Conecte conosco

Brasil

Morre Dom Pedro Casaldáliga, bispo que enfrentou latifundiários na Amazônia

Velório será neste sábado, às 15 horas, na capela do Clareitiano, em Batatais (SP), e será transmitido pela internet

Publicado

em

Metro1 – Morreu na manhã deste sábado (8), Dom Pedro Casaldáliga Plá, Bispo Emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia (MT) e Missionário Claretiano, aos 92 anos. A Prelazia de São Félix do Araguaia, a Congregação dos Missionários Filhos do Imaculado Coração de Maria e a Ordem de Santo Agostinho confirmaram a morte do religioso por embolia pulmonar. Ele estava internado na UTI da Santa Casa de Batatais, no interior de São Paulo. 

Casaldáliga nasceu na Espanha, em 1928, e chegou ao Brasil em 1968, durante a ditadura militar. Se tornou bispo em 1971, quando lançou a Carta Pastoral “Uma Igreja da Amazônia em conflito com o latifúndio e a marginalização social”, denunciando grandes proprietários de terra. O texto ficou conhecido no Brasil e internacionalmente, marcando o missionário como porta-voz de índios e agricultores.

Ele foi um dos fundadores do Conselho Indigenista Missionário e da Comissão Pastoral da Terra, que atua até o dias de hoje na defesa de indígenas, comunidades tradicionais e trabalhadores do campo.

O velório do bispo será neste sábado, às 15 horas, na capela do Clareitiano, em Batatais (SP), e será transmitido pela internet. O corpo deverá chegar no dia 10 de agosto a Mato Grosso, onde será velado no Santuário dos Mártires, em Ribeirão Cascalheira. Depois, o corpo de Dom Pedro, será encaminhado para a cidade de São Félix do Aráguaia onde  também será velado, e depois, sepultado. 

P U B L I C I D A D E