Conecte conosco

CIDADES

CARNAVAL 2018: EU SOU O JOTINHA EM CADA ESQUINA DO CIA

Publicado

em

56 anos de emancipação

Simões Filho, 07 de fevereiro de 2018 – Em mais uma edição, o Bloco do Jotinha já é visto como a principal tradição no período que antescede o carnaval da capital baiana, em Simões Filho.

Joel Cerqueira, idealizador do projeto e este ano, fantasiado de “paneleiro arrependido” , novamente foi surpreendido pela percepção de pertencimento proporcionada pela grande quantidade de crianças que, com suas fantasias, extravasaram momentos de alegria momesca às véspeas da abertura oficial do carnaval 2018 de Salvador.

Em cada esquina do CIA, vestidos de pirata, de bailarina, de princesa de pierrot, de colombina, na multidão, só se via senhoras e senhores, “crianças e crianços” curtindo a farra, protegidos pelos pais, no meio da multidão.

O tempero da infância, definia o sabor da alegria compartilhada, dos que acompanhavam a fanfarra de Saubara que tocava marchinhas de velhos carnavais…

“Eu sou o carnaval em cada esquina
Do seu coração
Eu sou o pierrot e a colombina
Ubarana-amaralina
Que alucina a mutidão
Toda cidade vai navegar
No mar azul badauê
Fazer a tempero, se namorar, na massa, no massa
Tem baba de moça no carapuá
É ganzá, bongô
Agogô pirá…” (Eu sou o carnaval – Morares Moreira)

Hastag #VlwGalerinha! Até 2019

Quem sabe, durante a Copa do Mundo 2018??!!!

logo mais publicaremos aqui nossa galeria de fotos.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E

CIDADES

COLORRIDA: ACCI COLORIU A MANHÃ DESTE DOMINGO(20) EM SIMÕES FILHO

Publicado

em

Colorrida Simões Filho 2018 - primeira edição
56 anos de emancipação

As colorridas invadiram o circuito de corridas no Brasil e vem atraindo pessoas de todas as idades.

O evento inspirado no HOLI – Festival das Cores Indiano – foi idealizado para celebrar a chegada da primavera.

A Colorrida tem esse nome por ser uma junção das palavras – CORRIDA e COLORIDA – e é uma versão genuinamente baiana das corridas de cores, o objetivo principal é fazer com que os participantes terminem o percurso com o corpo totalmente colorido.

Por ser natural da Bahia, a Colorrida tem como diferencial a realização apenas em cidades no interior do estado.

O foco da Colorrida não está na competição, mas na diversão. O que se pretende é proporcionar uma experiência única, sensorial e divertida.

Em Simões Filho, a primeira Colorrida aconteceu na manhã deste domingo (20) com a participação de centenas de pessoas.

O objetivo da Colorrida em Simões Filho foi: fazer o bem! Colaborando com a “Vivo Feliz”, Associação de Apoio ao Combate ao Câncer Infantil (ACCI).

A ACCI é uma entidade não governamental, que não tem fins lucrativos ou econômicos e que atua no município há 11 anos e atende crianças portadoras de câncer incluindo apoio às famílias. Tem como presidente, o Sr. Sérgio Oliveira.

Construção da nova sede VIVO FELIZ

A receita das vendas de camisetas, bonés e o pó colorido, conhecido como pó Zim, será revertida para ajudar na construção da nova sede da associação.

Antes da Colorrida, um aquecimento foi realizado com “aulões” de FitDance e Zumba na Praça da Bíblia, conduzidas por professores de educação física de diversas localidades além da apresentação do grupo de ginástica rítmica do município.

 Presenças ilustres

Como já era esperado, o prefeito Diógenes Tolentino – Dinha marcou presença ao lado da vereadora Kátia Cerqueira.

O prefeito declarou: “Esse evento foi uma demonstração clara do amor que simõesfilhense carrega. É uma causa nobre e eu acredito que foi sintetizado o que Deus nos pede diariamente, amor ao próximo. Essa alegria, amor e contribuição mostra claramente o poder da união”.

Além do prefeito, participaram da Colorrida, o vice-prefeito, Sid Serra, vereadores, Del, Elimário Lima, Manoel Carteiro, Neco Almeida e secretários.

O evento também contou com a presença do ex-presidente da câmara, ex-vereador Joel Cerqueira que gravou vídeo para as redes sociais, assinta abaixo:

Abaixo, fotos divulgadas nas redes sociais por vários participantes:

Continuar Lendo

Bairros

Prefeito Dinha segue levando pavimentação para diversos bairros de Simões Filho

Publicado

em

Simões Filho
56 anos de emancipação

Obras de pavimentação asfáltica estão mudando o cenário de diversas ruas da cidade de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS). As ações, autorizadas pelo prefeito Dinha Tolentino, já promoveram melhorias e qualidade de vida para a população simõesfilhense.

Entre os locais contemplados estão: Km-30, Baixa da Jaqueira, Centro, Paulo Souto, Luís Eduardo Magalhães (Barreiro),  Av. Elmo Serejo de Farias, Pitanguinha, CIA 1, Ponto Parada, Av. Paulo Souto, além de diversas comunidades beneficiadas com operação tapa-buracos.

A dona de casa Márcia Silva, 53, residente na Av. Paulo Souto, parabeniza o prefeito pela iniciativa. “Não dá nem para explicar a alegria que esta obra trouxe. Somos muito gratos ao prefeito Dinha. Ele prometeu e cumpriu. O asfalto melhorou 100% o meu bairro”, disse Márcia.

Das portas de suas casas, vários moradores costumam observar o trabalho das máquinas da Prefeitura. Como é o caso de seu Bernardo Ferreira, aposentado, morador do Barreiro. “O pessoal chegou aqui na rua e trabalhou direito. Lama e poeira, não fazem mais parte da minha rotina. Graças a Deus, o serviço ficou bem feito”, avalia.

A execução das intervenções de asfaltamento é com recursos próprios do município.

Por ASCOM

Continuar Lendo

CIDADES

Mãe é presa após amarrar filho em árvore do quintal de casa

Publicado

em

Página Simões Filho
56 anos de emancipação

Do Ibahia – Na última sexta-feira (11), em Palmas de Monte Alto, no sudoeste da Bahia, um mulher foi presa por amarrar o próprio filho, de 12 anos, na árvore do quintal de casa. O caso foi parar na polícia depois que as fotos do garoto viralizaram nas redes sociais e chegam ao Conselho Tutelar da cidade.

 De acordo com informações do site UOL, a mãe disse à polícia que deixou o menino amarrado por cerca de 30 minutos, pois não sabia como agir com ele. Hélia Fagundes Pereira da Silva, que tem cinco filhos, foi levada à delegacia e liberada após prestar depoimento.

 Hélia confessou ter amarrado o garoto, alegando que ele dá muito trabalho e que praticava furtos dentro da própria casa. O caso foi registrado como maus tratos.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho