Conecte conosco

Últimas do Dia

Governo Bolsonaro aumentou miséria no Nordeste, afirma Le Monde

Publicado

em

Governo Bolsonaro aumentou miséria no Nordeste, afirma Le Monde
MW Auto Peças 40 Anos

RFI – O jornal Le Monde desta segunda-feira (22) traz uma reportagem especial de seu correspondente no Brasil, Bruno Meyerfeld, que visitou o interior do estado do Pernambuco. Moradores ouvidos pelo diário afirmam que, com os cortes das ajudas sociais pelo governo de Bolsonaro, a miséria voltou a se instalar no Sertão nordestino.

matéria do Le Monde destaca que nessa região do nordeste onde vivem 25 milhões de brasileiros, acreditou-se durante muito tempo era possível sair da pobreza. Mas a atual crise econômica da qual o Brasil é palco cria desilusões e castiga a terra de onde é natural o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

O repórter Bruno Meyerfeld visitou a casa de moradores da comunidade de Quixabeira Helena, fundada por descendentes de escravos, onde “todos vivem abaixo da linha da pobreza e a grande maioria é analfabeta”. Nos últimos tempos, a situação piorou, afirma o jornal.

Em entrevista ao Le Monde, uma moradora do local, Jasinta Helena Gomes da Silva, de 73 anos, conta que há oito meses não recebe sua aposentadoria. Ela divide a casa com a a filha, de 31 anos, e dois netos. Com os cortes no Bolsa Família e outras ajudas sociais, viver durante a epidemia de Covid-19 ficou ainda mais complicado: falta até mesmo comida para as crianças. 

Le Monde salienta que a história de Jasinta não é exceção: “todo o Sertão nordestino sofre com essa angústia”, acentuada pela crise sanitária e a política do presidente brasileiro, Jair Bolsonaro. Para o diário, o cenário é diferente dos anos em que Lula governou o país. 

“Bombardeio” de programas sociais

Entre 2003 e 2011, o líder petista encarnou uma grande batalha contra a miséria, “bombardeando o Sertão com programas sociais”, como o Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Fome Zero, Luz Para Todos, entre outros. A reportagem reitera que, naqueles tempos de crescimento econômico do Brasil, o PT abriu linhas de crédito, construiu um milhão de cisternas, financiou bolsas de estudos de jovens, subvencionou o preço dos medicamentos na farmácias e garantiu a aposentadoria de agricultores. “Em dez anos, a pobreza caiu pela metade”, destaca Le Monde

No entanto, com a crise econômica em 2014, durante o segundo mandato de Dilma Rousseff, a região recomeçou a ser castigada. Quando Temer assumiu, depois que a ex-presidente foi destituída, os investimentos caíram vertiginosamente. “Mas a eleição de Bolsonaro foi pior do que tudo: o governo esqueceu totalmente essa região”, explica a Le Monde Cicero Felix dos Santos, coordenador do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (Irpaa). 

A matéria diz que as razões deste retrocesso são múltiplas, começando pela linha ultraliberal, hostil aos programas sociais do ministro da Economia Paulo Guedes. Mas, além disso, Bolsonaro prefere se aliar às ricas famílias do agronegócio do nordeste, influentes em Brasília e contra os pequenos agricultores. A reportagem cogita também uma última possibilidade: “punir uma região que vota tradicionalmente entre 80% e 90% para a esquerda brasileira”. 

Bolsonaro x Lula

No entanto, Le Monde publica que, nos últimos tempos, Bolsonaro tenta correr atrás do prejuízo para conquistar o eleitorado da região, multiplicando viagens ao nordeste, inaugurando trechos da transposição do Rio São Francisco, prometendo água potável à população, posando para câmeras com chapéu de vaqueiro.

Eleições

ELEIÇÕES 2022: PARTIDOS DE OPOSIÇÃO COMEÇAM A DEBATER OS NOVOS CAMINHOS PARA SIMÕES FILHO

Publicado

em

notícias de simões filho - partidos de oposição debatem futuro da cidade a partir de 2022

Ainda embrionária, uma frente democrática foi formada na última quarta-feira 16, com diversos presidente de partidos políticos, presentes em Simões Filho, realizando debates virtuais para dialogar sobre os desafios e novos caminhos para a cidade a partir das próximas eleições nos âmbitos político, social e administrativo.

Participaram do primeiro encontro os presidentes do PSOL, Kadu Silva, do PCdoB Márcio Ney, do PV Walter Sant’anna, do PSB Marcos Campos, do PT Sérgio Glauber, e o ex-presidente do PCdoB Antônio Gavião.

“O Brasil vive um momento político que precisa ser observado com atenção e nesse contexto, Simões Filho sofrerá mudanças significativas com o fim do mandato do atual prefeito, e nós, cidadãos simõesfilhenses, precisamos debater o futuro da nossa cidade nos próximos dez anos.” Declarou Walter Sant’anna presidente do Partido Verde – Simões Filho.

Continuar Lendo

Transportes e Trânsito

ATENÇÃO EMPRESÁRIO! ESCOLHA LOGO O MELHOR PONTO. PROJETO APROVADO NA CÂMARA VIABILIZA BONS LOCAIS DE PROPAGANDA POR TODA A CIDADE

O projeto é de autoria do vereador Wilton Ramos – Itus

Publicado

em

NOTÍCIAS DE SIMÕES FILHO - projeto adote um ponto de ônibus em simões filho

Trata-se de um projeto que visa disponibilizar para a população, pontos de ônibus mais confortáveis e com manutenção constante.

Leia mais sobre

O projeto Adote um Ponto de ônibus prevê parcerias com empresas locais para que as mesmas possam se responsabilizar pela manutenção dos equipamentos e em contra partida, os espaços publicitários do mesmo serão explorados pela empresa parceira, divulgando suas marcas e campanhas publicitárias.

O projeto foi aprovado por unanimidade pela câmara municipal e aguarda decisão do prefeito Dinha para que possa ser posto em prática.

Veja o que disse o autor do projeto, logo após sua aprovação:

Continuar Lendo

FAROESTE BRASIL

Ex-Polegar sofre fratura na coluna após acidente na ‘motociata’ de Bolsonaro

Publicado

em

quebrou a coluna na motociata

O médico Alan Frank, de 48 anos, conhecido por ter passado pelo grupo Polegar, precisou ser internado no Hospital Israelita Albert Einstein após sofrer uma fratura na coluna em um acidente de moto.

Nas redes sociais, o oftalmologista esclareceu como aconteceu o acidente, mas não citou a ‘motociata’ em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido), evento do qual os seguidores suspeitam que Frank tenha participado e se machucado, já que mais cedo o artista participou de um café da manhã com o militar. 

Segundo ele, uma pessoa caiu na sua frente e acabou o derrubando. Quando ele estava conseguindo se levantar, uma moto o atropelou, causando a lesão. 

No vídeo, Alan afirma que sua fratura foi similar a que Neymar teve na Copa de 2014, na lombar L2, L3 e L4, e que por pouco não correu o risco de ficar paraplégico. Não foi necessário fazer cirurgia.

Bahia notícias

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E

AS MAIS LIDAS DA SEMANA