Conecte conosco

Emprego

“NEGÄO DO WHATSAPP” FOI DEMITIDO APÓS FESTA DE FIM DE ANO: ENTENDA O CASO

Publicado

em

Simões Filho tá Mudando
 

Em rede social, funcionários apoiam CEO demitido por festa de fim de ano

Do UOL – O ex-presidente no Brasil da multinacional Salesforce Mauricio Prado, demitido por causa da fantasia usada por um funcionário na festa de fim de ano da empresa, está recebendo apoio de colegas e ex-funcionários nas redes sociais. O problema aconteceu porque um funcionário se fantasiou de um meme do Whatsapp com pênis gigante. Ele também foi demitido.

Procurado pelo UOL, o executivo disse que preferia não falar sobre o caso.

“Estou, neste momento, me recuperando de todo o impacto e abrangência desta notícia na minha vida e de minha família”, disse Prado ao UOL por mensagem em uma rede social. “Sou um bom homem e muito respeitado por todos”, afirmou ele. “Por favor, leia os comentários dos meus funcionários no LinkedIn.”

Em sua página na rede social profissional, Prado possui 85 recomendações de colegas elogiando seu trabalho. Vários comentários foram feitos depois da demissão. “Ele é um verdadeiro líder de negócios e tem uma habilidade única de montar e inspirar equipes de alto desempenho”, disse um deles. Outros colegas destacaram que ele “respeita a diversidade das pessoas”, que “se preocupa com os outros” e que é “sempre justo e humilde”.

“É difícil encontrar um adjetivo preciso para definir o Mauricio. Talvez o mais adequado seja único (…) Mauricio não é só um verdadeiro líder, mas também um ser humano completo”, disse outro.

Denúncia anônima

O UOL apurou que um funcionário que participava da festa se sentiu ofendido com a fantasia e fez uma denúncia anônima para a empresa. Foram demitidos o funcionário, o diretor que era chefe dele e o presidente.

Não seria verdade que o diretor e o ex-presidente foram dispensados por não aceitarem a demissão do funcionário que usou a fantasia. A festa ocorreu no dia 10 de dezembro e a dispensa teria acontecido no dia 18 do mesmo mês, sem discussão nem chance de o ex-presidente se defender.

A empresa também teria decidido suspender dois funcionários por se fantasiarem como os personagens do filme “As Branquelas”, em que dois policiais negros vestem-se como patricinhas brancas.

Demissão de três funcionários

Prado foi demitido após a Salesforce promover uma festa a fantasia de final de ano e um dos funcionários usar a roupa de um meme chamado “Negão do WhatsApp”. O ex-funcionário, da área de vendas, vestiu uma camisa azul, colocou uma toalha no ombro e improvisou uma prótese para imitar o pênis do personagem. Ele ficou em quarto lugar no concurso promovido pela empresa das melhores fantasias da festa.

Além de Maurício, o funcionário que usava a fantasia e o chefe direto dele também foram dispensados. A reportagem tentou contato com os outros dois ex-funcionários, mas ainda não teve resposta.

Resposta da Salesforce

Procurada, a empresa informou que “confirma que Mauricio Prado deixou a Salesforce para buscar novas oportunidades. A companhia agradece pela contribuição para a Salesforce e deseja sucesso em seus projetos futuros”.

A Salesforce disse ainda que “não comenta sobre as razões de seus funcionários deixarem a empresa”.

P U B L I C I D A D E

Emprego

URGENTE: VAGA PARA FRENTISTA trainee

Publicado

em

Posto Paraky, em Simões Filho, está recebendo currículos para interessados nas vagas de FRENTISTA TRAINEE.

Preferencialmente para jovens com idade entre 18 e 25 anos, com experiência em atendimento ao público e conhecimento em informática.

Os currículos devem ser entregues com foto no Posto Paraky, na BA 093, final da Av Eucalipto, Simões Filho.

Vagas limitadas.

Continuar Lendo

Emprego

Confira vagas de emprego do SineBahia no Posto do SAC em Simões Filho para esta quinta-feira (19)

Publicado

em

O SineBahia-Simões Filho disponibiliza para esta quinta-feira (19), vagas de emprego. Os interessados devem se dirigir no Posto do SAC, localizado na Rua Walter José Tolentino Alves, no Multicenter Comercial e Empresarial, ao lado do Banco do Brasil.

Confira as vagas disponíveis

AUXILIAR ADMINISTRATIVO (PCD)

Exclusiva para Pessoas com Deficiência

Ensino Médio completo

Experiência mínima de 06 meses na função

Salário R$ 1.004,00 + benefícios

01 VAGA

OPERADOR DE CAIXA

Ensino Médio completo

Obrigatório possuir experiência no ramo de comércio e manuseio de dinheiro em espécie

05 VAGAS

RIGGER SINALIZADOR E/OU MANOBRISTA

Ensino Médio completo

Experiência mínima de 06 meses na função

Obrigatório possuir disponibilidade de horário

Salário R$ 1.004,00 + benefícios

03 VAGAS

SEPARADOR DE MERCADORIAS

Ensino Médio completo

Obrigatório possuir experiência com lançamento de nota fiscal em sistema

01 VAGA

OPERADOR DE CAMINHÃO MUNCK

Ensino Médio completo

Experiência mínima de 06 meses na carteira

Obrigatório possuir CNH ‘D’

Salário R$ 1.669,00 + benefícios

03 VAGAS

OPERADOR DE GUINDASTE 70 TONELADAS

Ensino Médio completo

Experiência mínima de 06 meses na carteira

Obrigatório possuir CNH ‘D’

Salário R$ 2.801,00 + benefícios

03 VAGAS

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA: Carteira de Trabalho, RG, CPF, comprovante de residência e certificado de escolaridade.

Fonte: Rede Imprensa 1

Continuar Lendo

Emprego

Programa Primeiro Emprego coloca 4.370 jovens no mercado de trabalho em um ano

Publicado

em

Em um ano, 4.370 jovens foram inseridos no mercado de trabalho, entre 178 municípios alcançados. Esses são alguns dos números do Programa Primeiro Emprego, do Governo do Estado. A ação completou um ano da primeira leva de convocações e obteve bons resultados, empregando milhares de estudantes e egressos da rede estadual de Educação Profissional.

 

O intuito principal da ação é promover a oportunidade profissional e melhores resultados em sala de aula, uma vez que o desempenho educacional é um critério levado em consideração no ato da contratação. O superintendente de Desenvolvimento do Trabalho da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Alexandre Reis, alerta: “é importante os jovens terem cuidado na hora de efetuar o cadastro, que precisa ser mantido atualizado, pois o número de contratações poderia ter sido bem maior, uma vez que foram realizados mais de cinco mil encaminhamentos”.

 

Dividida em dois ciclos, a iniciativa visava, em um primeiro momento, a contratação de 4.500 egressos e estudantes da Educação Profissional, no período 2016/2017, e outros 4.500, em 2017/2018, totalizando nove mil vagas. Já no início do ano, a meta ficou perto de ser superada e, agora, espera-se que o Primeiro Emprego ajude a transformar a vida de 11.478 jovens, o que representa o cumprimento de 127,5% do objetivo.

 

A técnica em Administração Adrielle Lima trabalha, há pouco mais de três meses, na Secretaria de Comunicação Social, na área de Contratos, e conta que os planos para o futuro mudaram a partir do momento que passou a ser beneficiada pelo Programa Primeiro Emprego: “Antes, eu queria fazer minha graduação em Enfermagem, mas quando comecei a praticar as atividades de administração do dia a dia, eu comecei a criar amor verdadeiro pela área e agora quero ingressar na faculdade e fazer meu bacharelado em Administração e tenho a pretensão de ser uma grande administradora no futuro”, conta.

 

Transversalidade

   

O sucesso do Primeiro Emprego é uma soma de esforços de diversos órgãos estaduais. As vagas são intermediadas pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e os convocados têm a carteira de trabalho assinada, com todos os direitos trabalhistas garantidos, por meio de contratação efetuada via Serviço de Intermediação para o Trabalho (SineBahia). “Nós localizamos o aluno ou ex-aluno, verificamos se o perfil é condizente com a vaga disponível e fazemos o encaminhamento para a contratação direto para as empresas ou via fundações que mantêm convênio com o Governo do Estado”, detalha o superintendente da Setre, Alexandre Reis.

 

O contrato é gerenciado e fiscalizado pela Secretaria da Administração do Estado (Saeb), que também é responsável pelos pagamentos. Os acordos ficam têm vigência de 24 meses, no âmbito estadual, e as empresas privadas decidem pela manutenção ou não das contratações. Nos órgãos estaduais – 54 contam com trabalhadores oriundos do Primeiro Emprego -, o contemplado recebe salário mínimo, plano de saúde (Planserv) e vale transporte.

 

Todo o banco de talentos do Programa é gerido pela Secretaria da Educação do Estado (SEC), órgão que originou a ação. A Casa Civil também está envolvida, pois é na unidade que está instalado um comitê, responsável pela recepção das solicitações de contratações dos órgãos. A Casa Civil integra a engrenagem, ainda, pela elaboração de a legislação do programa.

 

Outros reflexos

 

As metas dos contratos envolvem a capacitação continuada e o retorno dos contratantes para os estudantes, no que diz respeito a críticas, sugestões e elogios. Essa prática pode ser aplicada na revisão do conteúdo passado pelas escolas em que os beneficiados se formaram, fornecendo insumos práticos para a melhoria da educação e aprimorando o desempenho no ambiente de trabalho. O superintendente de da Educação Profissional e Tecnológica da SEC, Durval Líbânio, destaca como ponto positivo, também, “a possibilidade de verificar e corrigir como estão sendo formados esses egressos, a partir do feed back dos órgãos contratantes”. Além disso, Libânio lembra que “o Primeiro Emprego refletiu, diretamente, na quantidade de matrículas na Educação Profissional, que antes atingia 80% das vagas e, agora, alcança 90%, e, em muitos centros profissionais, até 100%”. 

Pouco tempo depois de concluir o curso técnico de Manutenção e Suporte de Informática, Yasmin Trindade foi lotada na Coordenação de Suporte, Infraestrutura e Manutenção de Informática (CMA) da Setre, tendo a oportunidade de colocar em prática tudo aquilo que foi aprendido, “aprimorando, inclusive, o conhecimento com a convivência com as pessoas da área, que ensinaram como trabalhar com o computador”, afirma.

 

Filipe Barreto, coordenador substituto da CMA, trabalha com  Yasmin diretamente, e conta que está muito satisfeito com a contratação, apesar de confessar um receio inicial, por conta do grande volume de atividades do setor. “Temos uma demanda de trabalho que exige certo nível de profissionalismo e nos surpreendemos com a Yasmin, principalmente com a pro atividade e a vontade de aprender. Ela está dando conta do recado e estamos contentes” admite.

 

Perfil dos Candidatos

 

Para participar do Primeiro Emprego, o jovem deve ser estudante da Educação Profissional Estadual e já ter concluído 40% do curso. Os que finalizaram o curso há, no máximo um ano, bem como adolescentes qualificados por programas governamentais executados pelo Estado da Bahia também têm chance de contratação. Os estudantes devem manter os dados atualizados no SGE (Sistema de Gestão Escolar), principalmente telefone, e-mail e endereço, para que sejam encontrados. O cadastro dos dados pode ser atualizado através do endereço www.primeiroemprego.setre.ba.gov.br.

 

O Primeiro Emprego faz parte de uma tríade de programas junto com o Partiu Estágio e o Mais Futuro. Unidas, as ações contam com investimentos da ordem de R$86 milhões e têm incrementado, de forma considerável, a participação de jovens no mercado de trabalho, e ampliado o potencial dos futuros profissionais baianos.

 

Continuar Lendo

Emprego

Inscrições do Partiu Estágio se encerram no próximo domingo

Publicado

em

Os jovens universitários baianos têm até o próximo domingo (17 de setembro) para garantir sua inscrição no Programa Partiu Estágio. O segundo edital da iniciativa, lançado em 29 de agosto, conta com 3.105 vagas disponíveis para estudantes de ensino superior de instituições estaduais, federais e privadas com sede na Bahia. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, no endereço www.programaestagio.saeb.ba.gov.br.

Podem participar do programa universitários que estejam regularmente matriculados na modalidade presencial e cursando uma entre as 100 graduações com ofertas de vagas listadas no edital. É necessário ainda que o jovem tenha idade mínima de 16 anos e que tenha cumprido pelo menos 50% do seu curso de formação.

 

No momento da inscrição, os universitários deverão preencher cuidadosamente a ficha cadastral, informando até três órgãos nos quais têm interesse de estagiar, de acordo com as vagas ofertadas – são 60 órgãos da administração pública estadual na capital e outros 42 em municípios do interior.

Vale ressaltar que os universitários devem se candidatar a estágio na sua área de formação e que sua atuação seja na cidade onde morem ou estudem. O comprovante de inscrição será enviado por e-mail e quaisquer dados informados de forma inverídica ou incorreta levarão à imediata eliminação do candidato.

Critérios de seleção

As 3.105 vagas ofertadas serão preenchidas seguindo os mesmos critérios do primeiro edital do Partiu Estágio: a convocação dará prioridade aos universitários inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais – CadÚnico, seguidos daqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

Caso existam vagas remanescentes, as mesmas serão preenchidas pelos demais universitários, como aqueles não inscritos no CadÚnico e que tenham estudado o ensino médio em escola particular sem bolsa integral. Quaisquer dúvidas sobre o ingresso devem ser sanadas por meio do edital.

Contrato

O contrato dos jovens selecionados tem duração de um ano, sem possibilidade de prorrogação. Os universitários que forem selecionados para estagiar no Estado serão convocados prioritariamente por e-mail, no qual será informado em qual órgão irá atuar. Após a convocação, o estudante tem, no máximo, dez dias úteis para se apresentar portando documentação indicada no edital, lembrando que comparecer ao local indicado após o prazo ou com documentos faltando implica na perda da vaga.

As atividades que serão desenvolvidas durante o estágio estarão previstas no Plano de Estágio, documento que será assinado pelo estudante, pela instituição de ensino superior e pelo órgão contratante no ato da contratação, juntamente com o Termo de Compromisso de Estágio. A carga horária de atividade é de 4 horas diárias e 20 horas semanais. Durante a vigência do estágio, o estudante terá direito a bolsa mensal, auxílio-transporte e recesso remunerado proporcional.

Continuar Lendo

Brasil

Bahia registra abertura de quase 13 mil empresas em 2015

Publicado

em

Dos 12,6 mil estabelecimentos que entraram em operação na Bahia nos primeiros seis meses deste ano 88% são de micro, pequeno e médio porte. Os outros 125, de grande porte. Juntas, as 12.725 empresas geram milhares de empregos, que ajudam a aquecer a economia. Independente do tamanho, todas precisam estar registradas na Junta Comercial do Estado da Bahia (Juceb) para iniciar a atividade. As 32 unidades da Juceb estão distribuídas em todas as regiões da Bahia e,  segundo o presidente da entidade, Antônio Carlos Tramm, o conjunto de serviços da RedeSim está sendo ampliado para agilizar o processo de abertura de empresas no estado. 

A RedeSim é um sistema informatizado que busca desburocratizar o processo de abertura e alteração de empresas, integrando os órgãos públicos envolvidos no registro de empresas como Junta Comercial, Receita Federal, Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA) e prefeituras. “Já temos a RedeSim conveniada com mais de 30 municípios. O objetivo é possibilitar rapidez, eficiência e agilidade no serviço prestado ao pequeno, médio e grande empresário”.

Consultoria 

Abertura de empresas baianas no primeiro semestre de 2015 Na foto: Academia Espaço Dez Foto: Carol Garcia/GOVBA

Abertura de empresas baianas no primeiro semestre de 2015
Na foto: Academia Espaço Dez
Foto: Carol Garcia/GOVBA

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-BA) realiza várias ações para estimular a abertura de empresas e também subsidiá-las com informações que contribuam para mantê-las lucrativas. De acordo com a gerente adjunta do Sebrae – Regional Salvador, Mariana Cruz, entre os serviços prestados estão capacitações na gestão das empresas. “Nesta área tem sido identificada grande dificuldade por parte dos empresários”. Segundo ele, em razão disso, são realizados consultoria e cursos nas áreas de inovação e sustentabilidade. “Neste momento de crise na economia, ela [a consultoria] é bastante requisitada porque há necessidade de manutenção e ampliação das vendas pelos pequenos negócios”.

Proprietário de uma academia na região central de Salvador há 15 anos, Manoelito Cerqueira recebe consultoria do Sebrae desde o início da atividade. Para ele, o custo-benefício é positivo, principalmente, quando o cenário econômico não é favorável. “O Sebrae direciona um consultor no início do ano para fazer um planejamento estratégico. Fizemos um planejamento de custo em que foi contemplado o consumo de materiais, hora e número de funcionários. Este encaminhamento é feito e acompanhado por um técnico do Sebrae”.

Entre as medidas adotadas, este ano, estão o remanejamento de pessoal, por meio da redução de horas trabalhadas. Segundo o empresário, até os materiais descartáveis foram trocados por equipamentos de uso permanente e coletivo. “Houve a substituição de papel toalha por secadores de mão e os copos plástico trocamos por squeezes [garrafas de plástico, geralmente utilizada em provas de exercício físico], que, além de fazer o marketing [divulgação] da academia, diminuiu bastante o uso de copos”. Para saber como ter acesso aos serviços do Sebrae, os interessados podem acessar o site do Sebrae-Bahia ou entrar em contato pelo telefone 0800 570 0800, inclusive, para agendar atendimento presencial. 

ASCOM

 

 

Continuar Lendo

Emprego

BOMBA BOMBA: Ministério Público intima ex-coordenadora do SINE Simões Filho

Publicado

em

O Ministério Público municipal recebeu denúncias, relatando supostas irregularidades na administração de vagas de emprego na unidade do SINE, em Simões Filho, no período em que a Senhora Graça Maria, foi coordenadora.

De acordo com informações preliminares, O MP encaminhou intimação para o SINE, para que a Senhora Graça Maria preste esclarecimentos sobre as várias denúncias listadas.  Ainda de acordo com a informações, são seis os itens listados pelo MP para que sejam esclarecidos.

Graça Maria, já não é mais a coordenadora do SINE. Durante o período que a mesma foi coordenadora da Unidade, foram várias as queixas de pessoas que reclamavam de que havia encaminhamento de vagas, consideradas melhores que outras, para pessoas apadrinhadas por figuras políticas do município, porém nunca foram apresentadas provas sobre o caso.

O Ministério Público deverá trazer à luz toda a verdade sobre esse suposto tráfico de influência, e caso se confirme que pessoas eram beneficiadas em nome de políticos do município, o caso poderá caracterizar falta de decoro, caso aponte nomes de vereadores eleitos, podendo acarretar até cassação de mandato.

AÇÃO ANTECIPADA

Com a decisão de trazer para a prefeitura, a coordenação do SINE, que atualmente está sob os cuidados da SEDEC, o prefeito Eduardo Alencar(PSD), se antecipou ao Ministério Público no que diz respeito a tentar dar um “basta” no suposto tráfico de influências praticado dentro da Unidade.

Se o MP concluir que existiu realmente escolha de vagas para apadrinhados de vereadores, o caso poderá ter um efeito devastador para os envolvidos que pretendem se reeleger em 2016.

Continuar Lendo

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

Copyright © 2017 Página Simões Filho