Conecte conosco

Entretenimento

MORRE A RAINHA DO ARROCHA, NIRA GUERREIRA

Publicado

em

ILUMINAÇÃO DE LED – INSTITUCIONAL

Do *Correio – A cantora de arrocha Nira Guerreira morreu na tarde desta segunda-feira (9). A Rainha do Arrocha estava internada no Hospital Aristides Maltez, em Salvador e estava em tratamento de um câncer de mama. A morte foi confirmada pelo irmão dela, Jorge Santana.

Nesta segunda, o CORREIO havia falado com Jorge, que havia confirmado a gravidade do estado de saúde da cantora. “Fiquei ontem o dia todo com ela. Hoje cedo minha filha ligou e disse que ela não estava respirando direito. Mas ela está viva, os aparelhos estão ligados, e a esperança é a última que morre. Estou aqui torcendo e rezando para Deus cuidar dela”, disse Jorge.

Nascida no bairro de Marechal Rondon, a artista ganhou fama cantando seresta e depois arrocha, ritmo no qual foi precursora. Com mais de 35 anos de carreira, Nira conquistou o título de Rainha do Arrocha antes mesmo da cantora Nara Costa. Ganhou ainda mais sucesso após participar do programa de calouros Vacilou, Dançou, na TV Itapoan, onde fui escolhida como a melhor da semana, mês e ano. Seu primeiro CD foi lançado em 2001 pela gravadora Pato Discos. Hoje soma mais de 50 discos promocionais.

Quando completou 54 anos, no último dia 3, a cantora ganhou uma homenagem do seu amigo e tecladista Júnior Fofão: “Uma pessoa maravilhosa e especial. São 15 anos tocando teclados para você. Quantas noites perdidas, viagens, aventuras e alegrias passando juntos #ForçaGuerreira”.

Em seu blog, Nira revela que é fã de Bell Marques e Roberta Miranda e que seu programa preferido é ficar em casa ouvindo música.

Jornalista DRT/MTB nº 4584/BA - Atualmente é editor dos sites Tudo é política e Página Simões Filho. Tem formação em contabilidade e experiência como Instrutor profissional nas áreas de designer gráfico e programação para web.

Continuar Lendo
P U B L I C I D A D E
Clique aqui para comentar

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Deixe uma resposta

CIDADES

PREFEITURA DE SIMÕES FILHO RESTAURA BIBLIOTECA E INFOCENTRO SERÁ REATIVADO

Publicado

em

ILUMINAÇÃO DE LED – INSTITUCIONAL

A Prefeitura Municipal de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador (RMS), através da Secretaria Municipal de Cultura (Secult), pensando no conforto e comodidade da população, reestruturou o espaço de funcionamento da Biblioteca Municipal, que fica no Centro Cultural Itapi João Mendes de Cerqueira – Sede da Secretaria Municipal de Cultura.

Além da nova reestruturação e organização interna, a administração pública está reativando o infocentro (biblioteca virtual), para possibilitar a comunidade escolar, mais um ponto de acesso a conteúdos e informações.

“Precisamos incentivar a população, a retomar a prática de pesquisas e consultas na biblioteca, que é uma ferramenta pública fundamental para o coletivo. Sem falar que muitos estudantes, não possuem recursos para ampliar os conhecimentos fora da sala de aula”, disse Sid Serra, secretário de Cultura.

A biblioteca funciona de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h, em espaço arejado, climatizado e com boa iluminação, aspectos que proporcionam um ambiente agradável ao estudo e à reflexão. O Centro Cultural, fica no CIA 1, Qd.2, na Rua 21 de Abril.

Por ASCOM/PMSF

Continuar Lendo

CIDADES

CARNAVAL 2018: EU SOU O JOTINHA EM CADA ESQUINA DO CIA

Publicado

em

ILUMINAÇÃO DE LED – INSTITUCIONAL

Simões Filho, 07 de fevereiro de 2018 – Em mais uma edição, o Bloco do Jotinha já é visto como a principal tradição no período que antescede o carnaval da capital baiana, em Simões Filho.

Joel Cerqueira, idealizador do projeto e este ano, fantasiado de “paneleiro arrependido” , novamente foi surpreendido pela percepção de pertencimento proporcionada pela grande quantidade de crianças que, com suas fantasias, extravasaram momentos de alegria momesca às véspeas da abertura oficial do carnaval 2018 de Salvador.

Em cada esquina do CIA, vestidos de pirata, de bailarina, de princesa de pierrot, de colombina, na multidão, só se via senhoras e senhores, “crianças e crianços” curtindo a farra, protegidos pelos pais, no meio da multidão.

O tempero da infância, definia o sabor da alegria compartilhada, dos que acompanhavam a fanfarra de Saubara que tocava marchinhas de velhos carnavais…

“Eu sou o carnaval em cada esquina
Do seu coração
Eu sou o pierrot e a colombina
Ubarana-amaralina
Que alucina a mutidão
Toda cidade vai navegar
No mar azul badauê
Fazer a tempero, se namorar, na massa, no massa
Tem baba de moça no carapuá
É ganzá, bongô
Agogô pirá…” (Eu sou o carnaval – Morares Moreira)

Hastag #VlwGalerinha! Até 2019

Quem sabe, durante a Copa do Mundo 2018??!!!

logo mais publicaremos aqui nossa galeria de fotos.

Continuar Lendo

Brasil

‘Que tiro foi esse’ é proibida pela prefeitura no carnaval de Joaquim Gomes, AL

Publicado

em

ILUMINAÇÃO DE LED – INSTITUCIONAL

Decisão foi tomada a pedido da polícia, em reunião com representantes das festas na cidade. MP firmou outro acordo que recomenda proibição de músicas com conteúdo sexual explícito e violento

A Prefeitura de Joaquim Gomes, na região Norte de Alagoas, proibiu que o hit “Que tiro foi esse”, da funkeira Jojo Todynho, seja tocado durante as festas de carnaval na cidade.

A medida foi tomada por questões de segurança, após solicitação da Polícia Militar durante uma reunião realizada nesta semana entre representantes da prefeitura, dos blocos de rua e de integrantes da 2º Cia. da PM.

“A música traz esse som de disparo de arma de fogo. O uso de armas de fogo é proibido pelo Estatuto do Desarmamento. Não se pode incentivar o uso de armas. A música também incentiva a violência contra a mulher. Todos os dias temos ocorrências com mulheres. A polícia tem a obrigação de proteger a população e evitar o incentivo à violência”, explicou o Capitão Queiroz, da 2ª CPM.

A prefeitura confirmou a proibição e disse que a medida busca proteger a população.

O hit da funkeira não é a única música proibida na cidade. Na última semana, o Ministério Público de Estado de Alagoas (MP-AL) expediu uma recomendação para que outras músicas também não sejam executadas nas festas de carnaval do município.

Por meio da Promotoria de Justiça de Joaquim Gomes, que inclui ainda o município de Flexeiras, um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi assinado entre as duas prefeituras, PM, Conselhos Tutelares e empresários responsáveis pelas festas para proibir músicas consideradas impróprias.

“A Prefeitura Municipal de Joaquim Gomes obriga-se a, nas atrações contratadas e/ou articuladas pelo Poder Público Municipal, orientar as bandas e atrações artísticas para que se abstenham de executar músicas com letras e/ou coreografias que façam apologia à violência, especialmente contra mulher ou tenham conteúdo sexual explícito”, diz trecho do TAC.

O promotor da cidade, Paulo Barbosa, acredita que a regulação do repertório musical é importante “porque as músicas que tocam hoje têm muitos conteúdos impróprios, que devem ser evitados principalmente em eventos com presença de jovens e crianças”.

PM, representantes de blocos e da prefeitura durante reunião onde ficou definida a proibição do hit 'Que tiro foi esse' (Foto: Anderson Cláudio/ Ascom Joaquim Gomes)

PM, representantes de blocos e da prefeitura durante reunião onde ficou definida a proibição do hit ‘Que tiro foi esse’ (Foto: Anderson Cláudio/ Ascom Joaquim Gomes)

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho