Copa do Brasil: Bahia vence mas não evita a eliminação para o Luverdense - Página Simões Filho
Conecte conosco

Futebol - BAHIA

Copa do Brasil: Bahia vence mas não evita a eliminação para o Luverdense

Publicado

em

Apático no primeiro tempo, o Bahia assinou a eliminação na segunda fase da Copa do Brasil ao não jogar o suficiente para bater o Luverdense por três gols de diferença, diante de uma Arena Fonte Nova vazia e melancólica, tal qual a fase do Tricolor, que até venceu o adversário desta quarta-feira por 1 a 0.

Bah-x-Luv-340x400No jogo de ida, trinfo do Luverdense por 2 a 0, portanto, a equipe do Mato Grosso avança pois ficou com 2 a 1 de vantagem no placar agregado. Na próxima fase, o Luverdense pegará o vencedor do confronto entre Fortaleza e Confiança.

Antes da bola rolar, um grupo organizado tentou impedir a entrada de alguns torcedores do Bahia na Fonte Nova. O protesto foi motivado pela goleada sofrida pelo Vitória por 7 a 3, no último domingo, na primeira partida da final do Campeonato Estadual.

Dentro do estádio, cerca de 1.700 torcedores guerreiros se arriscaram a ver o Esquadrão reagir no segundo tempo e cair com uma vitória. O Bahia demorou muito para entender que precisava marcar três gols no adversário se assim desejasse seguir disputando a Copa do Brasil. Talvez, por desânimo da massa, que preferiu ficar em casa, acompanhando o embate pela televisão.

O Luverdense tomou conta de boa parte da primeira metade. O goleiro Omar precisou se desdobrar para salvar o time da casa. Do outro lado do tapete verde, Gabriel foi pouco incomodado.

Na segunda etapa, a história foi diferente: o Bahia despertou, foi ao ataque e abriu o placar aos 19 minutos, com gol de cabeça do zagueiro Rafael Donato. A pressão foi intensificada, mas faltou pontaria e, sobretudo, organização para reverter o placar.

 

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Data: quarta-feira, 15 de maio.

Horário: 22h.

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (CBF/ES), assistido por Aílton Farias da Silva (CBF/ES) e João Carlos de Jesus Santos (CBF/SE).

Cartões amarelos: Rafael Donato, Marquinhos e Toró (B); Rafael Tavares, Ney Mineiro, Gabriel e Julio Terceiro (L)

Gols: Rafael Donato (B)

Bahia

Omar; Madson, Titi, Rafael Donato e Jussandro (Hélder); Fahel, Toró e Anderson Talisca; Zé Roberto, Adriano e Fernandão. Técnico: Eduardo Barroca.

Luverdense

Gabriel; Raúl Prata, Zé Roberto, Gilson e Edinho; Júlio Terceiro, Leandrinho e Rafael Tavares (David); Tatu (Ney Mineiro), Marcelo Maciel e Tozin. Técnico: Roberto Davino.

Fonte: panoramaesportivo

Optimized with PageSpeed Ninja