Conecte conosco

Dinheiro & Negócios

BC vai passar a divulgar taxa de juros preferencial brasileira

Publicado

em

MW Auto Peças 40 Anos

Taxa ‘prime’ será média dos juros cobrados para empresas de baixo risco.
Objetivo é comparar ‘custo do dinheiro’ com o de outros países, diz Tombini.

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou nesta sexta-feira (12) que a instituição passará a divulgar, a partir de setembro, a taxa preferencial brasileira, que será uma média dos juros cobrados em empréstimos feitos para empresas de grande porte consideradas “prime”, ou seja, com baixo risco de não pagamento.

O objetivo, diz Tombini, é permitir a comparação do custo do empréstimo para esse público diferenciado com o de outros países e, assim, estimular a concorrência entre os bancos.

“Será uma média de juros das operações pactuadas das instituições financeiras e clientes de grande porte, considerados de baixo risco de crédito. Essa informação passará a ser divulgada e permitirá uma melhor comparação do custo do dinheiro do país em relação a outros países que têm a taxa prime”, afirmou.

Na prática, segundo o BC, a taxa “prime” brasileira representará um patamar de juros mais baratos do mercado brasileiro, cobrado pelos bancos ao primeiro nível de clientes e grandes bancos de grande porte considerados os melhores pagadores do mercado.

Ainda de acordo com o BC, a taxa prime será anunciada em setembro no Relatório de Estabilidade Financeira, relatório do BC divulgado de seis em seis meses.

A expectativa do BC, no entanto, é de que a taxa prime seja divulgada mensalmente. Mais detalhes, no entanto, serão anunciados apenas no relatório de setembro, informou a assessoria de imprensa do BC.

“A criação dessa referência, desse benchmark a ser desenvolvida e divulgada nos próximos meses, permitirá que as demais taxas ativas do sistema possam ser comparadas com essa taxa, seja uma taxa de referência para outras taxas que prevalecem no mercado de crédito. Com isso esperamos também, com essa maior transparência e aumento da qualidade da informação, fomentar a concorrência no sistema bancário”, explicou Tombini.

Dinheiro & Negócios

Gás de cozinha fica mais caro a partir desta segunda em toda Bahia

Botijão de 13kg podem custar até R$ 110 na capital baiana com o novo reajuste

Publicado

em

O preço do gás de cozinha, tecnicamente chamado de GLP (Gás Liquefeito de Petróleo), terá reajuste de 5,9% a partir desta segunda-feira (14). O reajuste parte da Petrobras, que justificou o aumento em função do reflexo do mercado internacional.

Este não é o primeiro reajuste do gás de cozinha no ano. Em janeiro, a Petrobras elevou o preço em 6%. Em fevereiro, a alta foi de 5,1%. Em março, um novo reajuste médio de R$ 0,15 por quilo foi anunciado. Em abril, o aumento foi de 5%.

Desde quando mudou sua política de preços, em julho de 2017, a empresa ajusta os preços dos combustíveis com base nos valores praticados internacionalmente, cotado em dólar, mesmo para o consumo interno. O preço do botijão de gás em Salvador varia entre R$80 e R$102. Com o reajuste, os valores podem chegar até mais de R$ 110. 

Com informações do Tudo é Política.

Continuar Lendo

Dinheiro & Negócios

AUXÍLIO EMERGENCIAL SERÁ PROLONGADO ATÉ FIM DA VACINAÇÃO DE ADULTOS

Nesta terça-feira (8), o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que o governo vai amplificar o auxílio emergencial por mais dois ou três meses

Publicado

em

AUXÍLIO EMERGENCIAL SERÁ PROLONGADO ATÉ FIM MDA VACINAÇÃO DE ADULTOS

Ministro diz que vai manter o auxílio emergencial até toda população adulta ser vacinada. Sobre reforma tributária, Guedes acredita que não haverá grandes novidades, mas que governo não quer elevar imposto para o setor de serviços.

Nesta terça-feira (8), o ministro da Economia, Paulo Guedes, informou que o governo vai amplificar o auxílio emergencial por mais dois ou três meses, até que toda população adulta esteja vacinada no país, segundo o G1.

“Possivelmente nós vamos estender agora o auxílio emergencial por mais dois ou três meses, porque a pandemia está aí […]. Os governadores estão dizendo que, em dois ou três meses, a população brasileira adulta vai estar toda vacinada. Então, nós vamos renovar por dois ou três meses o auxílio, e logo depois entra, então, o novo Bolsa Família, já reforçado”, disse o ministro citado pela mídia.

Atualmente, o valor pago pelo auxílio se encontra entre R$ 150 e R$ 375, porém, o ministro não detalhou se esses valores serão os mesmos a serem aplicados na extensão do auxílio. Com essa nova medida, o pagamento, que estava previsto para terminar em julho, pode ser ampliado até outubro.

Continuar Lendo

Dinheiro & Negócios

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em dezembro

Inscritos no Bolsa Família com NIS final 9 podem sacar benefício

Publicado

em

Caixa paga auxílio emergencial a nascidos em dezembro

Trabalhadores informais nascidos em dezembro recebem hoje (29) a primeira parcela da nova rodada do auxílio emergencial. O benefício terá parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo da família.

Também hoje, beneficiários do Bolsa Família com o Número de Inscrição Social (NIS) de dígito final 9 poderão sacar o benefício.

O pagamento também será feito a inscritos no Cadastro Único de Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) nascidos no mesmo mês. O dinheiro será depositado nas contas poupança digitais e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem. Somente de duas a quatro semanas após o depósito, o dinheiro poderá ser sacado em espécie ou transferido para uma conta corrente.

O saque da primeira parcela foi antecipado em 15 dias. O calendário de retiradas, que iria de 4 de maio a 4 de junho, passou para 30 de abril a 17 de maio.

Calendário de saques do auxílio emergencial – Divulgação/Caixa Econômica Federal

Ao todo 45,6 milhões de brasileiros serão beneficiados pela nova rodada do auxílio emergencial. O calendário de pagamentos foi divulgado pelo governo no fim de março e atualizado há duas semanas.

O auxílio será pago apenas a quem recebia o benefício em dezembro de 2020. Também é necessário cumprir outros requisitos para ter direito à nova rodada (veja guia de perguntas e respostas no último parágrafo).

Calendário de pagamentos antecipados da primeira parcela do auxílio emergencial. – Divulgação/Caixa Econômica Federal

Para os beneficiários do Bolsa Família, o pagamento ocorre de forma distinta. Os inscritos podem sacar diretamente o dinheiro nos dez últimos dias úteis de cada mês, com base no dígito final do NIS.

O pagamento da primeira parcela aos inscritos no Bolsa Família começou no último dia 16 e segue até amanhã (30). O auxílio emergencial somente será pago quando o valor for superior ao benefício do programa social.

Calendário de pagamento das parcelas do auxílio emergencial para beneficiários do Bolsa Família – Arte/Agência Brasil

Agência Brasil elaborou um guia de perguntas e respostas sobre o auxílio emergencial. Entre as dúvidas que o beneficiário pode tirar estão os critérios para receber o benefício, a regularização do CPF e os critérios de desempate dentro da mesma família para ter acesso ao auxílio.

Fonte: Agência Brasil

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E

AS MAIS LIDAS DA SEMANA