Conecte conosco

CORONAVÍRUS

Estados articulam compra de medicamentos contra o coronavírus com organização internacional

Movimentação é em paralelo ao Ministério da Saúde, devido a falta de suporte efetivo por parte do governo federal

Publicado

em

Bahia.ba – Em movimento paralelo ao Ministério da Saúde, devido a falta de suporte mais efetivo por parte do governo federal, os gestores estaduais têm se organizado para comprar medicamentos com a Opas (Organização Panamericana de Saúde).

Ainda nesta segunda-feira (8), uma lista com os remédios em falta, usados no tratamento da Covid-19, deverá ser entregue à entidade.

O objetivo, segundo a coluna Painel da Folha de S.Paulo, é que a organização internacional coordene uma compra coletiva para os estados.

A comissão da Câmara criada para acompanhar o trabalho do governo durante a pandemia detectou que alguns remédios, como o sedativo Midazolam, subiram 287% e estão em falta em 76% dos estados.

Segundo o presidente da comissão, Dr. Luizinho (PP-RJ), gestores estão temerosos em autorizar compras com tamanho sobrepreço e serem responsabilizados por órgãos de controle no futuro.