Conecte conosco

Futebol - BAHIA

Com direito a gritos de “Olé”, Bahia bate o Flamengo no Rio.

Publicado

em

MW Auto Peças 40 Anos

Titi, Dodô e Souza marcaram os gols do ótimo triunfo tricolor fora de casa, o terceiro no Campeonato Brasileiro deste ano.

A paz voltou a reinar no Bahia e o novo técnico Joel Santana vai chegar na boa. Com um time bem postado na defesa e rápido no contra-ataque, o Tricolor bateu o Flamengo, que é tido como um dos candidatos ao título, por 3 a 1, na tarde deste domingo (4), no estádio Engenhão. Sem reação, o Fla ouviu sua própria torcida gritar “Olé” durante as trocas de passes do envolvente futebol do Esquadrão de Aço.

O placar foi construído no primeiro tempo e a equipe comandada pelo interino Eduardo Souza soube como administrar o resultado na etapa final. Titi, Dodô e Souza marcaram para a equipe, enquanto Renato Abreu descontou em favor dos cariocas. Agora com 24 pontos na tabela de classificação, o Bahia deixa a zona de rebaixamento e assume a 15ª posição. O Rubro-negro do Rio de Janeiro permanece no 5º lugar, com 36 pontos, mas não vence há seis rodadas.

Essa foi o terceiro triunfo tricolor longe de Salvador no Brasileirão. Antes, apenas Fluminense e Atlético-PR tinham sido derrotasdos pelo time baiano em seus domínios. Equipe também deixou para trás o jejum de cinco rodadas sem vencer. Tanto Bahia quanto Flamengo voltam a campo na próxima quinta-feira (8), para jogar na 22ª rodada. O Tricolor recebe o Grêmio no estádio de Pituaçu, às 20h30, na estreia de ‘papai’ Joel no comando. Já o time carioca visita o Corinthians no estádio Pacaembu, às 21h50.

Santa bola parada

A aposta do auxiliar técnico Eduardo Souza na experiência deu certo. Com um time de jogadores mais rodados, o Bahia errou pouco e soube como segurar o Flamengo, além de sai com qualidade no contra-ataque. A temida equipe carioca até que assustou a meta do goleiro Tiago, mas o Tricolor soube como fazer o placar.

A primeira chance de gol foi do Fla e aconteceu aos 10 minutos. Thiago Neves cobrou falta do lado direito e mandou direto pro gol. A bola passou perto do travessão e assustou Tiago. Mas quem saiu na frente foi o Bahia. Após cobrança de escanteio de Ricardinho do lado esquerdo, a bola sobrou para Titi completar para o fundo das redes com uma bomba. Bahia 1 a 0.

Mandante, o Flamengo partiu em busca do empate. Aos 26, Bottinelli cobrou falta da entrada da área e mandou a bola à esquerda da meta do goleiro Tiago. Aos 28, Fahel cometeu falta no argentino na intermediária. Renato Abreu soltou a bomba, a bola quicou no gramado e enganou Tiago. Era o empate rubro-negro.

Só que a reposta tricolor foi rápida. Em rápida jogada de contra-ataque, Souza viu Dodô invadir a área livre e passou. O lateral-esquerdo chutou rasteiro, por baixo de Felipe e saiu para o abraço. Bahia de novo na frente. A bola parada voltou a ser aliada dos comandados de Eduardo Souza aos 45. Carlos Alberto sofreu falta de Willians na entrada da área. Na cobrança, Ricardinho levantou na área e, após confusão, a bola sobrou para Souza dar uma testada. O placar era definido aí: 3 a 1 Bahia.

Experiência pra administrar

Na etapa final, o Bahia ainda sofreu pressão dos donos da casa, mas a postura séria e tranquila dava sinais de que o time voltaria para Salvador com o triunfo. Tiago fez duas grandes defesas aos 4 e 7 minutos. A primeira intervenção foi feita após cobrança de falta de Thiago Neves e desvio de Renato Abreu. Já a segunda veio de uma pancada do lateral Júnior César.

Vanderlei Luxemburgo resolveu mudar. Enquanto o Bahia apostava na experiência, ele colocou jovens atletas em campo. Foram três substituições de uma só vez, aos 10 minutos. Léo Moura, Bottinelli e Deivid saíram para as entradas de Fierro, Negueba e Diego Maurício. Não adiantou. O Flamengo pouco produziu e o Bahia chegou com Jones aos 19. Depois de avançar pelo meio, ele chutou para defesa do goleiro.

A partir dos 38 minutos, a cada troca de passe do Bahia, a torcida rubro-negra demonstrava sua indignação dando gritos de “Olé”. Os jogadores da equipe baiana se motivaram e Júnior recebeu cruzamento dentro da área. Após deixar zagueiro para trás, ele chutou forte para outra defesa de Felipe. O triunfo já estava de bom tamanho.

Flamengo 1 x 3 Bahia – 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A
Data:
 04/09/2011
Local: estádio Engenhão
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison (RS) e Tatiana Jacques de Freitas (RS)

Flamengo: Felipe; Léo Moura (Fierro), Ronaldo Angelim, Gustavo e Júnior César; Willians, Renato, Bottinelli (Negueba) e Thiago Neves; Deivid (Diego Maurício) e Jael. Técnico – Vanderlei Luxemburgo.

Bahia: Tiago; Jancarlos, Paulo Miranda, Titi e Dodô; Fahel, Fabinho, Carlos Alberto (Diones) e Ricardinho; Reinaldo (Jones) e Souza (Júnior). Técnico – Eduardo Souza.

 

fonte: g1.com.br

Futebol - BAHIA

Copa do Nordeste contará com VAR a partir das quartas de final

Publicado

em

Do Tudo é Política – Vai ter VAR a partir das quartas de final da Copa do Nordeste. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (12) pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Desde 2019, a Copa do Nordeste conta com o árbitro vídeo. Porém, a ferramenta só era utilizada nas finais da competição. Os confrontos das quartas de final e da semi serão de duelos únicos. Ida e volta só ocorrerá nas finais.

VEJA OS CONFRONTOS DAS QUARTAS:
 •    Bahia x CRB
•    Vitória x Altos-PI
•    Ceará x Sampaio Corrêa
•    Fortaleza x CSA

Continuar Lendo

Futebol - BAHIA

Bahia volta a jogar na Fonte Nova em novembro pela Sul-Americana

Tricolor mandou jogos em Pituaçu desde que estádio recebeu hospital de campanha para tratamento de pacientes com Covid-19

Publicado

em

Metro1 – Depois de mandar seus jogos em Pituaçu, o Bahia já tem data para retornar à Arena Fonte Nova. O tricolor retorna ao estádio no dia 5 de novembro, no jogo de volta contra o Melgar-Peru, pela Copa Sul-Americana, às 21h30. O jogo de ida é na próxima quinta-feira (29), também às 21h30.

A Arena está sem receber partidas desde que foi utilizada pelo governo para abrir um hospital de campanha para tratamento de pacientes com coronavírus durante a pandemia. No entanto, com a queda das taxas de ocupação, o governo desmobilizou a Fonte Nova para que o estádio pudesse receber jogos novamente, mas sem a presença de torcedores no momento. 

Ao todo, em Pituaçu, o tricolor acumulou um retrospecto de 16 jogos no estádio, com oito vitórias, três empates e cinco derrotas. 

Continuar Lendo

Futebol - BAHIA

Bahia supera Atlético-MG e vence de virada por 3 a 1

Depois de começar recuado, tricolor fez grande segundo tempo e deu salto na tabela para se afastar do Z-4

Publicado

em

Metro1 – O Bahia recebeu o time do Atlético-MG na noite de hoje (19) e venceu por 3 a 1, em duelo válido pela 17ª rodada da Série A do Brasileirão. O confronto foi disputado no estádio de Pituaçu, em Salvador. Brigando pela liderança, o time mineiro teve ampla vantagem diante do tricolor em todo o primeiro tempo, mas desperdiçou diversas chances de abrir um placar elástico.

O gol do Galo foi marcado aos 20 minutos, Savarino aproveitou bola ajeitada por Réver e mandou para o fundo das redes após blitz ofensiva na área tricolor. O Bahia reagiu somente no segundo tempo e empatou com Daniel, depois de bola rebatida na grande área atleticana. Mesmo com domínio do Atlético-MG, o Esquadrão virou o jogo com Gilberto. O atacante aproveitou falha defensiva do adversário, driblou o goleiro e mandou para o gol. Ainda deu tempo de Gilberto fazer o terceiro, após lançamento de Daniel.

Com o resultado, o time baiano saltou para a 12ª posição, com 19 pontos. Na rodada seguinte, o tricolor tem pela frente o Fortaleza, dentro de casa, no sábado (24), às 21h.

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E

AS MAIS LIDAS DA SEMANA