Conecte conosco

Saúde

Medidas antitabaco diminuíram numero de fumantes em 40% no Brasil

Principais medidas são aumentos de preços e impostos

Publicado

em

Metro1 – As medidas estabelecidas pelo Tratado Internacional para o Controle do Tabaco, como aumento de preços e impostos, causaram uma redução de até 40% no número de fumantes no Brasil. As informações são da médica do Instituto Nacional do Câncer (Inca) e secretária-executiva da Comissão Nacional para Implementação da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (Conicq), Tania Cavalcante.

“Apesar de o Brasil ter reduzido muito a prevalência de fumantes para 9,3%, em números absolutos ainda são 19 milhões de pessoas, então precisamos ajudar esses fumantes a deixarem de fumar e muitos deles precisam de tratamento, que é oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Embora ainda tenhamos muitos desafios, não temos propaganda e promoção dos produtos de tabaco”, afirmou Cavalcante.

Outras medidas, como as advertências sanitárias nas embalagens, a proibição da saborização dos cigarros e a proibição de propagandas e fumo em lugares fechados tiveram o efeito previsto e estão mudando a percepção da sociedade de que fumar é um problema de saúde pública, e não glamuroso. “Se perguntarmos hoje para qualquer criança ou adolescente, eles sabem disso, e são eles que pressionam seus pais, avós para que não fumem”, contou a médica.

P U B L I C I D A D E