Conecte conosco

Dinheiro & Negócios

Bolsas chinesas reabrem em queda após coronavírus

No primeiro dia de operações após a epidemia se alastrar pela China, bolsa de Xangai despencou 8,7%

Publicado

em

Metro1 – A bolsa de Xangai abriu em queda de 8,7% nesta segunda-feira (3), no primeiro pregão desde 23 de janeiro e após o feriado do Ano Novo Lunar, prolongado pelo governo chinês devido à epidemia do novo coronavírus. Durante os 10 dias de pausa, o número de mortos saltou de 25 para 361 e o número de casos, de 800 para 17 mil.

A bolsa de Shenzhen também reabriu em queda de 9%, enquanto o índice da semi-autônoma Hong Kong, que retomou as operações em 29 de janeiro, operava em leve alta de 0,09% nesta segunda.

No mercado asiático, a bolsa de Tóquio, no Japão, que não chegou a interromper as operações, abriu em queda de 1,16%.