Conecte conosco

Futebol - VITÓRIA

Clube começa a planejar 2013; saiba qual a situação dos jogadores

Publicado

em

Simões Filho tá Mudando
56 anos de emancipação
Na próxima temporada, diretoria tem intenção de gastar no primeiro semestre o mesmo da Série B desse ano.

Ainda faltam 35 dias para a virada do ano, mas 2013 já começou. A Série B faz parte do passado. O Leão precisa olhar pra frente e se preparar para rugir alto na próxima temporada. Após dois anos, o rubro-negro volta a integrar a elite do futebol nacional e agora é se organizar pra chegar forte à Série A, Baiano, Copa do Nordeste e Copa do Brasil.

Atenção ao time, que, apenas com quem tem contrato em vigor para o ano que vem, seria formado por: Douglas, Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Josué e Mansur; Michel, Rodrigo Mancha, Arthur Maia e Willie; Marquinhos e Dinei. Jogadores como o goleiro Deola, o lateral-esquerdo Gilson, o zagueiro Victor Ramos, o volante Fernando Bob, os meias Pedro Ken e Tartá, e os atacantes William e Elton têm vínculo até, no máximo, fim de 2012.

A permanência deles no próximo ano começa a ser definida agora. “Nessa segunda-feira, já temos reunião marcada, eu, o presidente Alexi Portela Junior e Raimundo Queiroz para começarmos a discussão do planejamento do departamento de futebol. Estamos fechando o orçamento para 2013, temos que apresentar isso para o Conselho Deliberativo aprovar ainda em dezembro, e paralelo a isso, estaremos começando a desenvolver o planejamento”, afirma o vice-presidente do Vitória, Carlos Falcão.

A estimativa é de que o clube tenha R$ 55 milhões para gastar em 2013, o que representa um aumento de 22% em relação ao valor investido neste ano. “Isso é previsão, pois ainda estamos iniciando o orçamento de 2013, mas acho que a gente deve trabalhar em torno desse valor”, analisa Falcão.

Do total, cerca de R$ 30 milhões vêm das cotas de TV do Brasileirão, mesmo valor que o clube recebeu esse ano. “Esse foi o primeiro ano do nosso contrato com a Rede Globo e no primeiro ano a cota é a mesma entre as séries A e B. Tem um ajuste inflacionário, mas a TV aberta não muda”, explica. “O que aumentará um pouco, esperamos, é o pay-per-view por causa do atrativo em relação a Série B e a Série A”.

Além da valorização da marca, o clube espera aumentar a receita com a venda de ingressos. Falcão explica que os jogos da Série A têm maior atrativo, os adversário têm torcida no estado e aumenta, assim, a chance de arrecadação. Ainda não foi definido se ingresso custará mais caro. “Ainda não discutimos isso, talvez em grandes jogos haja essa possibilidade, mas iremos avaliar. E se houver, será apenas na Série A”, garante. Certo mesmo é que o programa de sócios Sou Mais Vitória será reestruturado por uma empresa de assessoria.

A instituição vai apresentar em 30 dias um relatório sobre novos pacotes, mudanças no sistema, melhorias e uma avaliação do valor da mensalidade. Atualmente, o número de sócios está na faixa dos sete mil. A expectativa é chegar a 10 mil em 2013.

Folha salarial – Por conta da Copa do Nordeste, que será disputada a partir de janeiro, o Vitória planeja manter a folha salarial dessa Série B – R$ 1,3 milhão – no primeiro semestre do ano que vem. “Nós não podemos começar o ano com um grupo enfraquecido, porque já temos uma competição importante que é a Copa do Nordeste”, explica Falcão. A previsão é de que a partir de maio a folha salarial sofra um aumento.

“Teremos um aumento na folha salarial de 2012 para 2013 especialmente em maio, quando se inicia a Série A. A montagem da equipe acontece no decorrer dos primeiros meses e a gente quer que, quando se inicie a Série A, o grupo já esteja praticamente montado”. Agora é olhar o passado só pra espiar os tropeços. O futuro é construído com passos firmes.

Base do acesso espera continuar

Quem roeu o osso da Segundona agora espera comer o filé da Série A com tempero baiano. O problema é que mais da metade da equipe considerada titular só tem contrato até o fim do ano. De saída para o Cruzeiro, Uelliton não volta mais ao clube. Mas o goleiro Deola, que pertence ao Palmeiras, pretende ficar. “O Vitória é um clube gostoso de se trabalhar . Falei nos primeiros dias que cheguei que queria ficar. Mas não depende de mim. As diretorias de Vitória e Palmeiras têm que se acertar”.

Quanto ao resto da defesa, só Gabriel e Nino têm contratos longos. Gílson, assim como Pedro Ken, ainda dependem de uma avaliação da nova comissão técnica do Cruzeiro, clube de origem. Segundo a assessoria do clube mineiro, só após o final da Série A começará a avaliação do grupo. “Tive uma sequência e fui feliz aqui. Tenho vontade de ficar”, disse Gílson.

O caso de Victor Ramos é diferente. O Leão tem opção de compra dos seus direitos econômicos junto ao Standard Liège, da Bélgica. “São 800 mil euros (mais de R$ 2 milhões) por 60%. O Vitória tem 28% e 12% são da Traffic. A família está aqui, amo o Vitória, mas depende de muita coisa”.

No meio, Pedro Ken, maestro do time, pode permanecer, mas é provável que o Cruzeiro tenha outras ofertas pelo jogador, que havia despertado interesse de outros clubes, como o Flamengo, durante a Série B.
No ataque, Élton, vinculado ao Corinthians, já falou que quer ficar. A situação de William é mais simples. “O presidente já ligou pro meu empresário duas vezes e me disse que tem interesse sim, mas a gente ainda não sentou pra conversar”, revelou o atacante.

QUEM TEM CONTRATO

Goleiros
Douglas (2014)
Gustavo (2015)
Zagueiros
Gabriel (2016)
Josué (2015)
Dankler (2013)
Alan Henrique (2014)
Reniê (2014)
Meias
Arthur Maia (2014)
Felipe (2015)
Leilson (2016)
Laterais
Nino (2015)
Mansur (2016)
Leo (2014)
Volantes
Michel (2013)
Mancha (2013)
Mineiro (2015)
Esdras (2013)
Duylio (2015)
Atacantes
Willie (2016)
Marquinhos (2014)
Dinei (2014)
Índio (2013)
Alan Pinheiro (2015)
Adailton (2013)

 

Fonte: Ibahia.com

 

P U B L I C I D A D E
P U B L I C I D A D E

Copyright © 2017 Página Simões Filho