Conecte conosco

MUNDO

Dois adultos foram feridos e sobreviveram a massacre, diz polícia

Publicado

em

Informação prévia era de apenas um sobrevivente em Newtown, Connecticut.
Tiroteio em escola matou 20 crianças e 6 adultos; atirador cometeu suicídio.

A polícia de Newtown, Connecticut, disse em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (17) que dois adultos foram feridos e sobreviveram ao massacre que matou 26 pessoas – entre elas, 20 crianças – na escola Sandy Hook na sexta-feira (14). A informação anterior era de um maior de idade ferido.

Os dois adultos sobreviventes são considerados testemunhas-chave e estão sendo questionados.

A polícia disse que a investigação deve durar meses para ser concluída e  reforçou que ainda não pode liberar alguns detalhes.

Muitas testemunhas precisam ser ouvidas e as crianças serão entrevistadas por profissionais e estarão acompanhadas pelos pais, conforme a polícia.

As duas cenas do crime – a casa do atirador e a escola Sandy Hooks – estão fechadas para investigação por tempo indeterminado.

A polícia também não tem informação sobre objetos que o atirador eventualmente estava carregando.

A instituição anunciou que fará outra coletiva ainda nesta segunda-feira.

Massacre
A identidade do atirador foi confirmada no domingo (16) pela polícia. Adam Lanza, de 20 anos, entrou armado na escola, disparou contra alunos, professores e funcionários, e cometeu suicídio.

Durante as horas que sucederam o tiroteio, as informações dadas pela polícia e vazadas pela imprensa americana foram desencontradas.

Com o passar dos dias, a polícia esclareceu alguns detalhes – como a identidade das vítimas, do atirador, e como ele entrou na escola.

Entretanto, vários pontos-chave da investigação ainda não foram esclarecidos, entre eles, o que motivou o crime e o porquê de a escola primária ter sido escolhida como alvo do atirador.

 

Fonte: G1.com