Conecte conosco

Esportes

Jogadores da Seleção Brasileira decidiram não jogar a Copa América, diz jornal espanhol

Publicado

em

Jogadores da Seleção Brasileira decidiram não jogar a Copa América, diz jornal espanhol

Os jogadores brasileiros, que atuam no exterior, disseram que não vão jogar a Copa América. A informação foi publicada nesta sexta-feira (4) pelo jornal espanhol “AS”, em matéria assinada pelo jornalista brasileiro Fernando Kallás. De acordo com a reportagem, as lideranças do elenco da seleção brasileira estão mantendo contato nos últimos dias com os atletas dos demais selecionados sul-americanos, que também estarão na competição.

O torneio será realizado no Brasil, entre os dias 13 de junho e 10 de julho, após as desistências, primeiro, da Colômbia, e depois da Argentina, que seriam sede inicialmente. A mudança de local foi definida na última segunda (31) pela Conmebol.

A escolha do Brasil como sede é o principal motivo da revolta dos jogadores, que estão reunidos para os dois próximos compromissos da seleção brasileira pelas eliminatórias. O descontentamento deles é devido ao descontrole da pandemia do novo coronavírus no país, já que eles seriam vistos como insensíveis à crise de saúde. Quase 500 mil pessoas morreram em solo brasileiro por causa da Covid-19.

Os jogadores comunicaram a insatisfação à comissão técnica, encabeçada pelo técnico Tite. E esta se reuniu com a diretoria da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O posicionamento do elenco foi visto como um motim pelo presidente Rogério Caboclo. Inclusive, o dirigente teria ameaçado demitir o coordenador da seleção, Juninho Paulista, por não conseguir controlar os atletas.

Enquanto os bastidores pegam fogo, o Brasil encara o Equador, nesta sexta, logo mais às 21h30, no Beira-Rio, pela sétima rodada das eliminatórias. Depois, na terça (8), no mesmo horário, o duelo é contra o Paraguai, no Defensores del Chaco, pela oitava jornada. Neste momento, o time Canarinho é líder isolado da tabela de classificação com 12 pontos conquistados em quatro jogos.

Bahia Noticias

Esportes

PF E ANVISA INTERRPEM JOGO ENTRE BRASIL E ARGENTINA E JOGADORES SÃO DEPORTADOS

Publicado

em

A PF e a Anvisa interromperam o jogo de futebol entre Brasil e Argentina. Jogadores argentinos são suspeitos de desrespeitar regra de quarentena por terem vindo do Reino Unido na pandemia. A CBF havia autorizado o jogo.

Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF, negociou com o governo brasileiro para liberar os quatro jogadores da Argentina.

Anvisa manda deportar antes do jogo

Por terem entrado no Brasil de forma ilegal e infringido regras sanitárias, quatro jogadores da seleção Argentina terão de deixar o país por decisão da Anvisa

É a determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Emiliano Martínez, Buendía, Cristian Romero e Lo Celso não teriam informado às autoridades sanitárias que estavam na Inglaterra no último fim de semana. Segundo a Portaria Interministerial nº 655, de 23 de junho de 2021, os atletas deveriam cumprir quarentena ao chegarem ao Brasil, pois a Inglaterra é considerada área restrita.

Romero e Lo Celso ficaram no banco durante o duelo entre Tottenham e Watford. Já Martínez e Buendía atuaram no empate do Aston Villa diante do Brentford.

A determinação da Anvisa é que a polícia faça uma diligência no hotel da Argentina, retire os jogadores da concentração e os encaminhe ao aeroporto. Brasil e Argentina se enfrentam neste domingo (5), às 16h, na Arena Corinthians, em São Paulo, pelas Eliminatórias da Copa.

Continuar Lendo

Esportes

URGENTE: Polícia Federal e Anvisa paralisam jogo do Brasil contra Argentin

Publicado

em

A Polícia Federal e a Anvisa interromperam o jogo entre a seleção brasileira e a Argentina por desrespeito às normas sanitária las vigentes.

Continuar Lendo

Esportes

Eriksen tem condição estável após parada cardíaca durante jogo da Euro

Meia dinamarquês desmaiou em campo durante jogo contra a Finlândia

Publicado

em

A condição do jogador dinamarquês Christian Eriksen é estável desde que ele sofreu uma parada cardíaca e desmaiou durante a partida inaugural de seu time na Euro 2020 contra a Finlândia, informou o diretor de comunicação da associação dinamarquesa de futebol aos repórteres nesta segunda-feira (14).

“Fizemos contato com ele ontem e hoje. [Sua] condição é a mesma de ontem: boa, estável”, disse Jakob Hoeyer aos repórteres.

Os outros jogadores da Dinamarca disseram que disputarão os próximos jogos da Euro em homenagem ao colega, que perdeu os sentidos aos 42 minutos da partida de sábado (12) e foi atendido no gramado antes de ser levado ao hospital.

“Ainda estamos no torneio. Agora temos que tentar ver se conseguimos ganhar isto e fazê-lo por Christian e fazê-lo pelos torcedores que estavam conosco, tão impotentes na situação quanto nós”, disse o goleiro da Dinamarca, Kasper Schmeichel, à emissora DR.

“Não tenho dúvida de que este time tem a união, a força para conseguir se unir e ir lá fazer algo especial”, acrescentou.

Schmeichel disse que também visitou Eriksen no hospital: “Foi bom demais vê-lo sorrir, rir, ser ele mesmo e sentir que ele está lá. Foi uma experiência ótima, e algo que me ajudou muito.”

Ele e outros jogadores estavam conversando com a imprensa pela primeira vez desde a derrota por 1 a 0 para os finlandeses.

A Dinamarca ainda tem uma chance na Euro 2020 nos dois últimos jogos do Grupo B contra a Bélgica na quinta-feira (17) e a Rússia em 21 de junho.

“Todos nós jogamos por Christian. Isto é certeza”, disse o jogador Pierre-Emil Hojbjerg à DR.

Com informações da Agência Brasil.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA