Connect with us

MUNDO

Mourão diz que Bolsonaro cumprimentará ‘quem for eleito’ nos EUA na hora certa

Além do Brasil, Rússia e China também não se pronunciaram sobre o pleito americano

Published

on

Metro1 – O vice-presidente Hamilton Mourão defendeu que Brasil precisa “prudência” em relação ao resultado da eleição presidencial dos Estados Unidos. Segundo o militar, o presidente Jair Bolsonaro irá cumprimentar o vencedor “na hora certa”. 

Além do Brasil, Rússia e China também não se pronunciaram sobre o pleito americano. No entanto, países da América do Sul e outros líderes mundiais já parabenizaram Joe Biden pela eleição. 

“Julgo que o presidente está aguardando terminar esse imbróglio aí, de discussão se tem voto falso, se não tem voto falso, para dar o posicionamento dele, e acho que é óbvio que o presidente na hora certa vai transmitir os cumprimentos do Brasil a quem for eleito”, disse Mourão , ao chegar no Palácio do Planalto.

O governo brasileiro ainda não parabenizou o presidente eleito Joe Biden , indo na contramão da maioria dos países da América do Sul e de boa parte dos líderes mundiais. Leia também 

Biden teve sua vitória projetada na tarde de sábado por todos os principais meios de comunicação dos EUA, mas o presidente Donald Trump não reconheceu o resultado e acusou, sem provas, a ocorrência de fraudes eleitorais, dando entrada em um série de processos judiciais que, segundo especialistas, têm poucas chances de serem bem-sucedidos. 

O vice-presidente afirmou não ver riscos de o Brasil ser prejudicado pela demora no reconhecimento do resultado e disse esperar que isso ocorra nesta semana. Mourão, no entanto, indicou que aposta na confirmação da vitória de Biden, ao desatacar que o Brasil terá que estabelecer um “novo relacionamento dos Estados Unidos”.

Advertisement