Conecte conosco

CIDADES

Governador disse que Estado não construirá todo o Centro de Convenções.

Publicado

em

MW Auto Peças 40 Anos

O governador comentou sobre a decisão que tomou pela volta do horário de verão em terras baianas e sobre o pagamento da URV aos funcionários públicos do estado.

Após a entrega das 720 casas no bairro Aviário, o governador Jaques Wagner concedeu uma entrevista coletiva onde tratou de temas que mexem com o cotidiano da cidade e de obras que a população feirense espera há anos.

O governador comentou sobre a decisão que tomou pela volta do horário de verão em terras baianas e sobre o pagamento da URV aos funcionários públicos do estado.

Centro Convenções – Sobre a obra, que iniciou-se em 2005 e foi paralisada em 2006, o governador disse que não concluirá por completo, mas a parte do teatro espera entregar a população. “Nesse momento não tem dinheiro. Serão investimentos na ordem de R$ 9 a 10 milhões e vamos fazer a licitação”, disse.

Wagner revelou que estava trabalhando para fechar uma Parceria Público-Privada para administrar o empreendimento, mas não encontrou interessados. “Ele receberia a obra, teria como acabá-la e explorar aquele local por 20 a 25 anos. Como não deu certo, vou terminar e depois veremos como será feita a gestão da obra”, explicou.

CASE e Penitenciária – Jaques Wagner comentou também sobre a Comunidade de Atendimento Sócio-Educativo (CASE), que leva o nome de Zilda Arns, fundadora da Pastoral da Criança e falecida em um terremoto que atingiu o Haiti em 2010. “É uma área de 50 mil m2 de área construída que vai possibilitar um atendimento, aos homens que estão cumprindo medidas sócio-educativas, mais digno e que eles possam retornar rapidamente a sociedade”, disse. Sobre o Complexo Penitenciário de Feira, o governador informou que no dia 17 de outubro assinará a ordem de serviço autorizando a ampliação das vagas do local. A obra tem previsão de começar este ano.

Nóide Cerqueira e voo comercial – A respeito do prolongamento da Avenida Getúlio Vargas, a Nóide Cerqueira, Wagner afirmou que já trabalha no projeto executivo da obra. “É uma obra de peso, com recursos de R$ 23 milhões. Também estou negociando com uma empresa área que queira fazer o voo de Feira para outros estados, dando um dinamismo maior para a cidade”, revelou. A Noide Cerqueira, junto com o Centro de Convenções, tem previsão de início ainda no primeiro semestre de 2012.

Candidato do PT em Feira – Aproveitando o momento de corrida eleitoral, o governador respondeu sobre o candidato da legenda para as eleições municipais em 2012. “Será o que o PT decidir. É um partido que tem um sistema democrático interno de funcionamento e deve haver uma reunião do diretório municipal com o estadual, mas é importante que o PT decida logo, por que gostaria de fazer a unidade de toda a base de sustentação do governo aqui. Não sei se é possível por que Feira pode ter um segundo turno com dois partidos da base. Espero que Zé Neto e Sérgio [Carneiro] se entendam”, explicou.

Horário de Verão – A partir do dia 16 de outro a Bahia novamente entrará no Horário Brasileiro de Verão, decisão que causou muita polêmica em Feira entre as representações empresariais e de trabalhadores do comércio. O governador disse que é um prejuízo para o estado ficar sem sintonia com o horário central (o de Brasília). “Você desequilibra banco, horário de avião, televisão, intercambio entre os governos. Quero lembrar que da mesma forma que se acorda mais cedo, se dorme mais cedo. Eu fiz muitas consultas, inclusive com os médicos e essa movimentação no relógio não impacta em nada no organismo”, declarou.

Divisão do estado da Bahia – Existe um projeto do deputado federal Oziel Oliveira (PDT) pela divisão do estado da Bahia e a criação do estado do rio São Francisco. O vice-governador Otto Alencar já se mostrou simpático ao projeto. “O vice-governador emitiu uma opinião dele, mas a posição do governo é da manutenção da unidade e ele acompanhará a decisão do executivo. Sinceramente acho que a divisão não traz vantagem, vai criar mais despesas”, observou.

ViaBahia e duplicação do anel de contorno – A atuação da concessionária da BR-324 e 116, a ViaBahia, também foi comentada pelo governador. Alguns pontos no contrato de concessão não estão sendo compridos, com a empresa sendo acionada na justiça. “Estou pressionando, na verdade quem tem que fazer isso é a ANTT, quem licitou foi o governo federal e eu não tenho uma relação direta, diferente da concessão que fiz com as estradas estaduais. Tenho reclamado muito, por que entendo que se foi ganho uma licitação, ela tem que cumprir as suas obrigações”, assegurou o governador.

Irregularidades nos hospitais do estado – Na semana passada o Tribunal de Contas do Estado (TCE) apresentou um relatório onde apontou irregularidades nos hospitais do estado, entre eles o Hospital Estadual da Criança (HEC). O governador disse que a secretaria de saúde não foi ouvida a esse respeito. “É uma obrigação do TCE fiscalizar, seguramente o secretário [Jorge] Solla e sua equipe irão responder ponto por ponto daquilo que foi apontado. O relatório ainda não foi votado. Houve um empate em 3 a 3 e que decidirá é a presidenta do Tribunal. É uma precipitação, entendo que os tribunais não devem ser partidarizados, tem que ser isentos”, proferiu.

Privatização dos cartórios – O desembargador Carlos Alberto Dultra Cintra, ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia apontou falhas na lei que privatizou os cartórios e disse que nas condições postas o projeto não sairá do papel. Sobre a declaração, o governador disse desconhecer contexto que levou o magistrado a emiti-la. “Será uma coisa discutida entre a mesa do TJ-BA e o CNJ nacional”, esclareceu.

Novas industrias – Com a desistência da montadora japonesa Nissan de se instalar na Bahia, indo para o Rio de Janeiro, o estado foi escolhido pela chinesa JAC Motors para instalar em Camaçari uma fábrica da montadora.

O governador prefere não pensar que perdeu a Nissan e criticou a falta de projetos do governo federal para o Nordeste no diz respeito a parque industrial. “Uma empresa de carro quer fabricar e vender, mão de obra a gente tem, os incentivos que o governo pode dar eu concedi, mais o governo do Rio pode fazer a mesma coisa. A diferença que tem que ter é para cobrir os custos de transporte, por que o maior consumidor é o eixo Rio-São Paulo e para lá fica mais barato. Se não houver incentivo federal fica difícil”, avaliou.

URV dos servidores – O pagamento da Unidade Real de Valor (URV) aos funcionários públicos do estado, o governador afirmou o julgamento da liberação está no Supremo Tribunal Federal e que nenhum estado da federação pagou os valores. “Se houver um julgamento dizendo que a URV é devida vamos sentar e ver o que fazer para que possamos pagar. É uma contra complicada e difícil”, alertou.

Fonte:bondiafeira.com.br

Transportes e Trânsito

ATENÇÃO EMPRESÁRIO! ESCOLHA LOGO O MELHOR PONTO. PROJETO APROVADO NA CÂMARA VIABILIZA BONS LOCAIS DE PROPAGANDA POR TODA A CIDADE

O projeto é de autoria do vereador Wilton Ramos – Itus

Publicado

em

NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO - projeto adote um ponto de ônibus em simões filho

Trata-se de um projeto que visa disponibilizar para a população, pontos de ônibus mais confortáveis e com manutenção constante.

Leia mais sobre

O projeto Adote um Ponto de ônibus prevê parcerias com empresas locais para que as mesmas possam se responsabilizar pela manutenção dos equipamentos e em contra partida, os espaços publicitários do mesmo serão explorados pela empresa parceira, divulgando suas marcas e campanhas publicitárias.

O projeto foi aprovado por unanimidade pela câmara municipal e aguarda decisão do prefeito Dinha para que possa ser posto em prática.

Veja o que disse o autor do projeto, logo após sua aprovação:

Continuar Lendo

Vereadores

AO VIVO: COMUNIDADE LGBT DEVERÁ TER CENTRO DE APOIO EM SIMÕES FILHO. ASSISTA E SAIBA DE QUEM É O PROJETO

Publicado

em

12ª Sessão ordinária de simões filho

Apreciação e votação do Parecer conjunto das Comissões Permanentes de Justiça, Finanças e Transporte, e em única discussão e votação do Projeto de Lei de n° 017/2021 (Autoriza a instituição, pelo Poder Executivo Municipal, do Sistema de Estacionamento Rotativo Controlado Pago, para veículos, nas vias e logradouros públicos do município de Simões Filho, em áreas especiais, denominadas de “ZONA AZUL”, e dá outras providências);

 Indicação de n° 078/2021 (Solicita ao Poder Executivo a criação de um Centro de Defesa e Apoio à comunidade LGBT), autor Vereador Everton Oliveira de Jesus;

Indicação de n° 084/2021 (Solicita ao Poder Executivo que desenvolva o “Plano de adoção de ponto de parada de ônibus pela iniciativa privada” no município de Simões Filho), autor Vereador Uilton Ramos de Alencar;

Indicação de n° 087/2021 (Solicitam ao Poder Executivo a informatização das Unidades de Saúde, implantando prontuário eletrônico e agenda eletrônica de marcação), autores Vereadores Roberto Cardoso Souza e Adailton Santos de Andrade;

Indicação de n° 088/2021 (Solicita ao Poder Executivo a reforma do Campo do Lobão, situada na Rua Direta, no bairro Lobão), autor Vereador Carlos Pereira da Silva Neto;

Indicação de n° 089/2021 (Solicita ao Poder Executivo obras de infraestrutura na Via da Adutora, que faz ligação entre o SEST/SENAT até a Estrada da Manutenção, no KM 606, CIA SUL I), autor Vereador José Amoldo dos Santos Simões;

Indicação de n° 090/2021 (Solicita ao Poder Executivo obras de infraestrutura na Rua da Visgueira, no bairro Santo Antônio Rio das Pedras), autor Vereador Everton Garcia Lima;

Indicação de n° 091/2021 (Solicita à Mesa Diretora que conceda a Medalha Noêmia Meireles Ramos para a Sra Maria de Fátima da Silva Guache Pattas), autor Vereador Erivaldo Costa dos Santos;

 10.Indicação de n°092/2021 Indicação de n°094/2021 (Solicita ao Poder Executivo a implantação de sistema de drenagem na Rua João Marques de Souza, no bairro Cristo Rei), autor Vereador Neivaldo Scavelo do Amaral;

11.1ndicação de n° 093/2021 (Solicita ao Poder Executivo a reforma do parque de equestres e a construção do centro de zoonoses), autor Vereador Joel Luiz Andrade Cargueira;

12.Indicação de n° 094/2021 (Solicita ao Poder Executivo a construção de um Centro Integrado de Esporte e Lazer na Via Universitária, para atender aos Residenciais Simões Filho 1 e 2, Universitário 1 e 2 e Palmeira), autor Vereador Jackson Franklin Santos Bomfim;

13. Indicação de n°095/2021 (Solicita ao Poder Executivo a pavimentação asfáltica e iluminação na Rua 14 de maio, na localidade Alto do Guine, no bairro CIA II), autor Vereador Berlindo Neves Gazineu;

14. Indicação de n° 096/2021 (Solicita ao Poder Executivo a cobertura do canal e a construção de praça com parque infantil e academia ao ar livre, no local ESTADO DA BAHIA CÂMARA MUNICIPAL DE SIMÕES FILHO conhecido como casinhas, na Avenida Camaçari, no bairro Tiro Seguro), autor Vereador Moisés dos Santos Silva;

15.Indicação de n° 097/2021 (Solicito ao Poder Executivo a construção de um campo society ou de areia na Rua A do Loteamento João Aragão, no bairro Simões Filho I), autor Vereador Evan Jorge Lima dos Santos; Indicação de n°098/2021 (Solicita ao Poder Executivo obras de infraestrutura na Travessa Ceará, no airro CIA II), autor Vereador Eugênio Pacelli Mota Oliveira;

Indicação de n° 099/2021 (Solicita ao Poder Executivo obras de infraestrutura na Rua Antonio Bandeira, antiga Rua do Sossego, no bairro CIA II), autor Vereador Adeilson de Jesus Santos;

Indicação de n° 100/2021 (Solicita ao Poder Executivo a construção de um Centro Integrado de Esporte e Lazer no Campo do Vasco, no bairro Engenho Novo), autor Vereador Devaldo Soares de Souza;

Indicação de n° 101/2021 (Solicita ao Poder Executivo a requalificação do parquinho do Condomínio Residencial Pitanguinha, localizado no bairro Cova da Gia), autor Vereador Orlando Carvalho de Souza.

Continuar Lendo

Salvador

Bruno Reis diz que Salvador pode voltar a ter eventos sociais a partir de julho

Publicado

em

O prefeito Bruno Reis (DEM) afirmou, nesta segunda-feira (14), que Salvador poderá volta a realizar eventos sociais a partir do mês de julho, caso as medidas sanitárias contra a Covid-19 sejam respeitadas.

Bruno estabeleceu entre os dias 5 e 15 de julho para o retorno dos eventos. Mas, o prefeito ressaltou que os números de junho serão cruciais para a tomada de qualquer decisão do tipo.

“Esse mês de junho é crucial, se todos respeitarem, em 5 de julho ou até 15 de julho, já podemos ter mais flexibilizações, como a retomada dos eventos sociais. Não quero criar nenhum tipo de sensação de que estamos longe da pandemia. Tem uma preocupação com o mês de junho, com as datas comemorativas. Essa preocupação é ainda maior porque da primeira pra segunda onda nós tínhamos um número maior de leitos disponíveis e capacidade de ampliar, coisa que agora nós não temos. Se vier uma terceira onda, na proporção da segunda, teremos um risco grande de colapso”, disse Bruno, em coletiva.

Com informações do Tudo é Política.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA