Policiais, Vereadores, Secretária de Educação do município a Senhora Vera Buri, o Prefeito Eduardo Alencar, Capitão Átila, estudantes, representantes de classes e população.

Foram discutidas e apresentadas propostas e sugestões para a melhoria na educação, cultura e segurança dos nossos estudantes.

A população teve participação efetiva com perguntas, relatos e sugestões para os vários pontos tratados.

A audiência foi iniciada por volta das 8h: 50min e se estendeu até o início da tarde por volta das 13h: 13min.

Esta audiência só foi possível por conta da mobilização da União dos Estudantes de Simões Filho que vem sendo colocada em prática, desde o fato do espancamento do garoto no pátio da prefeitura no mês passado, onde os mesmos exigiram providências das autoridades para se colocar em práticas soluções efetivas para minimizar a marginalização dos nossos estudantes e jovens.

As drogas, suas causas, seus efeitos e como combater esse mal, foi ponto amplamente discutido e entendido como ponto da questão que exige atenção máxima.

A valorização cultural dos artistas locais foi colocada como sendo item sem o qual a não há como reduzir a criminalidade e a aproximação às drogas pelos nossos jovens.

O trabalho dos agentes do juizado de menores de nossa cidade, teve suas dificuldades relatadas a exemplo da pouca estrutura e condições de trabalho.

Fatos como ameaças  a agentes do Conselho Tutelar por parte de Pais que praticamente abandonam seus filhos também foi relatado.

A depredação do patrimônio público por conta de estudantes sem orientação adequada a exemplo de destruição parcial de ônibus escolares, destruição de moveis nas escolas foi lembrado pelos professores como sendo efeitos da falta de monitoramento pelas autoridades e também pelos pais em suas casas.

Exemplos de sucesso com essa questão também foi lembrado quando se relatou que em uma escola do município passou a ter monitoramento por câmeras de segurança.

Ao final da audiência, foram firmados compromissos para que soluções sejam implementadas desde já para que se minimize num primeiro momento e a longo prazo se extinga de vez a violências entre nossos jovens estudantes.

O debate continua. Você pode opinar através do nosso site mandando um recado, comentário ou matérias para ser publicada aqui.

Não fique de fora! Todos nós devemos tomar as rédeas desta questão.

A audiência Pública foi transmitida na íntegra pela Simoes Filho FM 87,9.