Conecte conosco

Esportes

Lídice vê lentidão nas obras de mobilidade urbana para a Copa.

Publicado

em

MW Auto Peças 40 Anos

“Em todos os estados, as obras de mobilidade urbana estão andando com muita lentidão”.

A senadora baiana Lídice da Mata (PSB) já visitou cinco das 12 cidades-sede da Copa do Mundo, na qualidade de presidente da Subcomissão Temporária Copa 2014, Olimpíada e Paraolimpíada 2016, criada pelo Senado, e não esconde sua preocupação. Ela acredita que a conclusão dos estádios que abrigarão os jogos não será problema, mas vê risco em questões como a mobilidade urbana e o controle financeiro das obras.

“Em todos os estados, as obras de mobilidade urbana estão andando com muita lentidão”, avalia a senadora.

Faz sentido a preocupação de Lídice. Um balanço apresentado pelo governo sobre os preparativos para o evento há três semanas indicava que das 12 cidades-sede da Copa, apenas cinco já tiveram suas obras de mobilidade urbana iniciadas: Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT), Porto Alegre (RS), Recife (PE) e o Rio de Janeiro.

Salvador, Brasília, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal e São Paulo são as cidades que ainda não iniciaram as obras – embora a capital paulista já venha realizando há anos um ambicioso projeto de expansão e modernização de seu sistema de transporte de massa, independentemente da Copa.

Ao todo, serão investidos R$ 12,1 bilhões em 49 projetos de mobilidade urbana nas cidades-sede. Porto Alegre, com dez, é a cidade que apresenta o maior número de projetos, mas apenas um teve os trabalhos iniciados, o da Avenida Severo Dullius, que começou no mês passado.

Grande gargalo – Lídice, que nesta segunda (10) estará no Rio de Janeiro, juntamente com os outros parlamentares da subcomissão, sustenta que a Copa do Mundo é a “grande oportunidade” de o Brasil voltar a investir nos metrôs de suas cidades. Além disso, ela acredita ser preciso mudar o foco dos investimentos em transporte e optar por veículos leves e trens, mas acha que alguns projetos terão que ser priorizados.

“Teremos que rever isso. Temo que a gente tenha um grande gargalo nessa área”, afirmou, em entrevista à Agência Brasil.

Segundo ela, há ainda o temor de que as obras saiam mais caras do que o previsto. “Não temo pelas arenas. Os jogos vão acontecer porque já passou a parte dos atrasos, das licenças. O que preocupa é o encarecimento das obras”, disse a senadora.

Lídice também se preocupa com a pouca atenção que está sendo dispensada às redes de proteção social para a população mais vulnerável: “Quais as medidas que os governos vão tomar para inibir a prostituição infantil, o tráfico de drogas, o deslocamento das pessoas em busca de emprego para os centros onde os jogos vão acontecer? É preciso pensar nessas coisas”.

Apesar disso, a presidente da subcomissão disse estar satisfeita com os novos mecanismos de fiscalização desenvolvidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU). De acordo com ela, antes o TCU recebia projetos e dados sobre a realização das obras depois que elas já estavam concluídas. “Agora ele está fiscalizando os contratos de gestão, orientando os tribunais estaduais.”

Outro ponto positivo apontado por Lídice da Mata é o envolvimento dos estados nos projetos. Segundo ela, estão surgindo experiências interessantes como a Cidade da Copa em Recife (PE), a anunciada revitalização do centro antigo de Salvador e o desenvolvimento de um transporte leve parecido com o veículo leve sobre trilhos, feito com tecnologia exclusivamente gaúcha.

“Porto Alegre tem um bom projeto de mobilidade urbana aliado à tecnologia desenvolvida pelos gaúchos. Isso é um dado de inovação tecnológica que se acrescente ao legado da Copa”, apontou.

Governo confiante – Mas, se Lídice está preocupada, o Governo da Bahia está confiante: antes da Copa do Mundo, os baianos estarão viajando de metrô pela Avenida Paralela, garantiu o secretário estadual do Planejamento, Zezéu Ribeiro, em setembro, ao apresentar à imprensa os detalhes da proposta para a implantação de um novo projeto de transporte de massa ligando Salvador a Lauro de Freitas.

Ele explicou que será um contrato executado na modalidade parceria público-privada (PPP) sem muitas das limitações das obras públicas. “Dividindo-se o canteiro de obras em diversas frentes e tendo controle técnico, institucional e social sobre o trabalho, antes da Copa poderemos estar viajando de metrô em Salvador”, afirmou.

Ao anunciar o projeto do metrô na paralela, no dia 8 de agosto, o governador Jaques Wagner disse que num prazo de 35 a 40 dias seria publicado o edital para a realização das obras, de modo que elas sejam iniciadas ainda em 2011.  Passaram-se mais de 60 dias e nada aconteceu. Mais uma razão para a senadora baiana Lídice, que mora em Salvador, ficar preocupada.

Com informações da Agência Brasil.

Fonte:bahiatodahora.com.br

Esportes

Eriksen tem condição estável após parada cardíaca durante jogo da Euro

Meia dinamarquês desmaiou em campo durante jogo contra a Finlândia

Publicado

em

A condição do jogador dinamarquês Christian Eriksen é estável desde que ele sofreu uma parada cardíaca e desmaiou durante a partida inaugural de seu time na Euro 2020 contra a Finlândia, informou o diretor de comunicação da associação dinamarquesa de futebol aos repórteres nesta segunda-feira (14).

“Fizemos contato com ele ontem e hoje. [Sua] condição é a mesma de ontem: boa, estável”, disse Jakob Hoeyer aos repórteres.

Os outros jogadores da Dinamarca disseram que disputarão os próximos jogos da Euro em homenagem ao colega, que perdeu os sentidos aos 42 minutos da partida de sábado (12) e foi atendido no gramado antes de ser levado ao hospital.

“Ainda estamos no torneio. Agora temos que tentar ver se conseguimos ganhar isto e fazê-lo por Christian e fazê-lo pelos torcedores que estavam conosco, tão impotentes na situação quanto nós”, disse o goleiro da Dinamarca, Kasper Schmeichel, à emissora DR.

“Não tenho dúvida de que este time tem a união, a força para conseguir se unir e ir lá fazer algo especial”, acrescentou.

Schmeichel disse que também visitou Eriksen no hospital: “Foi bom demais vê-lo sorrir, rir, ser ele mesmo e sentir que ele está lá. Foi uma experiência ótima, e algo que me ajudou muito.”

Ele e outros jogadores estavam conversando com a imprensa pela primeira vez desde a derrota por 1 a 0 para os finlandeses.

A Dinamarca ainda tem uma chance na Euro 2020 nos dois últimos jogos do Grupo B contra a Bélgica na quinta-feira (17) e a Rússia em 21 de junho.

“Todos nós jogamos por Christian. Isto é certeza”, disse o jogador Pierre-Emil Hojbjerg à DR.

Com informações da Agência Brasil.

Continuar Lendo

Futebol - VITÓRIA

VITÓRIA VENCE O INTERNACIONAL E AVANÇA PARA AS OITAVAS NA COPA DO BRASIL

Publicado

em

Vitória venceu o Internacional por 3 a 1 e está classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil. Samuel, Eduardo e Guilherme Santos marcaram os gols do triunfo rubro-negro. Johnny descontou para o Colorado. 

Apesar de ter feito um primeiro tempo ruim, o Leão aproveitou a expulsão do zagueiro Pedro Henrique, do Inter, na segunda etapa e alcançou a vaga histórica no Beira-Rio. Além da classificação, o Rubro-Negro embolsa o valor de R$ 2,7 milhões. 

O adversário da próxima fase será definido por sorteio. O Vitória volta a campo no próximo domingo (13), contra o Operário, no Barradão, às 20h30, pela terceira rodada da Série B do Brasileirão. 

DOMÍNIO COLORADO

Em sua primeira partida na beira do campo, o técnico Ramon Menezes já deu indícios de que não pretende ser conservador e promoveu mudanças na equipe para encarar o jogo decisivo. Ao invés de manter o esquema habitual do ex-técnico, Rodrigo Chagas, escalou três zagueiros para dar maior liberdade aos dois alas, Raul Prata e Roberto.

Na prática, porém, quem dominou o primeiro tempo foi o Internacional. Aos quatro minutos, Edenílson cobrou falta cavada na área e Thiago Galhardo ajeitou na medida para Yuri Alberto, que chutou por cima.

Não adaptados ao novo esquema, os jogadores rubro-negros tiveram dificuldade para sair jogando, especialmente por causa da marcação-pressão imposta pelo Inter. 

Aos 12′, após erro de passe do Leão no meio, Moisés roubou a bola, arrancou em contra-ataque e encontrou Taison na direita. O meia-atacante chutou forte, cruzado, e a bola passou muito perto da trave de Lucas Arcanjo. Dois minutos depois, foi a vez de Patrick ter a chance. O meia recebeu belo lançamento de Saravia na esquerda, invadiu a área e chutou cruzado, novamente para fora.

Apesar dos problemas, o Vitória ainda conseguiu ser perigoso. Aos 35 minutos, Ygor Catatau fez boa jogada pela direita e cruzou a bola direto na trave. Contudo, o Colorado conseguiu encaixar um belo contra-ataque, e a jogada terminou com Yuri Alberto chutando forte para a defesa de Lucas Arcanjo. 

O goleiro apareceu novamente duas vezes nos minutos seguintes. Primeiro, quando Taison arriscou de fora da área e ele caiu bonito para espalmar para longe. Na sequência, uma cabeçada de Yuri Alberto após escanteio cobrado por Moisés obrigou o arqueiro a aparecer novamente.

A melhor oportunidade do Leão ocorreu aos 42 minutos, quando Guilherme Santos encontrou espaço pelo meio e mandou uma bomba de fora da área. Marcelo Lomba defendeu com dificuldade. 

Mas o Inter não se abalou. Aos 45′, Moisés acertou um balaço de falta e a bola explodiu na trave direita de Lucas Arcanjo. Os presságios para a etapa final não eram bons. 

CHANCE AGARRADA

Insatisfeito com o desempenho do time no primeiro tempo, Ramon desmanchou o esquema que colocou em campo no intervalo. Tirou o zagueiro Mateus Moraes e colocou o atacante David. Além disso, Fernando Neto entrou no lugar de Ygor Catatau, aumentando a quantidade de homens no meio. 

Não demorou muito para que os ares mudassem a favor do Leão. Não que isso tenha qualquer relação com tática, mas o zagueiro Pedro Henrique foi expulso aos cinco minutos, após acertar um pontapé em Guilherme Santos, e o Rubro-Negro ficou com um a mais em campo. Foi a segunda expulsão do atleta em dois jogos seguidos. 

Apesar da superioridade numérica, o Vitória quase viu o Colorado abrir o placar aos 13 minutos. Após uma bela tabela com Taison, Saravia saiu na cara do gol e, com tudo marcar, parou nas mãos de Lucas Arcanjo. 

Aos 17 minutos, foi a vez do Leão atacar. Roberto cortou para o meio e chutou forte de esquerda. Lomba caiu para fazer a defesa. No anseio pela vaga, Ramon mudou novamente o time. Dessa vez colocou Dinei, atacante, no lugar de Pablo, volante. Era tudo ou nada. 

E foi tudo. Aos 24 minutos, Dinei lançou um foguete de fora da área, Lomba não conseguiu espalmar, a bola bateu na trave e sobrou para Samuel fazer de cabeça. Aos 26′, o ídolo quase fez o segundo. Fernando Neto cruzou na área e David chutou em cima de Marcelo Lomba. Na sobra, Dinei pegou de primeira e a bola subiu demais.

A alegria do Leão pareceu se esvair aos 32 minutos, após nova falta cavada cobrada por Edenílson. Os jogadores do Inter fizeram uma tabela de cabeça dentro da grande área e Johnny, livre, embaixo da trave, empatou. 

Mas um golaço, dois minutos depois, fez o torcedor rubro-negro sorrir novamente. Eduardo acertou uma bomba de fora da área no ângulo esquerdo de Marcelo Lomba. Sem chance para o goleiro. 

O Inter não mostrou forças para reagir, e o triunfo que deu a classificação ao Vitória parecia que aconteceria a qualquer momento. Aos 39 minutos, Raul Prata acertou belo cruzamento e Guilherme Santos consagrou a classificação rubro-negra. 

Ainda sobrou tempo para Boschilia ser expulso, e deixar o Inter com dois homens a menos. 

FICHA TÉCNICA
Internacional 1 x 3 Vitória
Copa do Brasil – 3ª fase – 2º jogo

Local: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 10/06/2021 (quinta-feira)
Horário: 21h30
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Frederico Soares Vilarinho (MG)

Cartões amarelos: Pedro Henrique e Boschilia (Internacional) / Pablo, Samuel e Marcelo Alves (Vitória) 

Cartões vermelhos: Pedro Henrique e Boschilia (Internacional)

Gols: Samuel, Dinei e Guilherme Santos (Vitória) / Johnny (Internacional) 

Internacional: Daniel; Saravia, Pedro Henrique, Victor Cuesta e Moisés; Johnny (Boschilia), Edenílson, Patrick e Taison (Maurício); Yuri Alberto (Caio Vidal) e Thiago Galhardo (Lucas Ribeiro). Técnico: Martín Anselmi (auxiliar).

Bahia Notícia

Continuar Lendo

Esportes

CAIU ANTES: PRESIDENTE DA CBF QUERIA DERRUBAR TITE PARA BAJULAR BOLSONARO

Publicado

em

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, foi afastado do cargo neste domingo (6). Por decisão do Conselho de Ética, o dirigente da entidade máxima do futebol brasileiro está fora de suas funções, inicialmente por 30 dias, após vir à tona denúncias de assédio sexual e moral feitas contra ele por uma funcionária da CBF.

Leia reportagem completa no Brasil 247

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E

AS MAIS LIDAS DA SEMANA