Connect with us

Brasil

Marinha vai apoiar ações de enfrentamento ao apagão no Amapá

Diversas regiões do estado estão sem energia desde quarta-feira (4)

Published

on

Bahia.ba – A Marinha informou neste sábado (7) que mobilizou três navios, uma aeronave e mais de 40 fuzileiros navais para o Amapá, para auxiliar nas ações em andamento no estado, que enfrenta, desde a noite de terça-feira (3), um apagão que deixou quase todos os municípios sem fornecimento de energia elétrica.

Na manhã deste sábado, o Ministério de Minas e Energia (MME) disse que o sistema elétrico da capital, Macapá, voltou a ser conectado à rede de transmissão do Sistema Interligado Nacional (SIN), após terem sido concluídos os reparos em um dos transformadores da Subestação Macapá durante a madrugada. Com isso, segundo nota divulgada pela pasta, o retorno do fornecimento de energia será gradativo, “prezando pela segurança e confiabilidade do atendimento de energia elétrica aos consumidores”.

Segundo o governo estadual, no decorrer da manhã a situação começou a se normalizar nas principais cidades. Em Macapá, a maioria dos bairros já estava recebendo energia, bem como no segundo maior município, que é Santana. As cidades localizadas nos extremos do estado (Oiapoque e Laranjal) também começaram a receber energia. O governo estuda a possibilidade de adotar racionamento, com reativação e desligamento de energia a cada seis horas em todo o território amapaense, até a normalização do fornecimento.

Em nota, a Marinha disse que os “meios navais e militares deslocados terão como objetivo apoiar às ações que estão em andamento no Amapá, com o intuito de amenizar os impactos da falta de energia elétrica que ainda permanece em alguns bairros da capital”.

Advertisement