Conecte conosco

Brasil

Moro depõe por oito horas na PF de Curitiba

Ex-ministro apresentou novas provas contra Bolsonaro

Publicado

em

ConversaAfiada – Durante boa parte deste sábado 2/V, o ex-juiz e ex-ministro da Justissa Sérgio Moro prestou depoimento na sede da Polícia Federal de Curitiba a respeito das acusações que fez ao abandonar o governo de Jair Bolsonaro.

Moro chegou ao prédio às 13h por uma entrada nos fundos – evitando, assim, os manifestantes morolovers e bolsomínions que se atacavam em frente ao portão principal. O depoimento começou às 14h e acabou por volta das 22h40 – mais de oito horas depois.

O ex-juiz deixou a sede da PF por volta das 00h20, sem falar com a imprensa.

Segundo reportagem de Katina Baran, da Folha de São Paulo, Moro reiterou as acusações que fez durante a coletiva de imprensa sobre sua demissão. O ex-ministro também apresentou novos indícios sobre a tentativa de interferência na Polícia Federal por parte de Jair Bolsonaro, afirmou a colunista do Globo Bela Megale, em seu blog.

O depoimento foi conduzido pela delegada Christiane Machado, chefe do SINQ, o “Serviço de Inquéritos Especiais” – o grupo da Polícia Federal que apura os inquéritos que correm no Supremo Tribunal Federal.

De acordo com Moro, o presidente queria a troca no comando da instituição para ter acesso a informações sobre investigações em andamento – como os inquéritos relacionados aos seus familiares.

Em tempo: segundo Guilherme Amado, na revista Época, Moro tem em mãos um dossiê de quinze meses com acusações contra o Presidente da República.

P U B L I C I D A D E