Metrô de Salvador vira piada em episódio de “A Grande Família” - Página Simões Filho
Conecte conosco

Especiais

Metrô de Salvador vira piada em episódio de “A Grande Família”

Publicado

em

Na trama, Pajé Murici, vivido pelo ator baiano Luís Miranda, é membro de uma quadrilha que desviou verbas da obra e teve que deixar a capital baiana para não ser preso.

No episódio desta quinta-feira (23) de A Grande Família, o seriado da Globo não poupou críticas ao metrô de Salvador que há quase treze anos está em construção e sem nenhuma previsão de quando vai começar a operar.

Intitulado como “Hoje tem Arrastão”, e escrito por Pedro Cardoso, a trama apresenta Pajé Murici, personagem vivido pelo ator baiano Luís Miranda, membro de uma quadrilha que desviou verbas da obra e teve que deixar a capital baiana para não ser preso.

Coincidência ou não, Luís Miranda também já fez críticas à gestão do prefeito João Henrique. Em evento do G10 Premium Decor, onde foi mestre de cerimônia, o ator justificou a ausência de JH da seguinte forma: “o prefeito deve estar lá no Yatch Club. Enquanto a Bahia afunda, João Henrique nada”.

PhotobucketCartum ironiza as obras do metrô de Salvador (Imagem: Política Livre)

Faz tempo que a fraude envolvendo o metrô de Salvador deixou de ficar apenas no âmbito soteropolitano. O programa CQC, no quadro ‘Proteste Já em março de 2010′, ridicularizou a situação com o argumento de que “ele [o metrô] não dá em lugar nenhum”. Com apenas 6,5 km de extensão, a obra já acumula um gasto total de R$ 1 bilhão.

É interessante que programas televisivos dêem atenção a assuntos de utilidade pública, principalmente em ano de eleição, quando os cidadãos terão que escolher o novo administrador da cidade.

 

Fonte: Correio24horas.com.br