Para técnico, Vitória pagou "alto preço" por "erros individuais" - Página Simões Filho
Conecte conosco

Esportes

Para técnico, Vitória pagou “alto preço” por “erros individuais”

Publicado

em

Falhas da defesa e erros de passe na saída de bola a partir do meio-campo custaram classificação rubro-negra na Copa do Brasil.

A goleada que eliminou o Vitória da Copa do Brasil foi construída pelo Coritiba com falhas individuais de jogadores rubro-negros. Após erros de passes, os paranaenses partiam rápido no contra-ataque mortal da equipe de Marcelo Oliveira. Carpegiani, que desta vez ficou à beira do gramado e concedeu entrevista coletiva, lamentou a derrota, mas já pensa na Série B.

“Pecamos com erros individuais e pagamos um alto preço. A gente perdia por 2 a 1 e tínhamos que correr o risco. Resta agora prosseguir com a Série B e buscar o acesso à primeira divisão”, disse o treinador do Leão, já visando a próxima partida do Leão, que será realizada na terça-feira (29), contra o Criciúma, fora de casa.

Depois de ter ficado na frente no placar, com um gol de Marquinhos, o Vitória viu o Coxa empatar rapidamente. Falta perto da grande e Everton Costa subiu livre para cabecear. Gabriel Paulista estava mal posicionado. Ainda no primeiro tempo, já nos 42 minutos, erro de passe no contra-ataque rubro-negro e Rodrigo cometeu pênalti. Everton Ribeiro converteu. O Leão voltou mais ofensivo para a etapa final, mas deixou a defesa vulnerável e o Coxa matou o jogo com gols de Roberto e Everton Costa.

“Começamos bem a partida, mas demos alguns vacilos. Nossa zaga bateu cabeça”, admitiu Uelliton, capitão da equipe. O meia Pedro Ken, que esteve bem no primeiro tempo, mas caiu de rendimento por sentir dores na coxa, tem a mesma opinião. “Foram descuidos nossos. A gente teve que ir para cima”. A delegação do Vitória retorna para Salvador nesta quinta-feira e o time treina na tarde de sexta.

 

Fonte: Ibahia.com.br

Optimized with PageSpeed Ninja