Conecte conosco

Últimas do Dia

Lula: STF decide se cumpre ou não a Constituição

Publicado

em

ConversaAfiada – O presidente Lula afirmou que acompanha com tranquilidade nesta quarta-feira 23/X o julgamento, no Supremo Tribunal Federal (STF), sobre a legalidade de prisões após condenação em segunda instância.

“Eu já disse outro dia, em uma entrevista para um amigo, que esse processo da segunda instância tem a ver com a Constituição brasileira. A Suprema Corte vai decidir se ela vai cumprir a Constituição ou não vai cumprir a Constituição. Esse não é o meu processo. Eu não estou preocupado com a segunda instância. Eu vou repetir o que eu disse: se o cidadão roubou, ele tem que ser preso na primeira, na segunda, na terceira, na quarta, na quinta, basta que tenha prova de que ele roubou. Agora, se o cidadão é inocente, ele tem que ser libertado”, disse Lula em entrevista ao Brasil de Fato.

E completou:

“A minha briga não é por segunda ou terceira instância, a minha briga é: eu quero que seja julgado o mérito do meu processo. Se encontrarem um milímetro de prova de crime que eu cometi, eu tenho que ser preso, mas se não encontrarem, prendam quem mandou me prender e me libertem. Essa é a minha briga e eu vou brigar até o fim”.

Lula afirmou, ainda, que mantém os pés no chão diante da possibilidade de deixar em breve a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

“Eu não gosto de trabalhar com expectativas, sobretudo quando eu estou trancado. Porque se você fica gerando expectativas e você fica frustrado, você não sobrevive. Então, eu não deixo me consumir por expectativas. Porque eu sei porque eu estou aqui, eu tenho noção. Eu tenho noção que os canalhas que me colocaram aqui dentro sabem que eu sou mais inocente do que eles. Eu tenho noção que a família Marinho sabe que todos eles juntos não são tão honestos quanto eu”, disse Lula.

A entrevista vai ao ar no Brasil de Fato na tarde de quinta-feira 24/X.