Conecte conosco

Saúde

Governo baiano começa a programar ‘volta à normalidade’ de hospitais dedicados à Covid-19

Hoje, segundo dados da própria Sesab, o Hospital Geral Ernesto Simões Filho tem ocupação de 43% nos leitos de UTI adulto. Os casos clínicos ocupam 48 dos 60 leitos disponíveis, com taxa de 80%

Publicado

em

Metro1 – O governo da Bahia deve começar a desenhar nas próximas semanas um plano para retomar a “normalidades” nas unidades que estão dedicadas exclusivamente aos pacientes vítimas do coronavírus. De acordo com apuração do Metro1, a primeira unidade a voltar a receber pacientes com outras enfermidades seria o Hospital Geral Ernesto Simões, na capital baiana. 

A unidade foi uma das primeiras a ser convertida para atenção exclusiva à doença, que já matou quase 4 mil baianos. Contatado pelo Metro1, o secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas confirmou a informação. “Vamos começar a programas, mas ainda sem data definida”, asseverou. 

Originalmente, o Ernesto Simões atende as especialidades de clínicas médica, cirúrgica, ortopédica, cirurgia vascular e crânio-facial. Também conta com serviços de ultrassonografia, ecocardiograma e doppler.

Hoje, segundo dados da própria Sesab, a unidade tem ocupação de 43% nos leitos de UTI adulto. Os casos clínicos ocupam 48 dos 60 leitos disponíveis, com taxa de 80%.

P U B L I C I D A D E