Conecte conosco

CIDADES

Entrevista com o secretário Colbert Martins após deixar a detenção

Publicado

em

Uma operação da Polícia Federal (PF) prendeu 38 pessoas acusadas de um esquema de desvio de dinheiro do Ministério do Turismo. Dentre estes diversos funcionários do alto escalão da pasta, estava o secretário nacional de Desenvolvimento de Programas de Turismo, Colbert Martins. Este estava detido no Macapá desde a última terça-feira (10). Ontem (12) o Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) decidiu soltar o ex-deputado federal.

Após deixar a detenção o Secretário fala sobre o ocorrido. Segundo as informações de Colbert o avião deixou Macapá na madrugada deste sábado chegando a Brasília no começo da manhã. Aproveitando a oportunidade o secretário agradeceu o apoio e a confiança dos feirenses.

Colbert esclareceu que chegou ao cargo no Ministério do Turismo no dia 16 de março e já no dia 13 de abril chegou a documentação para que fosse liberado os recursos do convênio em Macapá. Afirmando que não assinaria a documentação se houvesse alguma recomendação do Ministério Público, “Se tivesse qualquer nota do Tribunal de Contas da União (TCU) eu não teria assinado” disse Colbert Martins, foi por conta da assinatura que o nome do Secretário foi incluído entre os investigados e detido. O ex-deputado explica que esteve no Piauí para participar de um evento, e foi convidado pelo Ministro dos Esportes e do Turismo para que juntos fossem a uma festa para personalidades dos esportes, em São Paulo. Continuando, ele afirmou ao ‘Voz da Bahia’ que retornaria para Brasília no mesmo dia, mas ao chegar ao aeroporto de Congonhas o mesmo foi abordado por uma pessoa que tinha um mandado de prisão. “Eles diziam que era uma questão de rotina, padrão” afirmou Colbert quando se referiu ao momento em que foi levado para o departamento da Polícia Federal e ser algemado. Quanto à fotografia divulgada dos envolvidos na Operação Voucher, sem camisa e segurando um papel com a própria identificação, Colbert afirma ter ficado bastante chateado.

Fonte: www.vozdabahia.com.br

Vereadores

VEREADOR ITUS PROMOVE CURSO DE QUALIFICAÇÃO DE JOVENS PARA O MERCADO DE TRABALHO

Publicado

em

ação social itus

O programa surge pela necessidade de orientação e preparo dos candidatos que disputam vagas de emprego tendo em vista que o número de reprovações é alta.


O Programa conta com a parceira da faculdades Fael e o apoio da Igreja Vida Plena. São 5 encontros presenciais, com aulas de Português, redação, matemática e técnicas de aprovação para auxiliar e conduzir os candidatos ao êxito nos processos Seletivos.

O programa teve início no último dia sete nas dependências da Igreja Vida Plena localizada na Elmo serejo Farias, Cia 2, Simões Filho.

O curso é totalmente GRATUITO, das 100 vagas ofertadas as 100 foram preenchidas por ordem de inscrição. O curso é destinado para Simoesfilhenses, com o 2° Grau completo e maiores de idade.

Em conversa com o Página Simões Filho, o vereador disse: “É muito importante que possamos proporcionar cursos de preparação para o mercado de trabalho uma vez que, muitos candidatos a emprego nas diversas oportunidades da região, precisam se preparar para participar de uma entrevista de emprego, precisam saber como se comportar nessas entrevistas, explanar suas competências de forma segura e terem melhores chances na busca por uma oportunidade de emprego. Iremos realizar outros cursos nessa linha, sempre com o apoio da FAEL e outros parceiros.”

Continuar Lendo

Simões Filho

CÂMARA AUTORIZA PREFEITURA REVISAR METAS DE INCENTIVOS E RENÚNCIA DE RECEITA PARA 21 E 22

Publicado

em

PREFEITURA ABRE MÃO DE RECEITA FISCAL

Foram aprovados, por unanimidade, na 14ª Sessão Ordinária, realizada nesta terça-feira (29), os Projetos de Lei (PL) de nº 020/2021 e de nº 021/2021, que se referem à revisão das metas fiscais da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021 e 2022, respectivamente, diante da concessão de incentivo fiscal e renúncia de receita.

O PL de nº 020/2021 diz que altera o Demonstrativo VII do anexo Metas Fiscais, da Lei nº 1168/2020, que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o exercício de 2021, e dá outras providências.

De acordo com a mensagem do Executivo, “o presente Projeto de Lei apresenta uma revisão do Demonstrativo VII do anexo de metas fiscais, estimativa e compensação de renúncia de receita para o ano de 2021, elaborados de forma a dar maior consistência ao planejamento e aperfeiçoar a gestão fiscal”.

O de nº 021/2021, altera o Demonstrativo VII do anexo Metas Fiscais, da Lei nº 1188/2021, que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para o exercício de 2022, e dá outras providências.

Continuar Lendo

Vereadores

AO VIVO: Câmara deve aprovar confissão e parcelamento de dívida da prefeitura com a EMBASA

Veja mais itens da pauta da sessão de hoje:

Publicado

em

VEREADORENS APROVAM ORLA DA CAPADÓCIA

ASSUNTOS EM PAUTA
I – Expediente:
Leitura feita pelo Sr. 2º Secretário:
Ata da 13ª Sessão Ordinária do dia 22/06/2021.
II- Ordem do Dia:
Leitura feita pelo Sr. 1º Secretário:

  1. Leitura da Mensagem e do Projeto de Lei de nº 022/2021 (Abre ao Orçamento Fiscal e
    da Seguridade Social do Município, crédito adicional especial até o valor de R$
    928.876,39 (novecentos e vinte e oito mil, oitocentos e setenta e seis reais e trinta e
    nove centavos), para os fins que especifica, e dá outras providências), oriundo do Poder
    Executivo;
  2. Leitura da Mensagem e do Projeto de Lei de nº 023/2021 (Autoriza o Poder Executivo a
    contratar operação de crédito com o BANCO DO BRASIL S.A., e dá outras providências),
    oriundo do Poder Executivo;
  3. Leitura da Mensagem e do Projeto de Lei de nº 024/2021 (Autoriza o Poder Executivo a
    firmar Termo de confissão de dívida e Acordo de parcelamento e quitação de débitos com
    a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S/A- EMBASA, e dá outras providências),
    oriundo do Poder Executivo;
  4. Apreciação e votação do Parecer conjunto das Comissões Permanentes de Justiça e
    Finanças, e em primeira discussão e votação do Projeto de Lei nº 020/2021 (Altera o
    Demonstrativo VII do anexo Metas Fiscais, da Lei nº 1168/2020, que dispõe sobre as
    diretrizes orçamentárias para o exercício de 2021, e dá outras providências), oriundo do
    Poder Executivo;
  5. Apreciação e votação do Parecer conjunto das Comissões Permanentes de Justiça e
    Finanças, e em primeira discussão e votação do Projeto de Lei de nº 021/2021 (Altera o
    Demonstrativo VII do anexo Metas Fiscais, da Lei nº 1188/2021, que dispõe sobre as
    diretrizes orçamentárias para o exercício de 2022, e dá outras providências), oriundo do
    Poder Executivo.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA